sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

PRONTO A VESTIR || Mom Jeans


De todas as centenas de rostos mundiais, malta da Blogosfera, amigos e colegas que já vi a usarem e abusarem da tendência das mom jeans, a minha maior inspiração para procurar umas foi... precisamente a minha mãe. É uma daquelas imagens de marca que eu encontro quando passeio os meus olhos pelas suas fotografias dos anos 80. A minha mãe tinha um estilo muito descontraído, desportivo até, mas conseguia destacar o melhor de si e nunca perder a identidade nem os seus traços femininos. E as mom jeans eram, de facto, as calças da minha mãe.

Usava-as com as camisolas que, agora, encontro em qualquer loja. Brancas, cinzentas, azuis... todas com os símbolos dos seus clubes preferidos de basquetebol que, consequentemente, são os meus. Eram o seu bem precioso e tratava-as como filhas. E quando teve uma, de verdade, deu-mas como herança, que ainda hoje estimo com tanto carinho quanto ela.
O seu estilo descontraído combinava com ela; traços finos, altura e fisionomia de modelo, mas a cabeça viajava sempre para o campo. As mãos nos bolsos, sempre. Should I Stay Or Should I Go? a sua jam! E cada vez que eu olho para as suas fotos, são os acordes dessa música que eu oiço. Ela não tinha estilo; ela era estilo. Nos pés? All Stars ou Adidas. Era fiel às duas.

Era na sua imagem de marca que eu pensava, cada vez que procurava as minhas mom jeans. E encontrei-as.
No meio de tendências que já saturam — como os rasgões constantes, bainhas desfeitas, lavagens de ganga estranhas e proporções de palhaço Bozo —, encontrei as mom jeans. Clássicas, anos 80. Sem um único rasgão, numa lavagem normal, bainha direitinha e num corte feito para mulheres e não para palhaços. Umas calças iguais às da minha mãe. E, sorte a minha, sorte a nossa, encontrei-as e experimentei-as junto com ela, que disse, embevecida "pareces eu, quando tinha a tua idade". Oh, eu sei, mãe.


A moda só faz sentido assim; quando o nosso estilo e as nossas peças de eleição têm uma história, uma relação ou uma homenagem. Seja com quem ou o que for. Quando olhamos para uma peça de roupa e não vemos apenas aquilo que ela é — mais uma peça —, mas sim um legado, uma inspiração, uma história, um estilo. E nunca é um estilo qualquer. É o estilo que admiramos muito além do que a pessoa traz vestido.


Jumper — Bershka || Calças — Pull & Bear || Sapatilhas — Adidas

22 comentários:

  1. NUnca consegui roubar esse tipo de roupas à minha mãe mas existem outras coisas que consigo e realmente quando eiste uma ligação, émuito melhor - aliás, ficam-nos muito melhor!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As calças que estou a usar não são da minha mãe, ela é muito alta, não consigo roubar roupa nenhuma x)

      Eliminar
  2. Que linda homenagem à tua mãe, Inês. Consegui imaginar uma imagem da tua mãe e, caramba, como ela se pareceu contigo.
    Ah, já agora, as mom jeans assentam-te como uma luva.

    My Own Anatomy ✨

    ResponderEliminar
  3. Adoro o género e com esses Adidas calçados, podia perfeitamente ser uma fotografia de um qualquer album dos anos '80 e '90 :)

    ResponderEliminar
  4. A minha mãe também usava imenso esse tipo de calças :)
    Que publicação bonita! As calças ficam-te mesmo bem :)

    ResponderEliminar
  5. Acho que devíamos juntar este texto e o meu! Estou tão derretida com a descrição que fizeste do estilo da tua mãe... e com a forma como encaras o visitar os álbuns da juventude dela: eu também vejo muitas vezes fotos da minha mummy e admiro que ela se sentisse tão à vontade com todas as suas inseguranças, que sorrisse tão abertamente apesar dos problemas que a acompanhavam. A minha mãe também tinha umas quantas mom jeans e usava-as como ninguém (para cada uma de nós é especial de uma maneira diferente), também foi por influência que me rendi a esta linha nas calças de ganga e sempre foram as que me assentaram melhor, devido às coxas e anca mais largas e à cinta mais fina!

