quinta-feira, 2 de março de 2017

EVENTOS || Até 2018, Carnaval!

Mais um Carnaval se passou e, confesso, não o comecei com a adrenalina habitual. A alegria estava em baixo, a vontade de dançar e cantar também e, devido aos acontecimentos tristonhos recentes, nem tempo - ou vontade - tive para avançar com as minhas máscaras de Carnaval. Concluindo; era sexta-feira e não tinha uma única máscara de Carnaval.

Para mim, o Carnaval começa sempre com o corso da pequenada. São sempre tão criativos e originais, é maravilhoso ver o que estas escolas conseguem fazer nas aulas - eu sei porque, também eu, há muitos anos fazia estes disfarces com as minhas turmas -. Brinquedos e Brincadeiras foi o tema este ano (maravilhoso porque é abrangente o suficiente para a criatividade trabalhar) e apareceu de tudo: cartas de UNO, puzzles, polícias e ladrões (brincadeiras, percebem?), soldadinhos de chumbo com bailarinas cor-de-rosa, trolls, peças de Xadrez, o elenco do Toy Story, Gameboys... Ideias não faltaram e pormenores também.

Pela primeira vez em muitos anos, São Pedro fez as tréguas com Torres Vedras e não choveu. Bom, pelo menos de noite. A minha animação não estava no alto mas encontrei o grupo certo para entrar no espírito. É impossível não querer festejar quando temos um namorado atencioso, amigos incríveis e um primo que faz a festa por todos. 

Foi mais um ano de quarto em pantanas com perucas por todo o lado e algazarra à uma da manhã para fazer maquilhagem, emprestar collants, experimentar disfarces, autorizar que os rapazes utilizem aquele vestido velho, fazer sessões de laca no cabelo e desencantar acessórios que desenrasquem e ajudem na consistência do disfarce. Arrisco-me a dizer que uma das partes mais giras do Carnaval é a fase de vestir os disfarces. É aquele rebuliço de estarmos seis no mesmo quarto com roupas a voar por todo o lado, pessoas a entrar já completamente transformadas e onde temos de parar tudo o que estamos a fazer para rir daquele momento ridículo, é a execução da maquilhagem ideal, de ajudar os rapazes a fazer mamas falsas, de os ensinar a puxar leggings - e é também o momento em que percebem a razão pela qual as raparigas adoram tanto, porque "meu Deus, isto é tão confortável!" -, de precisarmos de três pessoas ao mesmo tempo para ajudar a amiga do cabelo juba a enfiar uma peruca. É isto que cria o espírito folião e divertido.

Este ano falou-se muito sobre segurança no Carnaval e acho que os corpos responsáveis pela segurança responderam à altura com os camiões. Muita gente não compreendeu a existência dos mesmos e achou que era uma mensagem a quem tentava estacionar no interior das vias cortadas mas não podiam estar mais incorrectos. Não me senti insegura neste Carnaval - nunca me senti em ano nenhum, para ser muito honesta - e o ambiente era o familiar de sempre. Mascarados por todo o lado, Matrafonas atrevidas e engraçadas, praças cheias a cantar os refrões parolos que todos conhecemos e energia inesgotável. Surpreendentemente, dancei muito, cantei muito, ri muito e aproveitei de coração cheio a companhia das minhas pessoas. 

Médica espacial, Ursinho Carinhoso e Karl Lagerfeld foram os meus fatos deste ano - todos eles arranjados à pressão porque, como vos disse, não tinha máscara, portanto, foi um exercício de ir ao baú e ser recreativa - e estive ali pelas minhas ruas de sempre a participar neste que é o melhor Carnaval português.

Termino o Carnaval já com uma saudade apertadinha e com um sentimento de gratidão por me ter deixado mais feliz. Digo e repito, vezes sem conta: o Carnaval de Torres é inigualável e inesquecível. E merece visita obrigatória para amantes de experiências e aventuras divertidas. Este ano foi a estreia para dois amigos meus, que abominam Carnaval. Terminaram esta aventura com confirmação de presença para o próximo. Até para o ano! 

4 comentários:

  1. Gostava de um dia ir ao Carnaval de Torres só para saber se é assim tão fixe como o pessoal conta ahah
    Btw, quando saem os Favoritos? Preciso IMENSO de ler os teus favoritos, Inês! Os teus favoritos são um dos melhores da blogo :)

    ResponderEliminar
  2. Espetacular! Também eu abominava e este ano foi especial :)

    Beijinho ♥

    http://cristiana-tavares.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Gostava mesmo de passar um Carnaval em Torres - se já adoro o de Ovar, imagino esse! E é tão bom que tenhas dado a volta, em boa companhia. O Mundo a provar que há sempre um motivo para sorrir :)

    Jiji

    ResponderEliminar
  4. Nunca fui muito de festejar o Carnaval mas a tua alegria e a satisfação e felicidade que transmites faz-me acreditar que estou a perder muito! Na minha zona nao se celebra particularmente e é uma pena!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)