terça-feira, 18 de outubro de 2016

PASSAPORTE || Museu Rainha Sofia, Madrid


Só apanhei um dia de aguaceiros enquanto estive por Madrid, e foi logo na tarde do primeiro dia. Decidimos que íamos aproveitar esta chuvada para riscar já um dos lugares que mais queríamos visitar na capital: o Museu Rainha Sofia.
Tenho de vos confessar que fiquei com um pequeno fascínio pelo edifício por fora; não entrei pela porta principal mas sim pela secundária, onde estão aglomerados os edifícios que têm a biblioteca e os estúdios, com grandes janelas que permitem olharmos para o interior e fiquei fascinada com todo o ambiente à minha volta: o ar moderno dos edifícios, a luz amarelada que vinha das salas e o céu nublado sobre nós tinha um clima muito outunal e tranquilo que eu sei que não esquecerei.

Sobre o museu em si, é um tesouro para os olhos com os mais variados artistas desde o já famosíssimo Picasso com o seu Guernica, passando pelo meu amado Miró (eu amo de coração Miró, é um dos meus artistas preferidos), por Dalí e indo ao encontro com arte mais contemporânea. É um lugar para os amantes de arte serem felizes, para nos sentarmos no chão a olhar para as obras e dizermos aquilo que cada uma nos faz sentir. É o lugar ideal para ver várias épocas de Picasso, vários audiovisuais e muitas esculturas actuais.


O Rainha Sofia conquistou também o meu coração por todo o seu espaço e ambiente me lembrar uma Universidade antiga, colegial. Ao longo de todos os pisos do museu vamos encontrando um jardim interior que é emoldurado por enormes janelões que deixam a luz entrar pelos corredores de uma forma muito harmoniosa e que nos envolve no espaço. O facto de estar um tempo muito outunal ajudou também a trazer mais ambiente ao jardim, com as suas árvores numa mistura de cores esverdeadas e alaranjadas, com a fonte de pedra e com os bancos de jardim molhados a competir em beleza com algumas esculturas expostas no jardim. Foi uma zona do museu que me fez sentir muito feliz por poder presenciar. É de uma incrível beleza natural e arquitectónica.




Apesar de tudo, foi dos museus em que, no interior das salas de exposição, me senti mais desconfortável. O Museu Rainha Sofia é talvez dos museus mais restritivos e "chatinhos" que já conheci (e olhem que já visitei bastantes, para grande gratidão minha); eu era constantemente perseguida por ter uma mochila - ora queriam que a colocasse à frente, ora queriam que a colocasse atrás -, porque não se podiam tirar fotografias e depois já se podiam, porque não nos podíamos aproximar muito (embora não existissem linhas de limite)... Eu sou apologista de que os museus têm de fazer o máximo possível por trazer conforto aos seus visitantes. Porque o acto de nos cultivarmos com arte é cada vez mais escasso a cada geração que passa e o facto de os museus continuarem com a sua formalidade (em alguns pontos, desnecessária) torna-o pouco convidativo e este museu fez-me sentir isso. Há formalidades a mais, indicações de parede a menos e vigilantes que se contradizem e nos perseguem pelas salas para verem o que estamos a fazer. Não há nada que me aborreça mais do que estar a olhar para um quadro (durante o tempo que achar necessário) e ver que a vigilante está propositadamente na sala para me vigiar e a seguir todos os meus passos... É inacreditavelmente primitivo para um museu daquele calibre.

Ainda assim, é um museu grandioso e que merece a sua visita (nem que seja para ver os gigantes). É bem extenso e com muito para ver por isso, preparem-se para perder uma manhã ou tarde a observar tudo com calma e concentração. É gratuito todos os dias das 19-21h e a qualquer hora para estudantes com menos de 25 anos (levem comprovativo da vossa escola/Universidade e C.C.) e crianças.

Fotografias da minha autoria, por favor, não as utilizar sem autorização prévia

10 comentários:

  1. que museu lindo :) E uma pena ela ser tão chato com o visitante, se fosse eu no teu lugar ja teria perdido o encanto pelo local

    Com carinho, Renata Prado | Entre Zombies e Unicórnios |

    ResponderEliminar
  2. já estou aqui há algum tempo e ainda não lá fui, estou à espera do tempo frio para visitar museus :)

    ResponderEliminar
  3. Quero tanto, tanto lá ir! Acho que visitar um museu contigo deve ser fascinante! Por sermos grandes adeptas de arte e por ser algo que nos apaixona, deve ser muito interessante fazê-lo

    ResponderEliminar
  4. Agora que começa o tempo fresco dá imensa vontade de conhecer museus! Ainda não visitei o Reina Sofía mas quero imenso fazê-lo!

    Marta Rodrigues, Majestic

    PASSATEMPO LOLITA & LOLITA II DA KAT VON D NO BLOG!

    ResponderEliminar
  5. A primeira vez que fui lá, fiquei de boca aberta a apreciar todas as obras. Miró é maravilhoso em todas as suas obras minimalistas, mas Picasso? Eu mal vi de raspão, por entre as cabeças que lá estavam na frente, o Guernica em todo o seu esplendor... minha nossa, nunca eu furei tão depressa por entre toda aquela gente. A obra era mesmo enorme como me tinham contado!

    Fora isso, Madrid é uma cidade linda :D

    let's do nothing today

    ResponderEliminar
  6. Eu já visitei o Reina Sofia há uns anos mas lembro-me que gostei bastante do museu. Não tanto de Picasso porque não sou fã das obras dele mas tinha coisas fantásticas de Dali. Realmente ter os vigilantes sempre em cima de ti deve ter sido bastante desagradável, eu detesto sentir que há staff do museu muito em cima de mim quando quero estar descontraída a apreciar algo que eu gosto à vontade.

    Beijinhos

    http://buongiornoprincipessa3.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  7. Nunca ouvi falar desse museu mas ainda assim, pelas fotografias que vi e do que escreveste, não me sinto muito interessada em conhecê-lo.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  8. Este Museu <3 agora que penso nisso, já lá vão quase 10 anos desde que o visitei, e mesmo assim tenho um carinho especial pelo que aí vi. A arquitectura e as obras (Guernica <3) são de facto inesquecíveis!

    Jiji

    ResponderEliminar
  9. Uma das coisas que mais quero visitar em Madrid :) tudo tão bonito!
    Obrigada por partilhares isto.

    ResponderEliminar
  10. Adoro Madrid e esse Museu. Fizeste-me querer voltar!
    Segui-te por aqui *

    thebrunettetofu.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)