quinta-feira, 19 de julho de 2018

BLOGOSFERA || Em Vias de Extinção?


Está nas bocas dos mais corajosos e, embora sejamos apaixonados e nos custe, não nos podemos deixar iludir: a Blogosfera está a morrer. Há várias razões para este fenómeno de apoptose blogosférica e para esta transição quase global dos blogs para outras redes; quem cá estava por prioridade financeira compreendeu que existem mais formas de rentabilizar sem termos de fingir que adoramos escrever; e quem quer estar na vanguarda das redes e obter um retorno digno do seu trabalho optou por desenvolver o seu conteúdo criativo noutro lugar. Sobra a pergunta: e eu? Para onde vou?

A resposta, para já, tem sido muito simples; embora o Instagram seja a minha rede social preferida e goste de enfrentar alguns receios colocando-me fora da minha zona de conforto — cada vez que falo convosco em vídeo, por exemplo — eu amo escrever. As minhas palavras saem melhor das minhas mãos do que da minha boca, e mesmo que saiba que tenho capacidades para me adaptar e que o meu prazer por comunicar é gigante, é quando escrevo que me sinto mais especial — ou melhor —. Foi a paixão pela escrita que me levou a criar um blog e sei que, mesmo que estivesse a par, na altura em que comecei, das milhares de oportunidades que um blog pode abrir, a paixão seria sempre a minha razão principal para criar um blog e iniciar um rascunho.

Os blogs já não estão na moda e as pessoas cada vez mais têm preguiça para ler qualquer conteúdo com mais de um parágrafo. Mas ainda há paixão por isto. Seja pelos antigos (que carinhosamente chamo de Dinossauros), seja pelos novos que têm a mesma gana para escrever que eu tenho (e que recebo sempre de braços abertos e sorriso nostálgico no olho). Enquanto não existir uma plataforma mais fantástica que me permita fazer tudo o que já faço aqui com tanta dedicação e paixão por isto, sei que vou ficar. Eu acredito nos que, tal como eu, estão a tentar inovar, a dar volta por cima e a tentar dar frescura a uma ideia já sedimentada, sem atirar a toalha ao chão nem afundar de desmotivação em crónicas de mortes anunciadas.

18 comentários:

  1. Eu acho que são coisas diferentes. Um blog do insta... servem propósitos diferentes. Há quem goste de ler e de escrever e acaba sempre por visitar um blog porque muitas vezes as fotos bonitas não são tudo o que conta a história!
    beijinho!

    ResponderEliminar
  2. não quero mesmo aceitar que os blogs já não se usam, mas cada vez é mais verdade.

    ResponderEliminar
  3. Fico contente por, mesmo estando os blogs "fora de moda" em relação ao Instagram e restantes redes sociais, ainda existir quem tenha paixão por escrever, por transmitir algumas das suas vivências e pensamentos em "mais do que um parágrafo". Obrigada por não desistires disto, Inês, porque inspiras e tocas muita gente com as tuas palavras :)

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente a blogosfera está mesmo a morrer e quanto a isso não podemos fazer nada. O que podemos fazer é continuar a trazer mais conteúdo e utilizar as outras redes como forma de divulgação para que esta plataforma que é o blog não se perca.
    Quem corre por gosto não cansa e por isso, Inês, acho que vais continuar aqui por muito mais tempo, independentemente do que te rodeia. Eu cá estarei para te ler!

    ResponderEliminar
  5. É uma realidade triste, mas acho que por enquanto ainda não me caiu bem a fixa e continua a dar tudo o que puder, porque, tal como tu, escrever dá-me alegria à vida.

    ResponderEliminar
  6. Confesso que não concordo que os blogues estejam a morrer. Simplesmente vejo que agora têm novos formatos - da mesma forma como se adaptaram a todas as novidades e deixaram de ser apenas diários com longos textos (que nunca me cativaram, com sinceridade). É uma questão de adaptação - diferentes redes sociais e plataformas cativam e fidelizam diferentes públicos. O Instagram é mais espontâneo e despreocupado, faz todo o sentido que alguns segmentos façam mais sentido por lá - estamos de acordo nisso :)

    ResponderEliminar
  7. Concordo! :)
    Pessoas com preguiça de ler acho que esse é um dos pontos principais, é mais fácil ver fotografia e fazer dois clicks do que ler.
    Eu cá gosto muito de ler blog's, criei o meu há pouco tempo mas acompanho blog's há bastante tempo, e é bom saber que gostas de escrever e que ficas por cá.
    Por isso cá estarei para ler. :)

    ResponderEliminar
  8. Custa-me tanto que o nosso pequeno pedaço de espaço digital (não gosto de chamar "cantinho" aos blogs) onde andamos a escrever coisas sem ter de as dizer, porque simplesmente nos saem e soam melhor, esteja em desuso. Seremos demasiado old school? Teremos chegado demasiado tarde? O que vemos nós na escrita que os outros não vejam na leitura?

    Alegra-me, no entanto, saber que ficarás por cá (enquanto fizer sentido para ti) a fazer parte dos que fazem o que gostam e tentam ainda inovar na arte que pode parecer perdida. Beijinhos grande Inês!

