quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

XMAS VEGGIE CHALLENGE || Rissóis de Cogumelos e Anéis de Cebola

Quando a Nádia me convidou para este desafio, eu soube imediatamente quais as receitas que queria experimentar. Aliás, uma delas já é tradição familiar para entradinhas e refeições despreocupadas, mas achei que vocês também iriam gostar de ficar com a receita, portanto, decidi partilhá-la com vocês.

Antes de partir para os pormenores mais técnicos e meter as mãos na massa, tenho de admitir que foi mais divertido do que pensava e que me saí melhor do que estava à espera. Como os meus leitores mais assíduos sabem, eu não temo mão de cozinha, eu queimo tudo, eu não acerto e nunca nada fica como nos livros de receitas. Sou um desgosto a cozinhar e uma esquisita a comer. Mas, para este desafio, tudo saiu bem à primeira, portanto, posso dizer-vos que estou muito orgulhosa do meu feito. Mas tenho de admitir que contei com a ajuda de umas mãozinhas muito especiais... As do João! E este detalhe vem mesmo a propósito de vos referir que as minhas duas sugestões de receitas permitem precisamente isso: a participação das crianças, por envolver passos em que elas podem ajudar sem comprometerem a sua segurança (queimarem-se ou cortarem-se). Isso permite que elas se divirtam convosco, que participem nas rotinas familiares e que também ganhem uma familiaridade com os alimentos ainda no seu estado cru (sabiam que este é um dos truques para não existirem esquisitinhos como eu?)

As minhas receitas foram escolhidas a partir de um livro de receitas chamado "40 Receitas Saudáveis e Sustentáveis" e pertence à Eurest Portugal. O livro foi-me oferecido durante o meu percurso de estágio e é espantoso, dividido em três capítulos: um em que as refeições têm como elemento principal as leguminosas, Choose Beans, outro com refeições vegetarianas, Choose Veg, e outro com o aproveitamento integral dos alimentos (como cascas, por exemplo).

E as receitas? Perguntam vocês. Hoje apresento-vos Rissóis de Cogumelos e Anéis de Cebola. E a vantagem de isto ser em blogue é que não têm de escrever tudo à pressa como na televisão, em que os ingredientes passam durante um minuto!

Rissóis de Cogumelos (4 doses)
Para a Massa
| ÁGUA - 500 ml
| MANTEIGA - 100 g
| FARINHA DE TRIGO SEM FERMENTO - 500 g
| LIMÃO - 1 unidade
| SAL - q.b.

Para o Recheio
| ALHO FRANCÊS - 165 g
| COGUMELOS FRESCOS - 200 g
| MANTEIGA - 40 g
| FARINHA SEM FERMENTO - 40 g
| LEITE DE SOJA - 300 ml
| PIMENTA - q.b.
| NOZ MOSCADA - q.b.
| PÃO RALADO - 125 g
| ÓLEO PARA FRITAR - q.b.
| AZEITE - q.b.

Alergénios: Glúten; Soja

Massa
Num tacho, coloquem a água, manteiga e duas cascas de limão. Temperem tudo com sal e deixem ferver. Quando estiver no ponto de fervura, juntem a farinha toda de uma só vez. Comecem a mexer muito bem até que consigam descolar a massa do fundo. Por fim, polvilhem na bancada uma fina camada de farinha (para que a massa não pegue) e transfiram a massa para lá. De seguida, a parte divertida! Amassem-na com as mãos até que fique sem grumos (e descarreguem a raiva do dia lá também!)

Recheio
O primeiro passo é refogar, numa frigideira, o alho francês cortado às rodelas e os cogumelos laminados, com azeite. Temperem com sal e deixem os ingredientes saltear até que percam a água. Juntem a manteiga, envolvam e, quando estiver derretida, juntem a farinha. Mexam muito bem e adicionem, aos poucos, o leite. Temperem com noz moscada, pimenta e sal a gosto. 
É muito importante que percam o vosso tempo a mexer este recheio e que não apressem a sua cozedura, para que o recheio não fique com sabor a farinha! Mexam muito bem e vão provando repetidamente até que sintam que o sabor está no ponto.

Com a ajuda de um rolo, estendam a massa e coloquem uma colher de recheio. Envolvam o recheio com a massa e, com um copo, façam o formato do rissol. Para substituir o clássico pincelar do ovo no rissol para juntarem ao pão ralado, eu fiz o processo com o leite e o resultado foi igual. E depois é só fritar!



