quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

BOM GARFO || Zé Manel Pastelaria


É fácil encontrar sugestões gastronómicas para um fantástico pequeno-almoço ou lanche nas grandes cidades de Portugal. O que não falta é variedade, com diversos tipos de cozinha, preços, iguarias, decorações e recantos. Uma breve pesquisa e encontramos dezenas de listas recheadas de sugestões — inclusive aqui pelo Bom Garfo —. Mas quanto viajamos para os recantos mais remotos do nosso país, as sugestões escasseiam e a facilidade para encontrar um café do nosso agrado é reduzida.

É difícil querer ter uma boa experiência de pequeno-almoço ou lanche quando os horários funcionam, em outras terras, de uma forma completamente diferente da nossa, e por isso mesmo, fiz questão de partilhar convosco o meu pequeno-almoço feliz por Seia.

Ainda faço parte do minúsculo grupo de pessoas que procura um café pelos bons sabores (e que bom que assim é, porque 'Zé Manel' jamais seria o nome com que iria baptizar um espaço meu e a decoração está longe de aparecer nos vossos feeds de Instagram). Não tem nada de moderno, tendência ou cool nem por fora, nem por dentro do espaço — e facilmente passa despercebido, escondido atrás dos roseirais magníficos espalhados pelas ruas da cidade — mas se os sabores é que contam, então recomendo vezes e vezes sem conta o espaço.

Como íamos para a neve, pedimos um pequeno-almoço bem reforçado; um folhado misto, uma tosta mista para dividir e ainda um pastel de requeijão — que nunca tinha provado — para começar o dia de uma forma doce. Ah, e um chá preto para dividir, porque o corpo também precisa de ficar quentinho por dentro!

O atendimento é familiar, como há muito tenho saudades e como dificilmente vamos encontrar nas capitais. E os sabores? Aprovados. Neste tipo de viagens, em que procuramos desesperadamente um café aberto, deixamos que a fome seja o nosso melhor tempero e, confesso, tirando as refeições principais, raramente o que comemos tem algo de especial. Mas a pastelaria Zé Manel fez questão de mudar isso e presenteou-nos com um café da manhã bem caprichado e com um pastel de requeijão que, para estreia, foi do mais feliz possível. Parece um pastel de nata, mas em nada se assemelha, embora o crocante do folhado e o toque da canela queiram parecer que sim.

Gosto de cafés com interiores apetecíveis, horários brutalmente flexíveis e comidas extraordinárias. Se os consigo encontrar em viagem, ainda melhor. Mas por vezes são os que não estão em todas as aplicações e fotografias que surpreendem. Se têm viagem marcada para Seia e querem um pequeno-almoço feliz, a minha sugestão não podia ser outra.
______________________________
Praça da República, 42, 6270-496
Seia
Contacto: 238 316 106

5 comentários:

  1. Nunca comi nenhum pastel de requeijão mas parece-me bem ;)

    ResponderEliminar
  2. Só lhe tenho a dizer uma coisa: Muito obrigado pela visita e pelo blog à nossa pastelaria. Ainda estamos emocionados.....podemos partilhar?

    ResponderEliminar
  3. Ainda estamos emocionados com o seu comentário à nossa pastelaria. Muito obrigado pela visita!! Podemos partilhar?

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)