quarta-feira, 30 de novembro de 2016


Estão preparados para os últimos Favoritos da Inês de 2016? É inacreditável que já estejamos em Dezembro, na recta final. Parece que foi ontem que fui à rua ver o fogo de artifício dar as boas vindas a 2016.
Em Outubro foram bombardeados com uns Favoritos gigantescos mas este mês, os Favoritos são mais pequenos. Equilíbrio acima de tudo! A verdade é que Novembro marcou muito mais por todos os momentos e etapas que atingi em contrabalanço a miminhos materiais. E é este tipo de Favoritos que mais gosto de escrever. Espero que gostem! Em 2017 (espero), há mais!



Vocês já sabem que recebi uma jóia da Pandora e que a amo de coração. Uso-a todos os dias. É uma peça completamente Inês e que me deixa muito feliz cada vez que olho para ela. Escrevi sobre ela AQUI.


Apesar de ser completamente fã de jeans, vocês já perceberam o meu amor por estas calças mais larguinhas e com texturas diferentes. As palazzo foram e são um amor que eu não quero largar mas, quando vi estas, o meu coração teve de entrar em mutação para ganhar espacinho para mais um novo amor. Adoro a cor cinzenta, as riscas discretas mas que lhe dão um up adicional, as dobrinhas no tornozelo e o facto de serem folgadas na medida certa. Acompanham a perna sem que pareçam deformadas (tipo pijama), e isso é óptimo! São calças clássicas, tal e qual o meu estilo, perfeitamente combináveis com as minhas camisas do dia-a-dia e com os meus sapatos muito colegiais ou sapatilhas. São calças bem destinadas à meia-estação. O tornozelo descoberto torna-se impraticável no Inverno rigoroso e não se deixem enganar; este tecido não é leve nem fininho. Será impossível usar no Verão. Primavera/Outono serão as melhores amigas destas calças maravilhosas.

Eu não sou fã de gargantilhas. Pelo menos, das mais comuns, de fita aveludada, largas ou fininhas, com ou sem pendente. Não lhes acho piada e mesmo na Cinderella, a rainha da gargantilha, eu tirava aquela tira preta que me faz lembrar a Orfã. Mas eu reconheço que acho piada às gargantilhas que são feitas com outros materiais. As metálicos, ou com cornucopias. Acho que, quando são trabalhadas e quando se afastam completamente do conceito inicial, tornam-se peças interessantes. E eu já andava à procura de uma deste género há muito tempo. Adoro esta! Sim, tem a fitinha preta numa parte mas os cristais acabam por monopolizar o olhar e a fita acaba por passar despercebida, especialmente se eu estiver de cabelo solto. Eu amo esta gargantilha. Sabem quando idealizam uma peça e encontram-na em loja? Yes!
Adoro os cristais e acho que acaba por ser um colar versátil, em que posso usar num conjunto de de dia-a-dia sem quaisquer problemas porque vai dar os pozinhos de alegria ao coordenado e também posso escolhê-la para conjuntos mais formais ou de festa porque adapta-se na perfeição ao que é pedido. Estou mesmo apaixonada.




No início de Novembro, Torres tem um pequeno evento onde o centro, de noite, abre as portas das suas lojas e oferece aos seus clientes vinho, sumos e comida - desde salgadinhos, bolachas... -. O objectivo é despertar o comércio local, aproximar os clientes dos comerciantes e aliciar os primeiros a entrar pelos petiscos e convívios e sair de lá com qualquer coisinha. Eu adoro este evento e adoro as lojinhas locais. Foi precisamente numa destas que vi uns cremes de mãos que despertaram a minha atenção. Fabricados em Portugal, tinham um cheirinho absolutamente magnífico e faziam-se acompanhados dos respectivos perfumes. Como sou muito fiel ao Daisy, não levei nenhum perfume - embora os cheiros fossem óptimos - mas não resisti em levar um creme de mãos (escolhi o de homem mas o de mulher era igualmente bom). Foi quando ia a pagar que descobri que é de uma marca portuguesa e que foi um produto premiado. Fiquei radiante. É óptimo podermos apostar em marcas portuguesas, especialmente quando estão reconhecidas e galardoadas. E só tenho a dizer maravilhas do creme porque, com este frio rigoroso, as minhas mãos mantém-se muito macias e hidratadas e o cheiro com que ficam é extraordinário. Recomendo muito!
Este mês tive a oportunidade de experimentar os hambúrgueres da primeira hamburgueria de Torres, a Humm Burguer. A experiência foi super positiva e podem ler tudo ao detalhe AQUI.