Anéis de Cebola (4 doses)
| CEBOLA - 600 g
| FARINHA COM FERMENTO - 180 g
| SAL - q.b.
| PIMENTA PRETA - q.b.
| FARINHA MAIZENA - 30 g
| LEITE DE SOJA - 250 ml
| ÓLEO PARA FRITAR - q.b.

Alergénios: Glúten, Soja

Depois de lavadas e descascadas, cortem as cebolas em rodelas grossas e separem-nas em anéis. 
Numa taça, misturem a farinha com fermento, sal e pimenta preta e, à parte, misturem a farinha Maizena com o leite. Juntem a mistura à taça com farinha com fermento, sal e pimenta e mexam muito bem.
Por fim, mergulhem os anéis da cebola nessa massa e fritem-nos até que fiquem dourados.

E já está! O resultado final ficou assim e, como já vos disse, fiquei muito orgulhosa de ter conseguido chegar ao fim deste desafio sem queimar a minha casa. Os Rissóis de Cogumelos foram uma estreia, nunca antes tinha provado e são ideais para esquisitinhos porque o recheio está completamente oculto pela massa. Mas, a nível de sabor, não foram muito surpreendentes. Tenho um grande problema, em qualquer competição de rissóis: não há nada melhor do que os rissóis de camarão da minha avó. Nada. E, portanto, apesar de estes rissóis serem bons, eu iria inclinar-me muito mais para os de camarão, sem pensar duas vezes. Não me interpretem mal, porque são bons. Não vão encontrar sabores esquisitos nem são enjoativos. São realmente bons mas não têm um paladar forte como os de pescada e camarão e, se são fãs desses, são capazes de exigir demais destes rissóis. Mas não deixam de ser uma alternativa fantástica - e saborosa! - para umas entradinhas diferentes!

Já os Anéis de Cebola, são um clássico cá por casa. Fazemos anéis em quase todas as festinhas, entradinhas, o que for. Até quando fazemos serão de filmes em casa, preparamos uma taça de anéis. Porque são completamente rápidos de fazer e aquele preparado não dura mais do que cinco minutos. É extraordinariamente rápido e ideal para quando combinam um jantar inesperado e não sabem o que meter logo na mesa para entreter os convidados. Plus, é vegan, portanto podem fazer as barrigas dos vossos amigos vegetarianos (ou mesmo vocês, que são vegetarianos) felizes! A massa é muito estaladiça e sentem mesmo o sabor verdadeiro da cebola, é a combinação perfeita. Por aqui já não vivemos sem onion rings, especialmente uns tão fáceis de fazer. E como a cebola não é um verde, eu sou feliz a comê-la sem problema nenhum.

Penso que, enquanto Representante dos Esquisitinhos, fiz sobressair o meu ponto: é possível comer comida vegana e ser esquitinho. Com mais esforço, mais truques e mais contorno, mas podemos ser felizes e esta alternativa, embora envolva fritura, não deixa de ser uma alternativa mais saudável a muitas das entradas que optamos. Uma vez mais quero agradecer à Nádia pelo convite e espero que vocês tenham gostado e que sintam curiosidade de recrear as receitas!

Fotografias da minha autoria, por favor, não as utilizar sem autorização prévia
Tanto a listagem de ingredientes como a descrição dos passos foi transcrita e adaptada a partir do livro "40 Receitas Saudáveis e Sustentáveis" da Eurest Portugal

6 comentários:

  1. Nenhuma das opções serve para mim, confesso :/
    Só um pequeno reparo: no título dizes "rissóis de camarão" mas na receita indicas "rissóis de cogumelos" :)

    ResponderEliminar
  2. É a força do hábito, já está corrigido, obrigada! :)

    ResponderEliminar
  3. Ai que bom aspeto! Nunca comi rissóis de cogumelos :)
    Um beijinho!!

    ResponderEliminar
  4. Ai que bom aspecto, talvez tente também!

    ResponderEliminar
  5. Nhami! Comia cada uma das opções na boa :) Parecem deliciosas. Estiveste à altura, Inês :)

    ResponderEliminar
  6. Que bom aspecto! Confesso que não fui tão longe e simplesmente adaptei uma receita que já conhecia substituindo um artigo por um vegan.. MAs também me saiu muito bem (ao ponto de j+a ter sido despachado)
    Por onde anda a Sofia?

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)