quarta-feira, 7 de setembro de 2016

LIVROS || Harry Potter and The Cursed Child (sem spoilers, prometo!)


Muita coisa eu imaginei que iria escrever neste blogue, mas nunca idealizei que, um dia, eu estaria a escrever uma review sobre um livro de Harry Potter. Para terem noção, eu li o último livro do Harry Potter em 2007, um ano antes de ter entrado na blogosfera!!! Nove anos depois, voltei a sentir toda a emoção de ter nas mãos um livro com o nome mais famoso e mágico do mundo, a sentir a curiosidade de saber o que estava nestas páginas, o momento de voltar a saber mais sobre esta saga maravilhosa que cresceu comigo. Foi muito emocionante, posso contar-vos.

Durante toda a leitura deste livro eu tive de me mentalizar constantemente de que isto é um guião. E é muito importante que se mentalizem disto porquê? Porque, neste livro, vocês vão perder um detalhe essencial e muito típico da Rowling: descrições.

Quem já leu Harry Potter, sabe; J. K. Rowling é uma autora muito descritiva e sensorial. Sempre teve a capacidade de nos transportar para todos os acontecimentos que nos contava, como se os estivéssemos a viver também e tem uma habilidade incrível para nos fazer perceber o que cada personagem está a sentir, até ao batimento cardíaco, como se estivéssemos a sentir também. Um guião é cru, é objectivo e houve alturas em que me senti desconsolada por ler determinado diálogo e não conseguir ter certezas do que ia na cabeça de determinado personagem, ou ler uma revelação sem ter imensos capítulos descritivos sobre toda essa novidade. Há transições bruscas, mudanças nos diálogos e cortes de actos que nos fazem quase gritar "Não! Desenvolvam esta parte, eu quero saber mais detalhes". O que me leva à opinião de que a Rowling não escreveu uma letra deste livro. Atenção! A história é dela, inteiramente. Há aqui citações e frases que não poderiam ter saído de mais ninguém, mas a estrutura do guião não foi ela que o escreveu. Não pode. Acredito que tenha disponibilizado um manuscrito com toda a história, com todos os detalhes e que os restantes autores converteram numa peça. Na minha opinião, claro. E o que eu não dava para ler esse manuscrito.

Outra coisa que me deixou muito desamparada, foi alguma ausência de carácter de alguns personagens. Digamos que houve certos diálogos, acontecimentos e acções que não encaixam nada bem naquilo que já conhecíamos durante sete livros. Há respostas que tal personagem jamais daria. E isto faz-me crer, ainda mais, que os autores que não J. K. Rowling tiveram muita liberdade na execução deste guião. Aquilo que me perturba é que J. K. Rowling tenha dado aval para que tais diálogos acontecessem. Ou pior, que tenha sido ela mesma a dizer que tais diálogos tinham de acontecer. Vão sentir que estão a ler uma fanfiction, mas com a certeza de que isto é mesmo da autora. E não vão conseguir ligar tão bem este livro à colecção restante. Sim, é Harry Potter, mas não é igual aos livros que nos encantaram durante anos. Para mim, é um primo direito.

Este livro é... Muito emotivo. É um livro que exige, sem dúvida, que conheçam a história de Harry Potter, mas oferece-vos muito! Tanto! A cada página, uma revelação que vos deixará boquiabertos, personagens que vos deixarão o coração nas mãos e as lágrimas nos olhos (algumas de sempre, outras novinhas em folha), e eu senti, muitas vezes, necessidade de parar a leitura e processar tudo. Para tentar compreender e acompanhar, de fazer recurso às memórias das minhas leituras anteriores para criar uma ligação mais concreta.

Eu imaginei muuuuuitas histórias possíveis neste livro. Mas não esperava nada assim. Superou todas as minhas expectativas e, apesar de eu desejar que isto fosse mesmo um livro e que aparecessem alguns personagens específicos, não fiquei desiludida, muito pelo contrário, foi melhor do que tudo o que imaginei que pudesse vir a aparecer. Se querem saber mais sobre o mundo Harry Potter, desde personagens, acontecimentos, revelações... Leiam, porque não se vão desiludir. Vão descobrir imensas coisas novas, imensos detalhes e vão derramar lágrimas por todo o lado, porque é Harry Potter e há personagens queridas, personagens de sempre, personagens não tão queridas, mortes, regressos... Um verdadeiro fã tem de ler este livro para saber o que aconteceu depois de "All was well".

Não procurem resumos nem spoilers nem saber mais. Vão assim, num toldo em branco, porque vocês merecem ficar com a cara espantada (juro-vos que fiquei escandalizada e chocada com muitas das revelações), com os olhos marejados de lágrimas, com um sorriso bonito nos lábios. O livro é caro, mas a edição é soberba, com uma capa cuidada e dura (gosto mais da capa interior, a preto e dourado, do que da exterior) - estas edições ficam sempre muito mais caras - e a leitura é extremamente fácil (li em inglês, mas acho que já há o livro em português - se não, está para breve -). Vale cada cêntimo. E que bom foi rever este Harry Potter já crescido e papá, que cresceu comigo. Começámos os dois pequeninos, ele num mundo de magia, eu a descobrir o dele, com dentes de leite. Hoje, já com idade para ter juízo, ainda me perco de amores. Espero, um dia, ter o privilégio de ver esta peça, que acredito que esteja extraordinária. Obrigada J. K. Rowling, por me fazeres acreditar em magia, de novo.

Quem já leu? E o que acharam deste livro tão polémico e que tem suscitado tantas reacções? Aviso que, se mandarem comentários com spoiler, eu irei ler e posso responder de volta nos vossos próprios blogues, mas não irei publicá-los, por respeito aos leitores que ainda não leram/terminaram o livro, combinado?

Número de Páginas: 330
Autores: J. K. Rowling, John Tiffany e Jack Thorne
Disponível na WOOK (ao comprares o livro através deste link, estás a contribuir para o crescimento do Bobby Pins)

4 comentários:

  1. Fui a pessoa mais feliz do mundo no dia do meu aniversário porque tive o presente mais querido do mundo, o livro!! E concordei com cada bocadinho do que aqui escreveste. Senti falta do verdadeiro livro e tive que me lembrar muitas vezes que este é apenas um guião e que, por isso, não terá a magia das descrições que tão bem conhecemos. Mas, por outro lado, respondeu a questões que todos os fãs de Harry Potter esperavam e eu acredito completamente que este não é o fim. Ela não consegue desligar-se deste mundo que criou e há tanto mais para abordar e descobrir!

    Reparaste como a força da amizade, a lealdade, o sentido de família continuam tão mas tão presentes? Completamente sublime, de génio mesmo! Isso tenho a certeza que tem dedo J.K. Rowling!

    ResponderEliminar
  2. Palminhas para ti por teres conseguido escrever a review sem spoilers! :p Gostei muito da tua review e revi mentalmente alguns momentos em partes deste texto! E óbvio que adorei discutir a historia e pormenores contigo, foi fabuloso! :D

    ResponderEliminar
  3. Ainda não o li, mas tenho intenções de o fazer, assim que terminar de ler os últimos dois volumes de Harry Potter.

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  4. Fiquei tão feliz ao ler o teu post! Comecei ontem a ler Harry Potter and the Cursed Child e também eu estou a lutar por não o devorar numa hora e estou tão apaixonada pelos personagens. É tão bom voltar a ter um novo livro do Harry Potter todo este tempo depois - sinto-me de novo a adolescente que ia a correr para as livrarias no dia a seguir ao lançamento :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)