Tenho de fazer uma referência a um prato divinal que leva frango e que o Diogo faz. Sou absolutamente fã daquela receita e desde sempre que ele faz questão de fazer. Para matar a gula ou para me mimar, é uma receita que me reconforta por todas as memórias e significados que lhe associo, por só ele conseguir ter mão para fazer com que fique sempre com aquele sabor e foi maravilhoso, este mês, voltar a saborear este prato feliz.


Eu já perdi a conta dos anos que andava à procura disto. Desde que vi o primeiro Kinder Maxi, no WeHeartIt, que passo sempre na secção de chocolates cada vez que vou ao Supermercado. Fui sempre inglória, até que, num destes dias rotineiros de Novembro, antes de ir para o trabalho, ofereceram-me um. Eu delirei. Eu virei uma criança em dia de Natal. Isto é tão bom como parece. É um ovo Kinder com um tamanho entre o ovo Kinder Surpresa normal e o gigantesco da Páscoa. É um ovo grande cheio de chocolate e com um brinde Maxi! E a maior felicidade? Tenho-os visto em todos os Supermercados. Acho que vou comprar um carregamento inteiro porque tenho medo que, acabando o Natal, eles voltem a desaparecer.
Para ficar perfeito só faltava que também tivesse as mensagens adoráveis.

Tinha tantas saudades do Picnic. Do nosso restaurante. Assim que cheguei ele levou-me a matar saudades do maravilhoso pão de alho italiano. Matar saudades do caril divinal que eles fazem com molho de tomate. E de estar à mesa, ali. O Picnic ocupa um espaço colossal no meu coração e já sonho com o regresso.

Num destes dias mais corriqueiros, cheguei a casa, morta de cansaço e encontrei em cima da cama um livro absolutamente encantador. O guião de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los, da autoria de J. K. Rowling. E durante um dia e meio, fez as minhas delícias. Tentei ler o mais rápido possível para poder terminá-lo antes de ir ver o filme e, bem, sobre ele, podem saber tudo ao detalhe AQUI.

No início do mês li o Terceiro Livro de Crónicas de António Lobo Antunes e achei o livro soberbo. Podem saber mais AQUI.
No começo de Novembro, decidimos ir ver Trolls. Eu confesso-vos que não ia 100% convencida e até comentei que achava que a experiência do filme seria melhor na versão original. Mas tenho de dar o braço a torcer e admitir que o filme está muito doce. As premissas são muito simples e a história não é nada de inovador, mas às vezes sabe bem passarmos um serão com mensagens de positividade e amor puro. Faz-nos sair do cinema quase que desintoxicados de toda a maldade e faz-nos sorrir e eu acho esse efeito muito reconfortante. Adorámos. Quanto à versão, a companhia concordou comigo; as letras estão muito bem traduzidas e encaixam bem na música, são muito fiéis às originais mas gostei mais da versão original cantada. Na dobragem dos diálogos, foi-me indiferente, a versão portuguesa tem qualidade.

Era imperdoável se deixasse estes favoritos do mês passar sem a menção dos Monstros Fantásticos, cuja opinião podem ler AQUI. Mas ainda mais incrível do que ir ver um filme que eu já aguardava há tanto tempo só mesmo ter desfrutado de toda a experiência... Numa área VIP.
Na verdade nunca tinha prestado grande atenção ao mundo e privilégios da área VIP num cinema mas o Diogo quis me fazer o miminho, já que ele sabia que, hiper fã de Harry Potter como sou, ia querer ver este filme e aproveitou para tornar a ida ao cinema mais especial, surpreendendo-me com aqueles bilhetes. Quando têm bilhetes de área VIP, antes de entrarem na sala de cinema têm uma outra sala cheia de mesas e onde podem servir-se à descrição de todo o buffet disponível - inclusive levar para a sala de cinema em si -. Têm de tudo, desde saladas, pizzas, cachorros quentes, nachos, pipocas (claro!), sobremesas, gomas, aperitivos, nuggets... Até espumante, se o desejarem! E podem servir-se as vezes que desejarem. Já para não falar das poltronas magníficas onde nos sentamos e podemos regular as costas e pernas. E é muito mais barato do que eu pensava que seria, comparativamente ao que eu pago numa ida ao cinema normal. Eu amei este tratamento completo e espero poder retribuir o miminho. Depois destas condições maravilhosas, vai custar mais ir ao cinema com um bilhete normal!


