quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

2017 || TOP17 Fotos do Meu Instagram

Há muito tempo que encarava o meu Instagram e desafiava-me, a cada ano, a "dar mais a cara". Eu nunca fui um rosto oculto, como muitas contas o são, é um facto. Mas sempre dei mais prioridade a outros rostos, paisagens, objectos e momentos.

Durante um scroll rápido e graças ao bestnine talvez pudessem dizer que a minha conta era um novo catálogo de vaidade; publiquei selfies; publiquei fotografias arranjada; publiquei fotografias dos meus visuais; publiquei fotografias onde não estava lá mais ninguém senão eu. Mas nunca as observei como vaidade e sim como a consequência de um enorme passo que fiz, durante este ano: perdoar, de vez, o meu corpo.

Não sou uma top model e tenho muitas imperfeições que me impedem de ser a miúda que faz os rostos todos virarem, numa festa. Acreditem que não o sou. Se precisarem de mais razões, uma colega de faculdade chegou a perguntar-me, um pouco tocada do álcool, "como é que consegues tirar fotografias tão bonitas de ti para o Insta? É que tu não é nada de especial e depois ficas gira". Não se zanguem com ela, até porque ela não está errada — embora este não seja o comentário mais simpático que se deva dizer a colegas —: eu realmente não sou nada de especial. E durante muitos anos isso devorou o meu espírito. Não queria ser um anjo da Victoria's Secret nem virar cabeças à minha entrada, mas era a primeira a tecer criticas — bem mais duras que a da minha colega — sobre a minha proporção corporal, o meu nariz, as minhas mãos, a minha cintura... Tudo. A minha imagem ao espelho representava guerra.

Esta revolta que vos relato já tem anos. Para terem uma ideia, eu decidi perdoar o meu corpo ainda antes de entrar na Faculdade. Já estou nesta batalha há muito tempo e sinto que, este ano, foi o ano em que finalmente concluí que está tudo bem comigo. Com o meu tamanho, com a minha fisionomia, com a forma como estou. E isso reflectiu-se na minha conta — porque o Instagram, para mim, continua a ser um reflexo do que sou, do que me apaixona e dos detalhes do meu dia —. Arrisquei mais na roupa, não escondi as minhas ancas, não tive medo de sair à rua de batom vermelho, senti-me bem com cortes diferentes e mais arrojados... Fui feliz! E acho que a presença de tantas fotos foi também uma consequência de permitir-me a ser mais observada e captada pelos olhares dos outros. Foi quase poético ir descobrindo, ao longo do ano, de que forma as minhas pessoas captavam as minhas expressões, os meus movimentos e observar a forma como eles me enxergavam. Porque o que é a fotografia senão uma forma de comunicarmos como observamos do mundo com os outros? E que melhor forma de sabermos como os outros nos observam senão deixá-los retratarem-nos?

Tudo isto para partilhar convosco que, sim, este ano o meu TOP está recheado de fotografias minhas. Porque são vitórias. Porque me senti absolutamente bonita nelas e porque admiro a forma como as minhas pessoas conseguem captar-me tão bem. E não há nenhum mal nisso. Mesmo quando não somos "nada de especial". Não há problema. Não há problema em partilharem fotografias em que sentem que estão bonitos. Não há problema em sentirem-se giros. E digam mais vezes "sim!" quando vos pedirem para apanhar numa foto. Observem-se no olhar dos outros e vão aperceber-se de que são muito mais especiais do que pensam. Porque as nossas pessoas nunca captam apenas o que somos por fora. De uma forma mágica e surpreendente, eles conseguem sempre apanhar a boa luz que temos dentro de nós. E, essa sim, é muito especial e jamais permitam que digam o contrário. Não existem pessoas fotogénicas por dentro, mas o que temos por dentro torna-nos muito fotogénicos. Já me seguem? — @innmartinsm —.


17.
Primeiro rasgão de luz do amanhecer- vista aérea
16.

15.

14.

13.

12.

11.

10.

9.

8.

7.

6.

5.

4.

3.

2.

1.

Qual é a vossa preferida?

