terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

ISTO É TÃO INÊS || 6 Limpezas

Se acompanharam os meus Instastories, na semana passada, sabem perfeitamente que estive a fazer uma limpeza no armário. É algo que gosto de fazer com alguma regularidade, desfazer-me do que já não tem a minha identidade mas que pode perfeitamente fazer outro corpo feliz. Mas não foi só o armário que sofreu esta limpeza — esse já está acostumado.

Desta vez, aproveitei o fim-de-semana para fazer uma verdadeira limpeza, tanto material (em várias áreas da minha casa) como digital. Sempre tive uma abordagem equilibrada em relação às redes sociais e ao mundo digital. — ou, pelo menos, é nisso que eu creio —. Gosto delas e consigo apreciar o lado útil e incrível que cada uma pode oferecer sem as converter (ou ter medo de as converter) num episódio de Black Mirror, e é por isso que gosto sempre de experimentar novas formas de partilhar ou novas plataformas, e que consigo encaixá-las na importância que merecem e integrá-las na minha vida real sem que se sobreponham ao mundo offline. Mas confesso que deixo muita tralha digital.

Podem não ser as tarefas de sonho para um fim-de-semana, mas a verdade é que é tão fundamental...! Esta limpeza faz a diferença no nosso dia-a-dia porque são universos com os quais convivemos todos os dias (tanto no material como no digital) e eu (tão organizada com o tempo e tão necessitada de nunca perder tempo) fiz questão de tratar destas tarefas chatinhas para ter uma rotina mais feliz, menos demorada e mais leve. Decidi partilhar algumas das limpezas que fiz na esperança de que também coloquem mãos à obra. Destralhar é um investimento para vocês, mais ninguém.

Limpeza do armário | Quando faço limpezas a fundo, sou absolutamente radical e acredito que só resultam a sério quando assim o fazemos. Tirar tudo cá para fora e nunca o fazer por partes. Esvaziar o armário é essencial. Como sou bastante desapegada à roupa, a minha selecção é sempre muito crítica e sem grandes emoções. Costumo separar a roupa da seguinte forma: a que já não tem condições e que não tem outro destino que não o lixo, a que já não tem a minha identidade mas pode ter a de outra pessoa, a que realmente quero, e a que vai para a Caixa (é uma caixa onde guardo as peças de roupa mais sentimentais como o meu vestido do baile de gala, o traje, algumas roupas muito especiais quando era bebé...). Todas as roupas que tenho dúvida, experimento e imagino-me numa loja. Levava? Se a resposta for 'não', sai fora. Gosto também de colocar os cabides todos no mesmo sentido porque isso ajuda imenso a ter uma ideia muito mais realista do que ando ou não a vestir.

Rever os amigos do Facebook | Sempre privilegiei muito a minha privacidade no Facebook e por isso mesmo, poucas eram as pessoas que tinha adicionadas na minha conta e que não conhecesse. Mas será que eu quero realmente saber de tudo o que se passa nestas centenas de pessoas? Não. Rever as pessoas que tinha adicionadas foi essencial para limpar esta aplicação — confesso, a mais deixada ao Deus-Dará. Já tinha tanta tralha que só a acedia para ver as notificações e responder a mensagens, tinha-a abandonado por completo —. O critério foi simples: remover as contas de quem já não me lembrava, pessoas tóxicas cujo conteúdo não tinha o mínimo interesse em observar, e pessoas que conheço mas não o suficiente para ter interesse em saber tudo o que se estava a passar em suas vidas. Em algumas delas, o 'Deixar de Seguir' foi a melhor opção. Esta permite que não vejam mais o conteúdo da pessoa mas que não deixem de ser amigas dela. É um desenlaçar mais vagaroso e adiado, como eu gosto de chamar. Mas é uma óptima dica, especialmente se são pessoas que vos entopem o feed.

Rever os gostos do Facebook | É surpreendente a quantidade de páginas que gostamos que não têm absolutamente nada a ver connosco. Seja porque ainda pertencem à fase negra dos primórdios do Facebook ("Sou a Dory do Meu Grupo"), seja porque fizemos like para participarmos num giveaway, ou porque um amigo pediu para fazermos like e fizemos o frete de amor... E acabamos com uma lista interminável de páginas desinteressantes cujo conteúdo no feed se sobrepõe ao das páginas cujas publicações realmente gostaríamos de acompanhar. 

Organizar o feed do Facebook | Admito que há anos que não dava uma olhadela como deve ser ao feed do meu Facebook. A grande razão? Tralha. Irritava-me abrir a aplicação e aparecer uma lista de páginas que não tinham nada a ver comigo ou fotografias e publicações de pessoas com quem já não falava há 10 anos e não conseguir apanhar nada de novo nas páginas e contas de amigos que realmente tinha interesse em saber. Eu era aquela 'amiga' que notificava os outros com os meus likes e reacções mil anos depois de as pessoas terem publicado.
Decidi que, se queria manter-me nesta rede social, ia organizá-la; em primeiro lugar, marquei as contas que me interessavam como 'Amigos Chegados'. Isto permite-me aceder a um feed exclusivo com todas as publicações recentes das pessoas que marquei como chegadas. Perfeito para não perder nada.
Em segundo lugar, organizei a prioridade com que as contas aparecem no meu feed do Facebook. Esta ferramenta dá-vos um número limitado de contas e páginas que podem marcar como prioritárias, o que significa que vão sempre aparecer em primeiro lugar no topo do vosso feed, independentemente de qualquer outro factor. É perfeito para não deixarem escapar nada e terem um feed com conteúdo relevante e de encontro aos vossos interesses. As restantes publicações aparecem depois das prioritárias.

