domingo, 30 de outubro de 2016

ON JOB || Decisões


Eu sabia, há muito tempo, que esta era uma decisão que eu queria fazer. As propostas que recebia não me aliciavam, não me deixavam feliz nem com vontade de querer fazer a progressão da minha área profissional. Pelo menos não desta maneira e não nestas condições. Vi muitos colegas a abraçar contratos sem significado de vocação para eles, com o objectivo de apenas fazer check e preencher mais uma folha no currículo e, a cada dia que passava, eu sentia-me mais sufocada e empurrada para fazer o mesmo. Mas há grandes detalhes na minha classe profissional que me têm feito querer ser ponderada e que me fazem sentir que escolher um qualquer lugar para estagiar é uma enorme armadilha sem retorno. Eu não queria fazer por fazer. Eu quero fazer bem feito e quero saber que, se pudesse voltar atrás, faria de novo.
Por tudo isto e muitos mais detalhes, eu decidi passar a minha aventura da Ordem para 2017 e abraçar o mundo do trabalho. Claro, não foi fácil de dizer nem fácil de ouvir as perguntas "Tens a certeza?", "Mas... Já não gostas da tua área?" (foi a dúvida que mais me custou ouvir).

Eu adoro a minha área! e lá chegarei. Mas quero chegar em condições. E, neste momento, eu quero ganhar confiança profissional. Eu quero falar com mais pessoas, eu quero conhecer novas hierarquias, eu quero mais desafios. Eu não quero só preencher um currículo. Eu quero me preencher a nível de experiência profissional. E sei que este período vai ser muito importante no meu desenvolvimento. Mesmo que isso implique desviar-me um pouco do caminho que toda a gente quer seguir.

Decidi e partilhei. E tive o apoio de todos os que gostam de mim. Recebi conselhos, recebi dicas, muitos avisos ("é difícil, prepara-te") mas não quis nunca voltar atrás. E comecei a caminhar na direcção que escolhi. E consegui ser aceite na minha primeira entrevista de emprego!

Estou muito feliz e estou pronta para este novo desafio. Estou feliz por poder começar a construir algo inteiramente meu e que pode abrir-me portas para os meus outros sonhos que estão em lista de espera. Além disso, tenho um pequeno desejo pessoal há muitos anos: ser eu a pagar a minha jóia e um possível futuro Mestrado. Eu sempre tive esse desejo e hoje sei que estou a começar a construí-lo, mesmo que pudesse fazê-lo já amanhã, de uma forma muito mais facilitada e desapaixonada, com a ajuda dos meus pais. 

Eu sou muito sonhadora mas também sou muito focada sobre como alcançar esses sonhos. Eu não perco gana das coisas que amo e a Nutrição faz parte da minha vida - e vai fazer ainda mais -. Não é uma despedida, é um grande até já. Porque quando voltar serei mais crescida, mais experiente e mais independente. E quando me perguntaram "Tens a certeza?", pela primeira vez na minha vida, eu disse com muita confiança "Tenho". Tenho a certeza. Eu não desisto dos meus sonhos nem das minhas realizações pessoais e esta é uma que me deixa muito mais orgulhosa de mim do que qualquer outra coisa poderia fazer, neste momento. Eu estou a fazer isto por mim.

13 comentários:

  1. percebo perfeitamente, querendo ser jornalista equivale a fazer estágio profissional durante um ano para poder ter a carta de jornalista, mas isso não significa que faça estágio em qualquer lado ou que aceite o CM só porque é fácil de entrar, não. percebo-te Inês, acho que também é uma questão de nos valorizarmos e valorizar o nosso trabalho e, mais que isso, a nossa aprendizagem que não acaba no fim da licenciatura! se quando chegar a minha altura tiver de fazer o mesmo que tu, assim o farei :)

    ResponderEliminar
  2. O truque é estarmos em paz connosco. E não temos sempre de seguir o caminho tradicional ou mais popular! Acho que tomate uma decisão sensata e espero que sejas muito bem sucedida nesta nova etapa (:
    Só não percebi uma coisa: vais trabalhar na área da Nutrição ou noutra? Qual? (:

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como referi no texto, a Nutrição fica agora em pausa :) Por uma questão de privacidade ainda não vou revelar, espero que compreendas :)

      Eliminar
  3. Se tens a certeza não há nada a temer. Muito boa sorte!

    ResponderEliminar
  4. Nunca desistas dos teus sonhos. Se tens a certeza vai em frente! Boa sorte :)
    Beijinho* Confissões de uma Pecadora by Valentina ||
    FACEBOOK ||
    Croquis - Home Decor

    ResponderEliminar
  5. és uma grande inspiração! Que te corra tudo bem no teu próprio emprego! Estou mesmo feliz por ti e aposto que vais ser bem sucedida! Tudo de bom Inês!

    ResponderEliminar
  6. Vai tudo correr pelo melhor Inês, tenho a certeza! Boa sorte :)

    ResponderEliminar
  7. Se achas que é o melhor pra ti então é o caminho a seguir. Que corra tudo bem Inês! :) *

    ResponderEliminar
  8. Desejo-te toda a sorte do Mundo!
    Acho que compreendo o que dizes porque fiz algo semelhante. Estou a seguir um percurso completamente diferente dos meus colegas, a apostar noutras áreas e a deixar pendente o caminho que todos seguem.
    Temos que fazer o que sentimos que é melhor para nós. Vai correr bem de certeza! :)

    ResponderEliminar
  9. Vales tanto a pena Inês! Pudera toda a gente ter uma percentagem desse pensamento, o de fazer por eles mesmos, bem feito, e com a certeza de que o voltariam a fazer duas ou três vezes, da mesma forma.
    Desejo-te toda a sorte do mundo, pois para além de a mereces, ela também te merece a ti! E eu tenho a certeza que serás uma ótima profissional!
    Beijinhos!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  10. Acho que fazes muito bem :D
    Há quem saia da universidade sem conhecer os "lobos" e depois desmotiva-se. Acho que não faz mal nenhum apostar noutra coisa e deixar a nossa área um pouco à espera, à espera de maturidade, experiência, confiança. É mau demais sairmos de lá com um curso e não termos trabalho. Pior ainda é irmos parar a sítios onde achamos que o nosso talento vai ser valorizado e no fim só gozam connosco.
    Tenho cá para mim que tudo te vai correr bem com essa decisão :D boa sorte!
    let's do nothing today

    ResponderEliminar
  11. Sempre disse que ficaria triste se um dia não pudesse trabalhar na área que escolhi para mim, contudo, nunca quis com isto dizer que não ponho a hipótese de começar por outro lado. Às vezes, não enveredar logo pelo caminho que dizem ser certo para nós é a melhor opção. Todas as decisões que fazemos têm de ser pensadas e ponderadas tendo em conta, principalmente, o que nos vai fazer feliz a longo prazo.
    É tão bom saber que até neste ponto correspondes àquilo que idealizo de ti. Uma miúda decidida e ponderada. Uma solucionista como tu dizes. Sabes o que queres e tentas sempre alcançá-lo da melhor maneira.
    Sei que vais ser muito bem sucedida na tua vida, tenho a certeza! Porque, além de mereceres, sabes fazer por isso.
    Prevejo um futuro brilhante para ti Inn. E isso deixa-me radiante.
    Sê sempre assim, sê sempre bela, sê sempre única, sê sempre TU!
    Um beijo enorme cheio de carinho :)

    ResponderEliminar
  12. Acho que fizeste uma escolha e os motivos que te levaram a escolher isso são muito nobres.
    dailyvlife.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)