Em Outubro comprei estas duas velinhas na Primark mas só em Novembro é que as estreei. E fiquei mega fã. A de canela é intensa e doce, faz-me lembrar muito aquelas chicletes que existiam com canela e a de bolachas de gengibre tem um cheiro que dá tanta vontade de comer!!! As duas dão presença em qualquer lugar e têm um cheiro intenso, que perdura. Para mim, são cheiros muito outunais e natalícios, que me invocam muitas memórias de infância e sabores culinários típicos. Adoro acender uma enquanto leio alguma história reconfortante ou natalícia.

Vocês já sabem que me identifico imenso com a Karol Pinheiro, sim, sim, sim, blá, blá, blá... Até que a própria publica, este mês, um vídeo a falar sobre a primeira vez que viajou sozinha. E aí vocês já pensam "sim, é normal que te identifiques". E eis que a primeira viagem da Karol sozinha foi... a Paris! E depois deste momento arrepiante de sameness, eu não podia deixar de partilhar convosco o vídeo dela. Não só pela parecença e familiaridade da experiência e do destino mas também por causa das conclusões que ela retirou da sua viagem e que concordo imenso! Viajar sozinha é algo que quero tanto repetir... 


Como sempre, o meu mês é sempre marcado pela música e nunca nenhuma está presente ao acaso. Cada uma destas melodias marcou um momento da minha vida em Novembro, desde as rotinas mais simples aos momentos de ansiedade crescente. Partilhei convosco, nas Pequenas Satisfações, o meu amor pelas playlists de Jazz mas ouvi muito mais. Para esta playlist podem encontrar muitas músicas outonais/invernosas, hits bem alegres que dão vontade de abanar a anca, algumas bem românticas e ainda a minha música preferida da banda sonora dos Monstros Fantásticos. Acho que é a música que tem mais essência a Harry Potter e aquele pequeno momento de Jazz no final colmata na perfeição.
E claro... Um cheirinho a Natal com algumas músicas natalícias!

E por falar em Spotify... Agora já podemos fazer covers para as nossas playlists! Gostaram das minhas?


Novembro de 2016 ficará marcado na minha memória de uma forma profunda por todos os momentos que vivi e que foram importantes para o meu crescimento e desenvolvimento pessoal e emocional. Começou com o meu primeiro emprego e todas as exigências do mundo do trabalho a sério e com o evento do São Martinho - comércio e vinho.

Em Novembro fiz uma bateria de avaliações de saúde e fiquei muito contente por saber que estou bem. Não é só bem. É aquele bem científico em que vemos que tudo encaixa nos intervalos, tudo está contextualizado com o meu estilo de vida, tudo está a fazer com que o meu corpo esteja numa harmonia ideal para eu poder estar bem por fora também. Aquele bem que o pessoal da saúde devora. 
Foi este mês que eu pude desembrulhar o meu presente de aniversário e ouvir as palavras mais bonitas. O mês em que regressei a Sintra, um lugar que me deixa tão feliz também um lugar que já faz parte da minha vida. Foi o mês de ser feliz com quem me faz feliz. De regressar aos Cucos, que já não visitava há cinco anos.

Novembro ficou marcado pelos almoços descontraídos com a mãe, pelos jantares de celebração com a Raquel, pelos cafés combinados à última da hora e pelo cinema à meia-noite com a Bea porque somos miúdas trabalhadoras mas amigas uma da outra o suficiente para nos empenharmos por encontrar uma brecha nos nossos compromissos para partilharmos pipocas e um filme.

Novembro foi um mês cheio, muito intenso e que pareceu ter durado muitos anos. Um mês que me envelheceu mas que também me arrancou muitos sorrisos. O mês do meu primeiro ordenado!!!!!!!
Família, obrigada. Por serem uma família de italianos. Por me preencherem o coração e fazerem uma algazarra dos diabos sempre que novidades surgem. Quem era eu sem vocês? 

Raquel e Bea, obrigada. Por serem como eu e procurarem no meio da agenda qualquer espaço em branco para preencher com a presença umas das outras. Obrigada por, a cada vitória minha, seja ela quando for, fazerem questão de marcar o que quer que seja para a brindar. Obrigada por me ouvirem sempre e por me apoiarem em tudo. Por dizerem "Se estás feliz, eu também estou". Por saber que, do vosso lado, eu tenho sempre assunto, mesmo quando já passaram duas horas de tagarelice, por saber que, do vosso lado, eu tenho o sabor de uma amizade tão longa, que cresce connosco, se desenvolve connosco. Sou a Inês mais Inês do vosso lado e vocês sabem disso. Obrigada por serem amigas tão especiais.