    ResponderEliminar
  9. Adorei ler esta reflexão, e identifico-me com tantos aspetos (principalmente a parte em que dizes "é quando escrevo quando me sinto mais especial"), mas não acredito que a blogosfera esteja a morrer. Uma das muitas provas é esta publicação maravilhosa e o teu próprio blog. Enquanto existirem pessoas talentosas e inovadoras como tu, a blogosfera não vai a lado nenhum. E ainda existem muitos e onde aparecer mais se os que estiverem aqui não baixarem os braços e continuar a inovar.
    Este post inspirou-me a refletir também sobre o assunto, se quiseres ler a minha opinião mais detalhadamente , já sabes onde me encontrar :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  10. Tenho lido em vários sítios, e inclusive alguns estudos que demonstram que o conteúdo em vídeo está a ser consumido em muito maior quantidade do que os blogs em texto.

    Eu tenho um blog apenas com artigos escritos e não estou minimamente preocupado ao ler essas notícias, pois as conclusões que faço são as seguintes:

    Primeira:

    Se o vídeo está a ter mais visualizações, então haverá muito mais pessoas a querer fazer vídeos do que blogs só de texto. A competição no Youtube neste momento já é gigantesca e vai aumentar mais ainda.

    Segunda:

    Inversamente, a competição nos blogs vai diminuir drasticamente. Por causa de todas essas notícias haverá cada vez menos gente a criar blogs e os mais resilientes vão aumentar muito as suas audiências. A procura (de blogs) vai suplantar a oferta.

    Tenho a certeza de que não precisamos de nos preocupar, pois estes fenómenos são como na bolsa de valores:

    Quando está toda a gente a vender ações é porque é a melhor altura para as comprar, e quando está toda a gente a comprá-las, é porque é a melhor altura para as vender. Ou seja, fazer o contrário do que a maioria faz é o que traz resultados.

    Dizem que quem tem olho em Terra de cego é rei, e na minha humilde opinião, agora é a melhor altura para se criar um blog.

    www.desbloqueie-se.com

    ResponderEliminar
  11. Por um lado, concordo que as pessoas se estejam a deixar levar por outras redes e que, ultimamente, se veja conteúdo semelhante ao de um blogue por muitos outros sítios. Porém, não há nada como saber que vocês estão aqui,que todo o vosso trabalho e os vossos pensamentos estão nestes cantinhos tão bonitos e esforçados. Eu posso não vir regularmente, posso ter deixado de escrever por um período muito longo de tempo, mesmo assim, volto sempre mais dia, menos dia, para ler a tranquilidade, a bondade e a opinião que vocês tão bem nos passam.
    Assim sendo, sim é verdade que há muita gente a deixar este mundinho para trás, como também é verdade que os que continuam por aqui estão cada vez melhores e nos fazem ter uma vontade imensa de voltar sempre.

    ResponderEliminar
  12. Como a nossa conversa do outro dia :) gostei muito da linha de pensamento

    ResponderEliminar
  13. Dizes isso mas sem ofensa Inês, não sinto que apoies os blogs que vão surgindo. É dificil começar, é dificil continuar a escrever para uma parede, podias ajudar mais.
    É uma opinião, continuo a adorar o teu blog e acho que és uma excelente blogger!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico triste em saber que é essa a tua sensação — e tenho de a respeitar —. Eu já estive desse lado, qualquer pessoa que comece do nada um blog vai falar para o boneco algum tempo e eu sei que é desmotivador (já escrevi sobre isso, aliás). Mas garanto-te que não diferencio blogs. O meu critério para seguir em nada tem a ver com seguidores ou tempo de blog. Sigo se gostar do conteúdo, se me identificar com ele. E enquanto leitora, acho que estou a fazer o meu papel de forma honesta. Não é isso o desejável? Seguir porque e quando se gosta? Acho também importante relembrar que nem sempre os apoios são ou têm ser públicos. Divulgação não é a única forma de apoio.

      Se me permites partilhar uma sensação contigo também, fico exasperada por muitas vezes não encontrar blogs novos, refrescantes e que me cativem. E não acho correcto seguir só porque é assumido que tenho essa responsabilidade. Ninguém a tem e jamais a exigiria (ou exigi) no meu caso.

      No entanto, e porque sou muito apologista de trocarmos soluções, gostava MESMO que partilhasses comigo alguns dos apoios que achas que estou em falta e os teus blogs em começo de carreira favoritos. Se te sentires mais confortável, podes responder por e-mail ou noutra caixa de mensagens. Vou levar em consideração todos os erros que apontares e todas as sugestões que partilhares comigo!

      Obrigada :)

      Eliminar
  14. P.S O problema não és só tu

    ResponderEliminar
  15. Reparei q raramente se vê uma resposta tua às pessoas q te comentam!
    Ou só respondes a quem realmente gostas do blog ou conheces?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Ando miserável na questão de comentar os blogs que leio. Vejo tudo, leio tudo, absorvo os conteúdos todos e sou incapaz de tirar 3 minutos para valorizar o trabalho da Blogger. Sendo que eu estou do outro lado e sei que dá trabalho. É miserável." — foi um comentário meu feito há uns dias. Não há estratégia nenhuma, é falha minha mesmo. Com todos os blogs. Mas já estou a dar a volta :)

      Eliminar
  16. Ótimo seu texto.
    Eu também estou entre as pessoas que acreditam que o blog não vai morrer.
    Abraço.

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)