18 comentários:

  1. Adorei, Inês! Tanto as fotografias,como (e especialmente) o texto! Há já alguns anos que encaro uma batalha semelhante à tua e ainda sem resultados tão evidentes e tão bons como os teus. Estas coisas levam tempo e há dias melhores que outros, como tudo na vida, como sabes. Às vezes tenho dias em que acho que nunca vou conseguir, mas tem sido uma luta diária e, com a ajuda preciosa da minha psicóloga, vou, com passos pequeninos, chegando onde é suposto chegar.
    Mas adorei a forma como expressaste o teu sentimento tão bonito em relação às tuas conquistas! Muitos parabéns por isso! Pode parecer uma coisa banal para uns, mas sei que exige muito esforço nosso mesmo para chegarmos a algum lado! Continua :)
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  2. eu adoro todas as tuas fotos, as que tu apareces e as que tu tiras. e acredita que fico muito, mas mesmo muito feliz com a tua vitória! obrigada por a partilhares connosco! :) pessoalmente adoro a fotografia 2, é amor.

    ResponderEliminar
  3. À parte dos teus retratos lindíssimos, a minha favorita é, obviamente tendo em conta que já começas a conhecer-me, a 13.! Captaste tão bem a zebra, quem me dera um dia estar assim perto de uma.
    Tanto a 9., como a 4., dão-me uma sensação de poder gigante, como se gritassem tudo o que escreveste na introdução - apesar de achar que estás maravilhosa, outstanding, flawless -: «Eu estou bem comigo, sinto-me bem com o que alcancei, sou bonita aos meus olhos, as minhas pessoas vêem o meu interior e continuam aqui do meu lado, eu posso, e não está nada de errado com isso!»
    A sério, Inês, agora com uma nota mais cabisbaixa, tu és uma inspiração tão grande para mim, deves ter noção da luta interior que vivo e ver-te a encarar assim a vida dá-me um novo alento!
    Um beijão miúda gira e doce <3

    ResponderEliminar
  4. És tão bonita, Inês, por dentro e por fora! E fico contente por, finalmente, o reconheceres em ti própria :)

    ResponderEliminar
  5. As fotografias estão incríveis e tu és super bonita. Confia sempre em ti! Mil beijinhos*

    ResponderEliminar
  6. Adoro todas as fotografias ;).Acredita mais em ti, e confia mais em ti e sempre!Isso vale sempre a pena.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Adoro todas as tuas fotografias! És uma verdadeira inspiração, e adoro quando vou ao insta e me aparecem fotografias tuas. Adoro!
    E de todas as que destacaste, embora adore as duas com a Belka, a minha favorita é a 10 :) Transmites muita paz nessa fotografia e estás tão simples, mas ao mesmo tempo tão bonita... Adorei :)
    E destacaria ainda a foto que utilizas aqui no Bobby Pins, também gosto bastante ;)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  8. A tua conta de Instagram é das minhas favoritas, porque é mesmo " Isto é tão Inês!". Mais um ano com fotos incríveis e inspiradoras.
    Tenho que discordar da tua colega. Eu não acho que tu não sejas nada de especial, e não estou a dizer isto só para te elogiar ou para escrever aqui um comentário bonito, estou a dizê-lo porque é verdade. Tu tens uma aparência muito bonita e diferente das tuas raparigas. Não sei explicar, mas tens uma beleza diferente do habitual. Tens umas sardas bonitas, um tom de pele bonito, um cabelo bonito, uma forma de sorrir bonita... Não tens uma aparência vulgar, portanto não percebi essa afirmação da tua colega.
    Bem, falando das fotos, obviamente que as fotos em que tu apareceste foram as minhas favoritas. Nota-se que este ano arriscaste mais e foste mais arrojada. A 6 e a 4 são as minhas favoritas. Quanto às outras, gosto muito da 16, 14 e da 11.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  9. Esperei um ano inteiro ansiosa para ver os teus TOPs

    ResponderEliminar
  10. Inês, UAU. Quando este top saiu fui ver, por curiosidade, os dos anos anteriores... e uau, que evolução! As tuas fotografias estão lindas e nota-se bem o grande progresso que fizeste. Deve ter existido muita dedicação da tua parte, parabéns :) (acrescento que, como pessoa que adora fotografia mas não tem jeito nenhum, a tua evolução me dá esperança :)

    ResponderEliminar
  11. Que fotos lindas, nem consigo escolher as minhas favoritas. Não sei como te podem ter dito que não és nada de especial, porque és uma pessoa inspiradora e, deixa-me que te diga, muito bonita (Adoro as tuas sardas)
    Por onde anda a Sofia?

