quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Pequenas Satisfações


Hoje tenho uma grande vontade de partilhar com vocês pequenas coisas do meu dia que fazem deliciosos momentos e que me têm deixado imensamente feliz. A começar pela playlist Coffee Table Jazz do Spotify. Sou fã assumida de Jazz e esta playlist de músicas maioritariamente instrumentais tem feito os meus dias. Acompanha-me enquanto leio, enquanto escrevo para o blogue ou quando simplesmente estou a fazer as minhas tarefas. Gosto imenso que sejam músicas com presença e que encham a sala. Sem dúvida a melhor combinação dos meus momentos a beber chá, sempre acompanhada de uma caneca bonita e que case com quem sou. Neste caso, a de eleição tem sido a do Starbucks e todos os dias apaixono-me por ela.

Um outro pequeno prazer que tenho desfrutado nos tempos livres são as crónicas de António Lobo Antunes. Gosto de ler de manhã - sempre gostei - e, quando posso, permito-me a ficar um pouco na cama e a ler uma crónica do autor antes de me preparar para o dia. São crónicas pequenas mas muito intensas e, em poucos parágrafos, o médico psiquiatra diz tudo aquilo que nunca pensámos pensar. É um poço de genialidade que me inspira logo no começo de cada dia.

A Laika e os dias de Outono são puro amor. O seu pelo castanho que combina tão bem com a estação que estamos a viver, onde as folhas amareladas e alaranjadas camuflam a minha cadela gordinha que me recebe sempre com muitos pulos - tal e qual um Bambi - quando regresso a casa. É extraordinário poder tomar o pequeno-almoço a olhar para ela, enroscada no jardim com uma paisagem maravilhosa e outonal a enquadrá-la, qual pintura pensada ao pormenor.

E porque estamos na época em que necessitamos de nos aquecer não só por fora mas também por dentro, as comidinhas quentinhas e as bebidas fumegantes tornam-se ainda mais apetecíveis. O Pinterest tem sido um óptimo gatilho para eu experimentar novas receitas de chocolate quente, com diferentes temperos e é simplesmente trezentas vezes mais delicioso do que um clássico leite com Nesquik. Mas a sopa regressou não só ao meu coração mas também à minha rotina, e nada sabe melhor do que chegar a casa, já de noite, um frio de fazer o meu nariz ficar vermelho e ver uma terrina maravilhosa cheia de sopa e as canecas cheias de chá. O meu estômago bate palmas de felicidade.
Não tão saudável, mas uma tradição desde que me lembro cá em casa, é o regresso do Poutine. Para quem desconhece, é uma receita canadiana que envolve batatas fritas, molho de carne e queijo derretido. Costumamos aproveitar quando fazemos carne guisada para usarmos o molho para colocar por cima das batatas e, claro, o queijo ralado. É absolutamente divinal e desde que me lembro que Outubro e Novembro significam Poutine.

E para o dia terminar, depois de toda a correria do dia, do peso de saber bem viver e para evitar a ansiedade dos momentos que estão por vir, tenho feito um exercício, antes de dormir, que já me conquistou pelos seus efeitos positivos: ouvir música durante alguns minutos. A minha eterna playlist de eleição quando quero relaxar é a minha Nap Nap - porque escolhi a dedo músicas que não me exaltam nem me despertam - e o que faço é ligar o telemóvel às colunas, definir um temporizador no tempo que desejo e meto a playlist a tocar. Quando o temporizador termina, a música é interrompida, portanto, posso adormecer sem comprometer a bateria do meu telemóvel ou despertar mais tarde com o barulho das músicas. Adoro. É o meu momento, sabem? Em que fecho os olhos e deixo a música calminha guiar a minha respiração e afastar o stress do dia. Uma outra coisa que gosto de fazer - especialmente quando dias importantes e atarefados se avizinham - é, enquanto oiço a música, pensar no que é que me faz sentir grata. Visualizo todas as pessoas que me fazem sentir gratidão por as ter na minha vida, dedico o tempo que for preciso a pensar em cada uma delas e também nas coisas que já tive o privilégio de viver. Esta combinação acalma-me de uma forma inigualável e ainda deixa-me com energia para o dia seguinte. 

Espero que também estejam a viver pequenas satisfações no vosso quotidiano.

Fotografia da minha autoria, por favor, não a utilizar sem autorização prévia

8 comentários:

  1. Um texto muito inspirador. Que coisinhas tão boas :)
    Também vivo as minhas pequenas e grandes satisfações, algumas quase coincidem com as tuas.
    Devia era por em prática as que induzem o relaxamento :)

    ResponderEliminar
  2. Que boas coisinhas diárias que tens! =) Vou-me atrever a ler as crónicas também. Obrigada pela sugestão =)

    Um beijinho dourado,

    http://obiquinidourado.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. A última satisfação é aquela com que me identifico mais, já o faço há muito tempo, penso que é algo que a minha mãe incutiu em mim desde pequenina assim que começou a cantar-me ao ouvido, eventualmente, tornou-se algo que fazia unicamente na minha companhia e que me sabe às mil maravilhas.
    O chá também é algo que me sabe mil vezes melhor no Outono e, por isso, tenho usado e abusado desse pequeno conforto.
    Além destes, fazer sudokus enrolada nas mantas é algo que me deixa relaxada, tranquila e feliz.
    Beijinhos Inn :)

    ResponderEliminar
  4. Esta é, sem dúvida, uma das pequenas satisfações do meu: ler o teu blog.
    Adorável, Inês! :)

    ResponderEliminar
  5. Esta publicação é só das mais inspiradoras que por cá anda. As pequenas rotinas conseguem ser tão importantes e especiais!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. As coisas mais bonitas da vida, são as mais simples.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  7. Até me deu a vontade de ir a correr para casa, enrolar-me na manta e seguir as tuas ideias. :) Acho que vou aproveitar a pausa no trabalho para, pelo menos, ir ler António Lobo Antunes! Obrigada! :p

    ResponderEliminar
  8. Os teus textos fazem sempre tanto sentido, independentemente do momento em que os lemos... Como sempre, conseguiste inspirar-me da melhor maneira! <3

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)