quinta-feira, 2 de novembro de 2017

EVENTOS || Showcase Anavitória 2017


Quando partilhei convosco o meu amor por Anavitóriaestava longe de sonhar que ia assistir a um concerto delas, ainda este ano. Os concertos que tinha marcados na agenda, ao longo do ano, já tinham acontecido e, nesse campo, já tinha encerrado festividades. Aliás, achava totalmente improvável que conseguisse estar presente num concerto delas em Portugal tão cedo, uma vez que não eram assim tão mediáticas por cá. Até que lançaram, de novo, a Trevo (Tu) com o Piçarra e o caso mudou de figura.

O concerto foi em formato de showcase, na Fnac do Chiado, mas antes disso já tinham passado pelas Fnacs do Porto e, já em Lisboa, pelo Colombo. Esta era a última paragem e, em todas, a entrada era gratuita. 
Na verdade, tenho de agradecer ao Melvin (recordam-se dele?), que se lembrou de mim, partilhou comigo o evento e que acabou por ser a minha super-companhia para assistir ao concerto.

Algo que me deixou bastante feliz, neste evento, foi o facto de ter conseguido assistir a um concerto delas neste formato; a sala de shows da Fnac é minúscula, o que garantiu um concerto intimista, com imensa interacção entre a dupla e o público (com imensas partilhas de histórias e sorrisos, olhares, corações, piadas com as pessoas que estavam a assistir) e era precisamente assim que eu sonhava ouvi-las ao vivo. Com proximidade e interacção. A entrada gratuita apenas tornou toda esta oportunidade ainda mais imperdível e o lugar onde fiquei foi um privilégio.

Mentalizei-me de que ia ser um concerto curtinho e estava preparada para que cantassem três músicas e fossem embora, mas a verdade é que cantaram mais de metade do álbum (incluíndo a minha música preferida, "Tua") e foi uma hora de puro encanto. A vantagem de ainda estarem a desbravar por cá é que as pessoas que estavam lá eram tão fãs como eu, o que resultou num espectáculo incrível em que todos sabíamos as músicas de cor e as cantávamos a plenos pulmões - eu, pelo menos, cantei-as dessa forma -. Arrisco-me a dizer que as vozes, ao vivo, são ainda mais deslumbrantes e fiquei derretida com a doçura e genuinidade da Vitória (da esquerda, na fotografia). No final, ainda houve direito a sessão de autógrafos e fotografias.

Foi perfeito e saí de lá com vontade de ficar mais três horas a cantar com elas músicas que tocam a fundo no meu coração. Um dos meus concertos preferidos de sempre, onde saí de lá radiante e grata por ter tido esta oportunidade, que julgava estar tão distante. Foi uma das melhores surpresas deste ano.

3 comentários:

  1. E eu que só as conheci agora com a Trevo! Têm mesmo uma aura boa (ouvi-as na Comercial e foi um deleite). Estou a ver que tenho que explorar mais a música delas!

    Jiji

    ResponderEliminar
  2. Que sortuda, ainda por cima foi de graça!
    Conhecia-as através de ti, e tenho adorado ouvir as músicas delas, são tão especiais e apaixonantes :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)