quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

1+3 || Carta Para a Inês de 15 Anos


Escrevo-te com a certeza de que lerias esta carta no curto espaço de tempo que te sobra para te equipares e apanhares o cabelo numa trança. Escolhi-te a ti porque sei perfeitamente como te sentes e o quanto gostavas que alguém do futuro te desse algo palpável com o que esperar e sonhar.

Ainda estou um pouco perdida

Perdoas-me por isso? Sei perfeitamente que me idealizavas de outra forma e com mais sucesso do que o que arrecado, hoje em dia. Receio que talvez o teu primeiro impacto seja a desilusão. Não precisas de mo cobrar porque é algo que já faço insistentemente (e luto para não o fazer). Mas estou a dar o meu melhor e a aprender com o meu pior. Não perdi a fé de que vai correr tudo bem. Ainda te vais orgulhar de mim.

Abraça muito a Laika

Faz isso por mim, fazes? Abraça-a muito, sufoca-a de abraços, beijinhos, festinhas e declarações de amor. Aproveita cada minuto com ela e permite-te sempre a dar mais uma festinha, mais um biscoito, mais um abraço. Quando achares que já a amaste demais por hoje, ama mais um pouco.

Esse rato careca gordinho que só sabe dizer ba-ba

Vai ser um miúdo incrível e não vais conseguir lembrar como era a tua vida antes dele surgir. Vais adorar cada fase e etapa. Não te preocupes: ele vai gostar de ti.

Pensa bem na área que estás a escolher 

Não te precipites. Olha melhor para o que estás a excluir porque vais querer resgatar mais tarde. Não é um aviso de arrependimento mas é um aviso de que a tua caminhada profissional vai ser uma maratona. Começa a aquecer.

Esse nome que paira na tua cabeça... 

Esse Bobby Pins... vai nascer. Vale a pena a espera porque será um projeto incrível e do qual te orgulharás muito.

Vais viajar muito!

Sei que é algo que te inquieta porque a sensação permanece em mim. Damos por nós a olhar para tantos lugares incríveis e a perguntar ‘será que um dia os vou ver com os meus próprios olhos ou só os irei conhecer pelas histórias dos outros?’. Não te vou estragar a beleza de descobrires quais são os lugares que vais pisar mas prepara-te: vais conhecer muitos destinos incríveis.

Vais encontrar o amor muitas vezes

E de muitas formas. Num beijo apaixonado, num abraço da mãe, no companheirismo de amigos de verdade. Aproveita cada momento e aprende com cada gesto de amor. Acima de tudo, nunca tenhas medo de amar, seja quem for. Não tenhas medo de te entregar, de ir mais além e de dizer que gostas. Há sempre nobreza no amor.

Isso de estranho que sentes...

Chama-se transtorno de ansiedade e não estás sozinha. Não nasceste com defeito. Não és anormal. Há milhões de pessoas no mundo com o mesmo peito pesado que o teu e, embora saibamos que isso não é animador, quero que saibas isto para não te sentires isolada. Mas vai melhorar. Posso dizer-te que ficámos muito melhores a lidar com esse monstro!

O teu sonho

Sei que te idealizas a trabalhar nutrição no ramo da neurologia ou cardiologia e fiz questão de cumprir o teu sonho. Não conseguiria prosseguir o meu caminho sem te dar aquilo que sempre achaste que serias boa a fazer. E vais ser muito boa. Vais ajudar dezenas de pessoas. Vais fazer a diferença.

Miminhos do futuro

Vais poder ir à internet pelo telemóvel. Vais usar lentes (juro, não estou a gozar. E gostava de te dar um par agora mesmo, sei que teria melhorado muito a tua auto-confiança). Vais ter um estilo sem ser apenas fato de treino. Vais amar Lisboa como uma Lisboeta (juro, de novo! Eu sei que odeias Lisboa mas... o amor acontece!). Vais celebrar um aniversário em viagem, como sempre sonhaste, e vais regressar a um sítio que adoramos. Não vais fazer Erasmus (sei que é duro mas prefiro que tenhas já essa desilusão. Para onde vais, não há protocolos). Vais ter saúde e os teus também (alguns sustos, nunca nada de grave).

Gosto muito de ti

Perdoo-te todos os erros, amo todas as tuas fragilidades. Acho-te bonita como és. Gosto de ti porque não seria quem sou hoje sem as tuas passadas. Porque não estaria onde estou hoje se não fosse por ti. Não vou perder o teu gosto pela vida, o teu sentido de humor, a forma bonita como observas o amor, a tua paixão pela leitura e pelos Coldplay... Há muito de ti em mim. E que bom! Gostava que te visses da forma como eu te vejo.

O amadurecimento não traz certezas

Pelo contrário, só traz dúvidas. A cada passo e conquista que dou, a cada resposta que alcanço, surgem novas dúvidas, inseguranças e incertezas. Aquela fixação radical típica da tua idade em que achamos que temos as respostas todas do mundo é uma ilusão. Mas eu sei que, embora teimosa nalgumas ideias, já tens consciência de que muito de ti são perguntas. Lamento dizer-te que o envelhecimento não traz mais clareza. Mas isso faz com que tenhamos mais abertura de espírito para confrontarmos outras realidades, oportunidades e opiniões. Isso torna-nos mais tolerantes e capazes de aprender.

E por fim, deixo-te um miminho de uma artista do futuro, a Maro. Dedico-te esta letra inteirinha, com muito amor. 


P.S. - Há sempre boas notícias ao virar da esquina.

5 comentários:

  1. Inês, que idade bonita que escolheste :). Identifiquei-me tanto com a carta, mesmo hoje, aos 22 anos. Ainda me sinto um pouco perdida (no fundo, acho que nos sentiremos sempre). Também me inquieta o facto de ainda não ter viajado muito aos 22 anos, vejo o tempo acelerar e tenho medo de só vir a conhecer alguns lugares pelas fotos e histórias que me contam. E, infelizmente, o transtorno de ansiedade, com o qual ainda não sei lidar mesmo após tantos anos e que já me causa danos físicos (como a minha doença do intestino).
    Este post hoje já fez o meu dia <3.
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Muito bom :) Identifico-me com algumas coisas,como ainda estar um pouco perdida, de querer viajar sempre mais e mais, a paixão pela leitura e pelos coldplay (e infelizmente ainda não tive a sorte de os ver ao vivo) :)

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro-te. A carta não chegou à tua Inês de 15 anos a tempo, mas toda ela é prova de um amadurecimento bonito e gigante. Estou mesmo feliz por ler todas estas palavras. Não são todas alegres, mas são realizações pessoais. Estou aqui para ti, contigo, de mão dada. 🖤

    ResponderEliminar
  4. P.s. - MARO a preencher todas os buracos de sentimentos que não consigo expressar.

    ResponderEliminar
  5. Que publicação amorosaaaa! Tomei a liberdade de tomar alguns dos teus conselhos dado que estou numa idade tão próxima da Inês de 15 anos, obrigada por isso, big sis <3

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)