sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

2016 || TOP16 Aleatório


Posso partilhar algo convosco? Este é o meu TOP preferido de fazer. Porque não tem regras ou limites, sabem? Pode ser sobre o que eu quiser e desejar escrever. Este é um TOP que pode ir desde aquele objecto que nunca me faltou no dia-a-dia, até um que me marcou, num só segundo, pelo ano inteiro. Pode ir desde a aplicação mais útil à peça de roupa mais confortável. Este TOP é uma tela em branco que adoro pintar, no final de cada ano. Prontos para a minha selecção?

Top organizado por ordem alfabética - clica nos subtítulos para teres acesso a uma imagem/publicação dedicada

Foi a minha companheira verdinha durante todo este ano e foi o meu disco externo. Lá, registei tudo, desde ideias para o blogue às datas das minhas últimas frequências, desde encontros muito ansiados até datas limite de entregas de trabalhos. Se não estava escrito na minha agenda, a memória eliminava, de todo, o evento. Já não vivo sem anotar todos os meus compromissos e ideias e a agenda foi prática e positiva com as suas mensagens queridas e inspiradoras no canto das páginas, que me faziam sempre sorrir ao olhar para uma nova semana.

Pelo meu aniversário, recebi este casaco e, finalmente, entrei na tendência dos casacos-roupão. E A-DO-RO! É dos melhores casacos que tenho na minha arara. Quentinho, aconhegante, comprido e trendy, faz as minhas delícias no Inverno, dado a sensação de que continuo dentro de um pijama, sem comprometer o bom gosto. Sem que saio com ele à rua, as minhas pessoas invejam-se pelo meu conforto e por ter um corte tão bonito. É o melhor dos dois mundos e já não consigo largá-lo. Especialmente quando combinado com a minha mala rosa da Parfois. Sinto que consigo conquistar o mundo!

Sendo uma miúda tão ligada à música, era impossível não partilhar aqui o meu álbum de 2016. O regresso tão amado da minha doce Yuna, com uma música mais inesquecível que a outra, que me fez tanta companhia nos momentos mais diversificados e cujas letras são sempre tão bem pensadas. Este foi o álbum que mais me fez sorrir, em 2016.

Este ano rendemo-nos, cá em casa, às maravilhas do mundo Dolce Gusto. Só tínhamos a máquina da Nespresso e eu não lhe dava qualquer tipo de uso, porque não bebo café. Foi com a chegada da Dulce Gusto que vivi o mundo das cápsulas e dos mil e um sabores. E foi genial.
É maravilhoso poder tirar um chocolate quente maravilhoso para me aconchegar na sala a ver um filme, ou beber um chococcino caramel, ou - no Verão - encher uma jar com nestea de limão e ficar à varanda a ler um livro. Foi das melhores compras que podíamos ter feito.

Este esfoliante é tudo de bom no planeta. É aquilo a que não me recuso quando quero dedicar uns minutos a cuidar de mim. Tem um cheirinho guloso, uma textura de geleia e os resultados são quase imediatos. Assim que enxaguo a pele, após a aplicação, sinto-a instantaneamente mais macia. Gosto imenso de aplicar um dia antes da depilação, para eliminar as peles mortas e de passar no rosto para regular a oleosidade. Sinto a pele mais saudável e bem cuidada, com um cheirinho quase terapêutico. 

Muito recente, sim, mas imperativo de aqui figurar. O meu primeiro carro, é o carro dos meus sonhos e comprado por mim - o que não me podia deixar mais orgulhosa. Foi um marco na minha independência e responsabilidade, mas há muito necessitado. Quem me conhece sabe que adoro mudanças automáticas e, a presença deste detalhe neste carro é um grande plus. Além disso, é absolutamente lindo na sua cor original e dá-me um enorme jeito para as minhas rotinas e afazeres. Quero que sejamos casados durante muitos anos Este carro é tão Inês!

