segunda-feira, 28 de novembro de 2016

FILMES || Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los + Vale a pena comprar o guião depois de ver o filme?


Parece inacreditável mas o universo mágico de Harry Potter regressou, com uma nova história, heróis e vilões frescos mas com a ternura e moral a que já estamos habituados - e que gostamos tanto! -.

Desta vez acompanhamos Newt Scamander, recém chegado a Nova Iorque com uma missão muito objectiva e especial e também com uma mala cheia de criaturas extraordinárias mas muito ameaçadas pela comunidade mágica. Numa altura em que o mundo treme com o desaparecimento de Grindelwald e Nova Iorque vive momentos de terror com aparições de um ser suspeito que amedronta não só feiticeiros como No-Maj, quão inconveniente (e fantástico) será Newt dar pelo desaparecimento de alguns dos seus monstrinhos da mala?

A premissa é esta mas, se já acompanham este mundo de J. K. Rowling, sabem que podem esperar muito mais e inúmeros volte-face. A história está inteligentemente descolada de toda a história de Harry Potter - as únicas ligações são mesmo de personagens mais antigos e, claro, de todos os feitiços, nomenclaturas, regras e lugares comuns do mundo da feitiçaria - e é genial que esta autora tenha tanta capacidade para criar mais uma história cheia de enredos e que tem potencial para ser tão boa como a de Harry Potter, sem se encostar por um segundo na saga que lhe deu tanto sucesso. 

Monstros Fantásticos é um Harry Potter para adultos. Se há alguma diferença ou distanciamento entre sagas verdadeiramente observável, é a ausência de infantilidade nesta nova história. Não me refiro a infantilidade com a conotação negativa muitas vezes atribuída mas sim porque Harry Potter sempre se caracterizou (especialmente numa fase inicial) como algo infanto-juvenil com episódios acrescidos mais pesados e que exigiam mais desenvoltura para acompanhar toda a trama e todos os significados por detrás dos comportamentos e desfechos. Mas, acima de tudo, Harry Potter era uma saga muito jovial. Tinha personagens principais novos, tinha muitos laivos de inocência, tinha muitos detalhes e pormenores que puxavam o nosso lado mais infantil. Em Monstros Fantásticos eu não encontrei isso. Sinto que é um filme já com uma certa desenvoltura, com momentos de humor muito bem pensados mas que irá agradar muito mais a malta mais velha do que os miúdos - que talvez se interessem bastante pelas criaturas mas que sinto que determinados diálogos e comportamentos acabem por lhes escapar -. Mas tranquilizem-se! As mensagens sobre o poder do amor e da amizade jamais se perdem.

Fiquei absolutamente fã e saí do cinema com a sensação de que foi um filme extremamente bem conseguido e que me dá vontade de pular já dois anos e ver o próximo. Os actores estão fenomenais (um aplauso de pé para o Eddie Redmayne que interpretou Newt de uma forma exímia com todos os seus traços e características, especialmente o evitar de contacto visual com humanos mas o preciso oposto com as suas criaturas, achei o máximo e que casa muito bem com a personalidade do personagem) e a escolha do actor para Grindelwald foi... Muito promissora. Na sala de cinema onde assisti o filme, quando filmaram o rosto do vilão, só se ouviu interjeições de espanto absoluto. Que segredo bem guardado! E as pontas soltas que todo o filme deixa para o espectador são absolutamente deliciosas.

E vale a pena comprar o guião depois de ver o filme? Para mim, valeu. Não pelos diálogos (se este guião fosse como Cursed Child eu diria de imediato que não porque as falas são 99% fieis) mas pelas descrições que J. K. Rowling escreveu. Há detalhes e informações que só conseguem saber no guião porque não há esclarecimento disso durante o filme, comportamentos e emoções que podemos saber que existem mas que no filme só podem dar a entender. Especialmente os pensamentos, que são muito difíceis de transpor na totalidade para um filme. Por esses motivos, eu acho que o guião enriquece q experiência do filme.

Monstros Fantásticos é um filme muito inteligente, na minha opinião. Com a receita certa para que todos os fãs de Harry Potter acompanhem estas novas aventuras (afinal de contas, quem não sentiu um apertozinho no coração ao ver a música de abertura?!) mas com o distanciamento certo da saga irmã para que leigos de Harry Potter descubram este universo e se apaixonem por ele. Além disso, explica muito bem as várias nomenclaturas e feitiços para que, quem não acompanhou Harry Potter, não se sinta perdido e isso é genial.
A prova do que refiro é a minha companhia, que não viu Harry Potter - nem tinha grande curiosidade - mas que achou Monstros Fantásticos espectacular e se interessou verdadeiramente para saber mais sobre este mundo. E o passo seguinte? Responder a todas as dúvidas, especialmente explicar quem é o Grindelwald e por que raio toda a gente fez "barulhinhos" quando "aquele símbolo do triângulo apareceu".

Para terminar? Quero muito um niffler. É só a criatura mais bandida e amorosa de sempre! 

6 comentários:

  1. Quero tanto ver esse filme, tenho que convencer o homem de cá de casa, ele nunca se interessou por Harry Potter e acha que é igual.
    Beijinho

    Novo post: Oh não! Outra vez Segunda-feira #17

    ResponderEliminar
  2. Ainda não vi este filme porque os meus amigos decidiram passar o fim-de-semana no café em vez de ir ao cinema :(
    Segui o blog :)

    www.thesandrafaela.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Fiquei bem curiosa, espero ver em breve :)

    Beijinho <3

    Lina Soares
    http://trintaporumalinhanoticias.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Juro, vou ver este filme ao cinema nem que seja sozinha! Estou tão curiosa!! Ainda por cima quando aparecem personagens que são o elo de ligação com o Harry Potter.
    Agora não tenho a certeza, o niffler não era a criatura que cheirava coisas valiosas e que o Hagrid usou numa aula no 4º ou 5ºlivro?
    Por onde anda a Sofia?

    ResponderEliminar
  5. Fui ver o filme ontem, e já antes de entrar, passei pela Bertrand. Qual espanto quando vi exposto o guião. Fui espreitar e o meu coração deu pulos de alegria, e o desejo de poder lê-lo brotou em mim. Concordo mesmo com tudo o que disseste, e desconhecendo desse facto do Newt não manter um contacto visual com os humanos propositadamente, achei-o bastante interessante!! Que venham daí os outros! :P

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)