terça-feira, 6 de dezembro de 2016

DAILY || De: Mim (é mesmo minha)


Este Natal, pela primeira vez, todos os presentes que comprei vieram do resultado dos meus frutos de trabalho, do meu ordenado, das horas que investi no meu emprego. Para muitos é já uma tarefa comum e talvez já nem se lembrem como era antes mas, para mim, este é um grande marco na minha autonomia.

Os meus presentes eram comprados com as poupanças das minhas mesadas, de dinheiro que me davam no aniversário e que eu guardava para amealhar, era dinheiro que vinha sempre de uma forma espontânea dos outros. Mas este ano, é inteiramente meu. É dinheiro que não existiria se não tivesse saído de casa todos os dias para trabalhar. E isso tem um sabor diferente.

Torna-se especial por me permitir a surpreender as pessoas que amo com presentes com mais qualidade. Certo, o presente não é tudo e o Natal não se resume a presentes. Mas saber que posso dar algo melhor às pessoas que me fazem feliz todos os dias do ano é uma sensação indescritível. Porque finalmente posso retribuir da forma que merecem, sem ter de fazer contas à poupança, sem apertos no final do mês, sem sacrifícios. 

Sempre me disseram que o primeiro ordenado era muito difícil de guardar. Que a explosão de alegria por vermos tantos números no talão do multibanco é tal que nos permitimos a mimar-nos de uma forma explosiva e que a tentação de gastar é enorme. E que no segundo ordenado, é mais fácil de controlar. Mas a verdade é que o meu primeiro ordenado foi dedicado inteiramente às pessoas que amo de coração inteiro e, embora não tenha comprado uma única coisa para mim, escolhi a dedo os miminhos que queria para cada um deles, debaixo da árvore. E este poder de escolha, esta independência, esta sensação de que é mesmo um presente vindo de mim, deixa-me muito feliz e orgulhosa. 

9 comentários:

  1. É uma sensação muito boa! :)
    Parabéns querida! E ainda melhor é, podermos mimar quem mais gostamos!

    GIVEAWAY da NYX a decorrer no blogue!
    http://glamourandsparkletrends.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. É um marco sem dúvida de extrema importância. Grita um pouco a independência que, a cada dia que passa, ganhas cada vez mais. Não deixes que descurem este momento. E, como não podia deixar de ser, escolheste gastar algo tão significativo nas tuas pessoas. Mais uma prova de que tens um coração muito bonito.
    Compreendo que o tenhas feito, afinal, sinto sempre que os mimos que dou à minha família foram eles próprios que se ofereceram, uma vez que o dinheiro veio deles e eu apenas escolhi a prenda. Não desvalorizo o facto de lhes estar a dar qualquer coisa, mas recebo sempre um comentário do género "Devias guardar este dinheiro para a tua vida futura". Acredito que com o primeiro salário vão dizer a mesma coisa, mas já não vão ter tanto peso ou poder de opinião quanto ao dinheiro, porque, como dizes, esse terá sido inteiramente conseguido por mim.
    Por isso, compreendo cada sílaba do que escreveste. PARABÉNS Inn. Pelo primeiro salário, pelo sucesso no trabalho, pelo coração quente.
    Beijinhos 😙

    ResponderEliminar
  3. Eu tive o meu primeiro emprego apenas este Verão, e fui despedida à poucas semanas atrás... Confesso que ainda estou naquela fase em que os presentes que compro são com as ditas poupanças e mesadas, mas nunca conseguimos dar aquilo que pretendemos com esse dinheiro... Falo por mim :/
    Espero brevemente alcançar isso que conseguiste alcançar, que parecendo que não, é super especial :)
    Beijinho,

    BLOG thesandrafaela || instagram || facebook

    ResponderEliminar
  4. Este ano, também estou a ter essa sensação pela primeira vez, e é tão mas tão gratificante! Sei bem como é que te sentes :)

    ResponderEliminar
  5. É uma sensação muito gratificante, e está de parabéns por ter alcançado esta meta :)

    Beijinho <3

    Lina Soares
    Trinta por uma linha

    ResponderEliminar
  6. Estou desejosa de ter essa experiência.
    Comprar presentes para as pessoas que gosto com o meu próprio dinheiro.
    dailyvlife.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Compreendo perfeitamente o que descreveste. A primeira vez que ofereci presentes de Natal foi com dinheiro do meu primeiro ordenado. E é tão gratificante. :)

    ResponderEliminar
  8. O primeiro ordenado é sempre o melhor. Melhor ainda é receber o subsídio de férias nesta altura.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  9. É uma sensação de independência muito boa! Quando comecei a ganhar o meu dinheiro também sentia isso.

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)