As minhas amadas Fitas de Finalista, que com tanto prazer dei a pessoas tão especiais e com igual prazer as recebi de volta e li. Sobre elas, ouvi dizer uma infinidade de coisas, entre as quais que as Fitas eram uma perda de tempo. Que ninguém tem paciência para as escrever e que, por isso, apenas se baseiam em dedicatórias cliché, que as pessoas recebem mas nunca devolvem, que nós (os próprios detentores das Fitas) não temos pachorra para ler todas as mensagens.
Para mim, tudo isto foi puro mito urbano. Escolhi a dedo as pessoas a quem queria entregar uma Fita (até a vocês eu quis ver na minha Pasta!) e fiquei verdadeiramente emocionada com a dedicação com que as minhas pessoas depositaram naquele pedaço de tecido verde/amarelo. As mensagens foram pensadas ao detalhe e não podiam ser para outra pessoa que não eu. E tive a delícia e orgulho de ler cada uma - mais do que uma vez - sem impaciência alguma mas com uma centena de lágrimas no rosto. Não tive de infernizar ninguém para que me devolvesse a Fita a tempo e estavam todos tão empenhados para que eu as recebesse que muitos fizeram questão de a enviar por correio express ou de ir de propósito a Torres só para eu as ter na Pasta a tempo da Benção. Nelas eu tenho votos adoráveis, confissões emocionantes, desenhos deliciosos, recortes e fotografias inesquecíveis e mensagens inigualáveis. São as melhores Fitas do mundo, porque nelas estão as melhores pessoas do mundo.

No final do Verão, comecei este projecto promissor, através de um DIY: o 5 Year Journal. Consistia num caderno com uma pergunta para cada dia do ano que eu teria de responder durante 5 anos e avaliar a evolução (ou não) das minhas respostas ao longo do tempo. Foi um projecto que me empenhei de alma e coração e que se mantém nos dias de hoje, entusiasmante. Tenho sempre o meu caderninho na mesa de cabeceira e é a última coisa que faço antes de me deitar. Fico sempre curiosa com a pergunta do dia e a melhor parte é que tenho perguntas mais complexas e profundas intercaladas com outras mais simples, o que faz com que não se torne tão cansativo ou enjoativo. Espero que, daqui a 5 anos, continue tão entusiasmada como estou, neste momento. E fiquei tão contente por ver que tantos de vocês aderiram ao projecto, também!

| IPHONE 6S
Em 2016 troquei o meu iPhone 6 plus pelo iPhone 6s de tamanho normal. Não foi um capricho nem uma decisão que quisesse ter tomado, mas sim porque no penúltimo dia de 2015 fui roubada. A minha sorte foi ter feito um seguro para o telemóvel e, portanto, a troca não fez a minha carteira derramar lágrimas e sempre pude avaliar a evolução do iPhone. So far, so good e não gostaria de, tão cedo, regressar aos androids. Descobri o smartphone que melhor se adapta às minhas características e à minha intuição e, embora seja caro, faz-me completamente feliz e satisfeita por manter a qualidade e eficiência ao fim de um ano de utilização exaustiva. Foi essencial.

Um dos items mais especiais de 2016. Eu admiro muito os homens que oferecem jóias às mulheres que amam porque uma jóia é um ramo de flores que dura para sempre. Que acompanha a mulher, não importa o quanto ela cresça e evolua (a nível pessoal e na sua expressão de vestir). E fiquei muito emocionada quando recebi uma jóia da Pandora como prenda de aniversário dele, uma peça que ele escolheu a dedo e com um milhão de significados, tal e qual a marca privilegia. Adoro usá-la, sinto-me bonita, sinto-me mulher, sinto-me especial. Não é esse o propósito de uma jóia? Está a cumpri-lo na perfeição.

Em 2016, fiz a descoberta da minha Youtuber preferida de todo o sempre: a Karol Pinheiro. É a Youtuber com que mais me identifico e que mais adoro. É tão genuína e espontânea em frente à câmara, naquele ambiente de conversa de amigas, nas suas gargalhadas tão contagiantes, nas suas temáticas tão sinceras. E eu concordo com tantas das coisas que ela fala e acredita, que me sinto muito próxima a ver os seus vídeos, como se estivesse no café com uma amiga, sabem? É a única Youtuber que já vi tooooodos os vídeos e que não perco nenhum (nem mesmo os vlogs). Acho que a minha clara preferência pela Karol jamais será ultrapassado por nenhuma Youtuber. 2016 já valeu a pena só por a ter desencantado. E se isto não chega, vejam o cãozinho dela, o Cookie, e depois conversamos.