    Posso dizer que o meu palpite estava bem perto da verdade, ohhh ye!!!

    Já agora... essa camisola é linda, linda, linda... estou a ponderar seriamente adquiri-la eheh beijinhos :)

    ResponderEliminar
  6. Adoro mom jeans, mas ainda não consegui encontrar nenhumas que me ficassem totalmente bem devido à minha estrutura e largura óssea :/

    ResponderEliminar
  7. A minha mãe também usava mom jeans e eu agora não consigo usar outras calças. A publicação que fizeste está muito bonita e as mom jeans ficam-te mesmo bem - as da Pull & Bear são mesmo as melhores!

    Beijinhos,
    Catarina Pinho

    ResponderEliminar
  8. Eu e a minha mãe temos um tipo de corpo completamente diferente (quem disse que as raparigas acabam sempre como as mães? =P), pelo que nunca lhe pude roubar roupa, nem copiar o estilo, porque o que lhe ficava bem a ela nunca me ficaria bem a mim...

    Mas gostei de ler o teu texto (= e as fotos ficaram muito giras!

    ResponderEliminar
  9. Eu achava que não gostava de mom jeans! Mas realmente ficam-te a matar! Realmente é tão importante escolher as coisas pelo quão bem se adequam ao nosso estilo pessoal e ao nosso corpo.

    Que post tão ternurento ^^ Deste-nos uma descrição da tua mãe tão bonita, tão tangível... Eu derreto-me toda com post como este, cheios de amor.

    ResponderEliminar
  10. As calças que gostei minimamente também foram da pull!
    E, Inês, ando à procura dessas stan smith na cor que tens há séculos, por amor de todos os santinhos diz-me onde compraste! Pensava que só existiam em lojas online internacionais 😩

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foram-me oferecidas, Daniela, e pelos meus primos de fora. De facto, não te sei confirmar se existem em alguma loja física por cá :/

      Eliminar
    2. Pois, acho mesmo que não existem cá :( thankssss

      Eliminar
  11. Adoro peças que contem uma história! Eu tenho a sorte da minha mãe ter guardadas algumas peças dessa altura, que resgatei e atualmente uso. Estás muito gira nas fotos. Beijinhos
    Por onde anda a Sofia?-Instagram

    ResponderEliminar
  12. gosto imenso de mom jeans mas nunca encontrei nenhumas que achasse que me ficassem bem :/ essas são muito giras e ficam super bem com essa camisola!
    a minha mãe tem um estilo muito clássico, até me rio a imaginá-la de mom jeans e thirt :P mas as mães são todas fofinhas na mesma, independentemente do que usam <3
    adoro o teu blog! beijinhos :) https://ratsonthemoon.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Gosto imenso de ver as mom jeans mas não consigo encontrar nenhumas que me favoreçam e infelizmente não tenho nenhumas!!

    Beijinhos!!
    Black Rainbow / Instagram

    ResponderEliminar
  14. Que publicação incrível e mais amorosa.
    Também adoro este género de calças e estas ficam-te mesmo super bem, esses ténis também são mesmo giros :)

    ResponderEliminar
  15. Concordo tantooo com o último parágrafo!!!!! Ficam-te super bem e acho que é uma excelente aposta para o guarda roupa. Já aderi "à moda" há algum tempo e neste momento tenho duas, ambas sem rasgões e com bainhas direitas, as verdadeiras mom jeans, como costumo dizer. Curiosamente a minha mais recente aquisição também foram umas da pull and bear que parecem ser exatamente essas ahahahah
    Por mais publicações assim!

    ResponderEliminar
  16. Inês, help! Sabes onde comprar fatos de banhos giros e para os quais não tenha que vender um rim nesta altura do ano?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anónima, lamento, mas não faço ideia. Aliás, nem sequer uso fatos de banho. Não sou, de todo, a melhor ajuda para ti... Boa sorte! ;)

      Eliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)