    ResponderEliminar
  12. As tuas fotografias andam a ganhar um encanto transcendental, acredita! Não dá para escolher apenas uma, visto que todas elas são especiais e únicas, tão tuas e reflectoras de todo o percurso enquanto um ser humano! Posso não ter uma para enumerar, mas deixa-me que te diga que adoro quando partilhas um retrato teu, que normalmente casas com uma descrição inspiradora!!
    Beijinhos,

    novo blogue: IMPERIUM

    ResponderEliminar
  13. A minha parte preferida é sempre a consciência que tens de ti, a maturidade com que falas e a forma como reparas imperfeições também nossas. Sim, porque é ao lermos o que tens para nos dizer sobre as tuas reparações que nos reparamos. Tenho a certeza que todas nós, sendo mulheres (especialmente jovens mulheres, adolescentes algumas), beneficiamos muito em ter-te assim tão acessível nesta plataforma, Inês. Estás bonita. Sabes ser bonita e isto é "ser tudo de especial". Um ganda ano novo para ti <3

    ResponderEliminar
  14. Não há nada como aceitarmo-nos, fico contente que tenhas percebido e começado a aceitar-te da forma como és, sem te julgares de cada vez que estavas em frente ao espelho. É importante e é um grande passo e uma enorme vitória que deste este ano. Parabéns por isso.
    Das fotos que vi, desde que te comecei a acompanhar por cá, acho que és mesmo muito bonita. Tens uma beleza diferente, não sei explicar. E não o digo porque fica bem ou porque pronto, acho mesmo que és uma menina muito bonita e com um coração enorme.
    Relativamente às fotos, estão mesmo fantásticas. Gostei especialmente da 13, da 9 e da 1. Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  15. AH Inês. Teria tanto a dizer sobre este tema! Mas para não me alongar em lamúrias, devo só dizer que a tua amiga tem uma boca demasiado grande - porque isso não se diz, mesmo que seja verdade - e uns olhinhos a precisar de óculos ahah :) vá, fora de brincadeiras, acho honestamente que és especial sim, tens uns traços lindos - há algo de "angelical" (?) em ti que te dá uma beleza pura e crua, fora dos padrões da girl next door, sim, mas que te dá um ar leve, bonito e genuíno. E, caramba, se isso não é bonito, não sei o que é :) e o facto de te aceitares e gostares de ti como és só dá um up nisso tudo, é maravilhoso!

    Eu adorei ver estas tuas aparições pela tua conta de instagram. As tuas fotos são sempre tão bonitas! Tão tu :) <3

    Jiji

    ResponderEliminar
  16. É impossível escolher uma favorita porque todas elas são incríveis e cada vez mais o teu instagram está a melhorar.

    ResponderEliminar
  17. Acho que as tuas fotografias ficam especiais porque refletem o teu interior e aquilo que transmites às outras pessoas. Não se trata de beleza, mas sim de espírito (:

    ResponderEliminar
  18. Que maravilha ler uma publicação tão honesta, como já nos habituas-te, e com tanto amor-próprio. Confesso-te que nas minhas resoluções de ano pretendo finalizar este processo de aceitar o meu corpo. E o mais engraçado é que talvez seja por motivos opostos aos teus. Nunca quis ser uma modelo de virar cabeças. Pelo contrário. Sempre tive um ideal de beleza distinto, no entanto, o meu corpo é cheio de curvas avultadas e isso sempre fez com que olhassem para mim com olhos que comem. E incomodava-me. Até que aceitei essa minha sensualidade de forma a que não me incomode tanto. Sem me esconder.
    Até brinco com a coisa, mas talvez ainda não o faça sem qualquer receio.

    Mais uma vez, como é bom ler-te assim.

    ❥ Biju da Ju,
    juvibes.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)