terça-feira, 1 de março de 2016

LIVROS || Doidas e Santas


Martha Medeiros é uma jornalista brasileira que escreve em colunas de jornal pequenas crónicas sobre tudo o que conseguirmos imaginar. Como acontece a inúmeros cronistas, ao fim de algum tempo eles compilam todas as crónicas num livro e, neste caso, aquele que me apareceu em mãos foi o Doidas e Santas.

São contos (ou crónicas, vá) pequeninos, não ocupam mais que uma página e meia e não há um fio condutor entre cada conto, o que significa que a qualquer momento eu posso saltar páginas e páginas do livro e ler um conto aleatório. Tal como nos jornais, podemos esperar os mais variados temas, amor, música, reflexões sobre acontecimentos aleatórios da vida... Tudo e mais alguma coisa.

Uma característica que me fez gostar e identificar imenso com a Martha é que ela, a partir de um acontecimento obsoleto que aconteceu no seu quotidiano, consegue fazer disso um ponto de partida para um pensamento profundo e importante de ser partilhado. Como a partir de pequenas coisas podemos tirar grandes conclusões. Sobre os nossos objectivos de vida. Sobre as mudanças. Sobre a nossa necessidade de certezas. Sobre os nossos parceiros de vida. Sobre as nossas amizades. E são tão curtos e refrescantes que conseguimos ler aquilo com despreocupação mas cabeça pensante. Acabamos cada página e temos de pousar um pouco o livro para percebermos de facto o que ela quer dizer e transportarmos essa mensagem para as nossas vidas. Acho isso soberbo. Gosto imenso dos pensamentos dela, gosto da forma como ela conclui determinados momentos da sua vida, como consegue fazer-me motivar e ver que determinadas atitudes e decisões são necessárias.

Eu não tenho um livro físico dela, aliás, eu descobri-a porque a app Issuu (que já falei AQUI no Bobby Pins) sugeriu-me em leitura e o livro aparentemente está lá, gratuito, por isso qualquer um de vós pode ir lê-lo a qualquer momento e eu recomendo que o façam. É excelente para uma pequena leitura antes de dormir e uma pequena reflexão antes de adormecermos.

Autor/a: Martha Medeiros
Número de Páginas: 204

4 comentários:

  1. Não conheço o livro - nem a cronista - mas a explicação do terceiro parágrafo fez-me lembrar da Ju do Naïve por causa das reflexões que têm como ponto de partida as situações de quotidiano :)

    ResponderEliminar
  2. Não conheço o livro nem a autora, mas agora quero conhecer. Gosto sempre de crónicas assim :) e não conhecia a app!

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia, mas parece interessante.

    ResponderEliminar
  4. Não conhecia o livro nem a cronista, mas depois de ler o teu post, pus-me a ler alguns textos do livro e confesso que adorei. Realmente, a autora a partir de coisas tão pequenas faz grandes reflexões. