segunda-feira, 6 de março de 2017

SAÚDE || Consulta do Viajante e Vacinações Internacionais

A consulta do viajante é um dos cuidados a ter no planeamento de uma viagem para destinos que apresentam, no seu ambiente, adversidades para as quais o nosso organismo não está preparado para combater. Geralmente, são privilegiados destinos não pertencentes à Europa e a consulta tem como objectivo - entre tantos outros que já vou referir - proteger-vos de doenças como a Malária, Febre Amarela, Febre Tifóide ou até Hepatite, por exemplo.
Este é um assunto que eu considero relevante porque quase ninguém do meu círculo sabia sequer da existência de uma consulta específica para cuidados a ter em viagens para determinados destinos. Quando a referi, ninguém sabia o que era. 

A consulta é realizada por médicos especializados em doenças infecciosas e em medicina tropical, ou seja, não a podem realizar através de um médico de família, por exemplo - outro erro comum. O médico especializado irá partilhar convosco dicas de alimentação e comportamento e ainda receitar vacinas e/ou medicamentos, tudo adequado ao vosso destino de viagem. Existem algumas vacinas e medicamentos obrigatórios consoante - sempre! - o vosso destino de viagem e os aconselhados pelo médico. Não existe uma vacinação/medicação padrão; tudo varia mediante o vosso género, idade, estado de saúde e até histórico de viagens.

É muito importante que marquem esta consulta assim que marcam as vossas passagens porque cada inoculação requer o seu tempo para desencadear uma resposta do vosso corpo. De nada vos serve vacinarem-se na véspera do vosso embarque. A consulta deve ser marcada com bastante antecedência para que possam regularizar todas as vacinações e medicações com o vosso médico, da forma mais eficaz possível.

Um outro ponto importante da consulta do viajante e das vacinações é que requer custos que, se não estão a par da existência dos mesmos, não vão estar preparados para os suportar. Este deve ser um dos factores que devem considerar na hora de fazer o orçamento de uma viagem. Além de contarem com o custo das passagens, reservas de hotel, separarem dinheiro para museus, experiências, excursões, restaurantes e souvenirs, devem também considerar o custo de uma consulta e das receitas das vacinações internacionais e medicamentos (que não são baratas, adianto). 

E se tudo isto não vos convence, considerem: é obrigatória em muitos destinos. É exigido, no aeroporto, a apresentação de um boletim específico com as vacinações internacionais necessárias. Caso não o apresentem, voltam para casa e encaram umas férias estragadas.


Obrigada Ana, por me recordares da relevância deste tema!

10 comentários:

  1. Foi precisamente no blogue da Ana que me informei melhor sobre este tema. Confesso que sabia muito pouco e uma vez que o tema é a Saúde e o nosso bem-estar, nunca é demais ler mais um pouco sobre o assunto :)

    ResponderEliminar
  2. De facto é um assunto muito relevante que pouca gente leva a sério. Obrigada pelo post Inês :)

    ResponderEliminar
  3. Inês :) É mesmo importante falar-se desta consulta! Também conheço imensa gente que não fazia ideia da existência de uma consulta para este fim. E também conheço quem desvalorize a questão da saúde em viagem, o que me faz alguma confusão. A nós resta-nos dar a conhecer e incentivar as pessoas a ter cuidados em viagem :) E pelo valor da consulta no SNS, não há justificação para não a fazer!

    ResponderEliminar
  4. Só há pouco tempo ouvi falar sobre isto pela primeira vez, mas também ainda não precisei de me informar porque nunca viagem para nenhum país "de risco". Acho super importante e sem dúvida que vou tratar disso se um dia precisar. A nossa saúde é o mais importante. Obrigada pelas informações :)

    Automatic Destiny

    ResponderEliminar
  5. Nunca fui a uma pois os destinos para os quais viajei não o justificaram mas a minha irmã teve que ter algumas precauções quando fez voluntariado na Índia.

    ResponderEliminar
  6. Este tipo de letra fica esquisito ao ler o blogue, Inn! :/
    Não podias mudar, sff?

    ResponderEliminar
  7. Sabia que era importante ir ao médico quando decidimos viajar para determinados países, mas desconhecia o facto de haver uma consulta própria! Sem dúvida de extrema importância!
    Boa semana, beijinho, Ana Rita*

    ResponderEliminar
  8. Eu nunca sai da Europa portanto nunca precisei. Nem sabia que existia mesmo consultas especificas para isto. Achava que ias ao médico normal e depois ias sei lá ao instituto de higiene e medicina tropical e problema resolvido xD Acho estes posts informativos excelentes e importantes ^^ Um dia que queira destinos mais exóticos já sei como proceder!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)