Obrigada à minha esteticista pelo tratamento de auto-estima que faz comigo sempre que passo a porta do seu salão. É impossível não sair de lá sentindo-me a maior diva do mundo. Às vezes, sabe muito bem! Obrigada Coldplay, por aquele acústico fantástico de Everglow, que faz o meu miocárdio vibrar de emoção. Obrigada à senhora da pastelaria San Marcos que tem sempre o meu pedido pronto, mal entro por aquela porta. Obrigada ao António d'O Gordo, por nos receber sempre com um sorriso e por ter sempre 15 dedos de conversa. Não esquecerei o sorriso maquiavélico naquele almoço de Domingo. Obrigada Joana, porque estamos empanturradas de coisas para fazer mas mesmo assim esforçamo-nos por tentar, da maneira possível, estar presentes nas peripécias da vida uma da outra.

Obrigada Diogo. Porque és sempre corajoso no que toca a nós. Porque és o meu Marshall. Obrigada pelo presente tão bem pensado para mim.


Fotografias da minha autoria, por favor, não as utilizar sem autorização prévia

15 comentários:

  1. Também adoro a Karol Pinheiro e foi ela que me inspirou a criar o meu blogue, acho-a tão madura, tão sincera e tão diferente de outras bloggers! Novamente ler os teus favoritos também é muito inspirador!
    Por onde anda a Sofia?

    ResponderEliminar
  2. Fiquei particularmente curiosa com o creme. E ainda não vi o Kinder :(

    ResponderEliminar
  3. Obrigada nós por teres sempre partilhado destes momentos connosco! Se fui um pouco mais alegre, devo-o ao teu blogue e à pessoa que és, e eu desejo que o teu Dezembro te seja mágico, bonito e que te traga mais felicidades!
    Beijinhos!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  4. adoro sempre os teus favoritos, não é novidade :) que dezembro seja mágico :)

    ResponderEliminar
  5. Inês como fazes as capas do spotify? É logo através da aplicação, ou fazes noutro programa? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Spotify, no pc, dá a possibilidade de adicionares imagens da tua autoria :)

      Eliminar
    2. Mas fizeste as tuas imagens nalgum programa? Desculpa a maçada ahahah sou uma naba informática

      Eliminar
    3. Usei o Picmonkey para fazer o design :)

      Eliminar
    4. Muito muito obrigada! Fartei-me de pesquisar sites para fazer, mas os que encontrei eram uma porcaria ahaha
      Muito obrigada a sério! E desculpa ter chateado :)

      Eliminar
  6. Parece que tiveste um mês fantástico! Obrigada por teres partilhado connosco os teus Favoritos, todos os meses :). Adoro sempre chegar aqui, no final do mês, e ver tudo aquilo que tens para partilhar connosco e as histórias que tens para nos contar. Que em 2017 os teus favoritos sejam tão bons ou melhores do que já são :).
    Ainda não vi esse Kinder em lado nenhum, mas quero tanto encontrá-lo!
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  7. Adoro este género de favoritos! A gargantilha é mesmo gira gira gira *-*

    BLOG thesandrafaela || instagram || facebook

    ResponderEliminar
  8. sou fã da Karol por tua culpa!! Adoro os videos!

    ResponderEliminar
  9. Bem, Novembro parece ter sido um mês em cheio para ti. Ainda não tive a felicidade de assistir a um filme em VIP mas depois dessa descrição detalhada do buffet tenho que alterar isso haha. Por falar em comida, agora fiquei desesperado por experimentar esse Kinder! #Imsuchafatty Não sabia que já se podiam colocar capas nossas no spotify, thanks pelo aviso :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  10. Não me imagino a usar gargantilhas mas adorava ver como te fica essa :)
    Mal posso esperar por ver o filmes Trols, deixaste-me super cuirosa.
    Adoro mesmo os teus Favoritos, de coração girl.
    Aqui só quero adicionar uma coisinha: Obrigada pelas palavras maravilhosas que me escreveste, significaram tanto para mim, acho que nunca te vou conseguir transmitir o quanto. Tu és uma pessoa incrível e ter lido o que li vindo de ti foi super enternecedor. Obrigada Inn. Do fundo do meu fraquito coração <3

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)