Foi uma das malas mais arriscadas que já comprei (perceberiam isso se vissem o meu armário) mas não me arrependo nem por um segundo. Escolhi-a cor-de-rosa, um verdadeiro amor, mas uma cor que pode limitar a sua conjugação com muitos coordenados. Felizmente, temos casado bem, tanto no Verão - quando a adquiri - e adorava ver o meu bronze a combinar com a delicadeza da cor - como no Inverno, que conversa tão bem com tons neutros como o cinzento, branco e preto. É enorme, espaçosa e com uma mensagem adorável "Do What You Love". Chovem elogios quando a levo a ver a luz do dia e sinto-me incrível com ela a meu lado. A queridinha de 2016.

| MALA ROSA
Não, a mala não é nova. Aliás, a mala já conta com 5 anos sob as rodas. Mas foi um dos elementos chave de 2016, por todas as viagens que representou. Foi na bagageira do carro enquanto partíamos à aventura para Málaga e Ronda, foi sossegadinha no porão enquanto seguíamos para as águas paradisíacas de Cuba e guardou o meu coordenado de aniversário na nossa visita a Madrid. No tamanho certo, eu e a Mala Rosa já somos velhas amigas; eu já sei todas as suas manhas e ela as minhas. Eu arrumo a minha roupa - seja de que estação for - naquela mala de olhos fechados e sei quais os seus limites. No seu rosa vivo e de destaque em qualquer aeroporto - que faz qualquer turista ficar a olhar para mim - é uma vencedora por ter quatro rodas e poupar-me os braços e um conforto na hora de a desencantar na passadeira rolante.

Foi o meu calçado preferido de 2016. Usei e abusei das minhas sapatilhas incríveis e tããão giras. Aquilo que eu mais adoro nelas é que sejam tão low-profile à frente, num branco sóbrio e num design sem exageros, e que tenha, no calcanhar, os brilhantes que a fazem destacar. Num ano com um enjoo de Stan Smiths verdes, eu quis brilhar nas ruas e consegui conjugar estas amigas em quase todos os meus coordenados. E são tão confortáveis que foram o meu par de eleição para explorar as ruas quentes de Cuba. Melhor decisão!

Sim, uma aplicação! Era inevitável, tendo em conta que sou uma pessoa tão nostálgica e que adora rever momentos, fotografias ou simples detalhes do quotidiano. Coisas obsoletas como quais eram os meus pensamentos deste mesmo dia há um ano, divertem-me. E o Timehop foi exímio a cumprir os meus desejos, fazendo-me rever as fotografias memoráveis que tirei para o Instagram, os tweets vulgares que partilhei convosco, os estados no Facebook há muito esquecidos, entre outros. É a aplicação que eu gosto de abrir todas as manhãs e que desperta em mim um sorriso de saudades ou risos entretidos.

Não resisti em trazer esta loção, na minha viagem para Cuba, e desde então eu adoro-a. Em primeiro lugar, a embalagem, na forma de bisnaga, que dá tanto jeito e que a torna tão diferente. E este rosa sensacional? Incrível.
É bastante hidratante e o cheiro, apesar de ser fresco, é muito inclinado para fragrâncias masculinas. Se são fãs de perfumes de homem, acredito que consigam gostar deste cheirinho, por ser muito distanciado dos aromas femininos e doces.

Fotografia da minha autoria, por favor, não a utilizar sem autorização prévia

6 comentários:

  1. Também usei a agenda da Mr. Wonderful e foi uma companheira fiel!
    Este top aleatório também é dos que mais gosto de ver, partilhas sempre tantas coisas diferentes que é impossível não gostar :)


    A Sofia World

    ResponderEliminar
  2. O Timehop é só das melhores aplicações que podiam ter inventado! Divirto-me tanto a ler o que escrevi há dois ou há 1 ano!

    ResponderEliminar
  3. A agenda da Mr. Wonderful foi a minha melhor amiga!

    Há Q&A no blog, faz a tua pergunta!
    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
  4. Também sigo a Karol Pinheiro! Adoro os vídeos dela! ;)

    ResponderEliminar
  5. Adorei o teu top aleatório. Também é dos meus favoritos, exatamente pela diversidade de coisas que podemos falar nele. O teu top aleatório está simplesmente incrível c:
    Beijinhos,
    www.tlganna.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Também adoro a Karol Pinheiro e acho que foi ela a principal inspiração para começar o meu blogue. Tenho um bocado de pena que não haja a tradição das pastas na minha Universidade (Minho) sendo que dedicatórias têm de se pequenas e são feitas no tricórnio
    Por onde anda a Sofia?

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)