Organizar a casa de banho | Cremes antigos, produtos de maquilhagem do tempo em que ainda era criança, elásticos sem força, ganchos partidos, caixas de lentes de contacto espalhadas por todo o lado e mais um sem fim de produtos que só serviam para acumular espaço, pó e humidade na minha casa de banho. Identificam-se? Quantos produtos usamos, realmente, no nosso dia-a-dia? A casa de banho foi a que sofreu a maior mudança. Mais de metade do que lá tinha foi embora. Organizar os meus produtos permitiu-me poupar mais tempo nas minhas rotinas e ter mais consciência daquilo que realmente necessito, todos os dias.

Rever os follows no Instagram |  Embora o Instagram seja a conta onde faço limpezas mais regulares, o novo algoritmo obriga-me a seguir apenas conteúdo que eu gosto mesmo — só assim é que eu posso não reclamar sobre toda a desorganização que a aplicação causa no meu feed. Uma vez mais, seguia contas e contas com que já não me identificava, ou que tinha seguido por causa de giveaways. Sinto que, de todas as redes, o Instagram é a rede onde as pessoas mais levam o unfollow a peito, mas acho que realmente é importante limparmos e ficarmos com as contas que nos dizem algo. Nos meus critérios, fazem parte as contas que me inspiram, contas com muita personalidade e contas das minhas pessoas (que enquadram-se perfeitamente nos dois grupos anteriores, também). Temos de aprender a desprender do que já não nos acrescenta e não nos estimula. As redes sociais são mesmo isso: apenas redes. Onde nos conectamos com o que nos interessa e entusiasma. E temos esse direito, sem cobranças ou ferimentos. Liguem-se ao que vos desperta e compreenderão o quanto as redes sociais podem ser um mundo saudável e equilibrado. Sem culpas nem deveres.

Estas foram as minhas seis limpezas. Espero que vos incentive a fazerem as vossas!

8 comentários:

  1. Honestamente vou ter que fazer isso. Principalmente no meu roupeiro... já está num ponto, que já não tem ponta que se lhe pegue. E só faz bem! Até porque por norma, dou a minha roupa toda!

    ResponderEliminar
  2. Ando a fazer exactamente a mesma coisa a nível digital - mas aos poucos! Quando algo ou alguém que não me diz nada aparece - unfollow/unfriend (confesso que não vou pela metade, mas não é pessoal ahah). É impressionante como acumulamos informação que não nos diz absolutamente nada.

    Já com a roupa...ainda não tenho esse desapego :p

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Limpezas... Tão essencial!

    Obrigada pela inspiração :)

    ResponderEliminar
  4. Estou perplexa com o quão semelhantes somos nesta coisa das Limpezas. Faço-as a todas com alguma regularidade. O meu feed do facebook foi das primeiras coisas que limpei em tempos e, desde aí, vou fazendo um check up, sendo que tenho de fazer um muito em breve aos amigos. Quanto ao Instagram, faço-o de forma sistemática: estabeleço semanas em que não vou seguir ninguém sem antes rever as pessoas que sigo, porque, nos deixamos de identificar com determinadas contas ou já temos demasiadas do estilo.
    No armário, mantenho este actualizado semestralmente, é uma necessidade que tenho, nem sempre ponho roupa de lado, porque, continuo a usá-la e não cresço há 6 anos, porém, há peças que já não consigo ver em mim e sei haver pessoas que podem dar-lhes um novo lar e carinho.
    A nível de cosméticos, quase todas as semanas faço a ronda aos meus e registo mentalmente o que estou a precisar e aquilo que NÃO posso comprar por correr risco de só acabar de usar os produtos daqui a 10 anos.
    Acho mesmo importante este verdadeiro detox!!!!

    ResponderEliminar
  5. Da roupa faço exatamente a mesma coisa! E também tenho a regra de "se não uso há mais de 1 ano então é para doar". Quanto ao Facebook neste momento só o mantenho por causa dos grupos de trabalho (dá jeito porque lá divulgam eventos, congressos, novidades de leis e isso) e dos meus grupos de conversa com amigos. O Instagram também faço limpeza frequentemente. O novo algoritmo é uma chatice, quem me dera que voltasse a ordem cronologica (chega ao cumulo de me aparecer fotos com mais de 1 semana!!).
    Por onde anda a Sofia?-Instagram

    ResponderEliminar
  6. Fiz a limpeza dos amigos no facebook há pouco tempo, a próxima que tenho de fazer é a do feed. Tantas coisas que me aparecem e que não têm relevância nenhuma.

    ResponderEliminar
  7. A que tenho mesmo de actualizar é a dos amigos do Facebook, é incrível as pessoas irrelevantes que vamos acumulando com o tempo. E o feed também precisa de uma vista de olhos.

    https://batomebotasdatropa.blogspot.pt/

    https://batomebotasdatropa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Sou uma adepta de limpezas destas!! Graças a esta publicação, tomei coragem para eliminar certas pessoas no Facebook, e sinto que ainda há muito mais para organizar nesta rede!!
    O Instagram é, de facto, a rede onde mais atuo, tal como tu! Nunca perco a oportunidade e concordo imenso contigo, quando afirmas de que devemos optar pelas contas que nos inspirem!!

    LYNE, IMPERIUM

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)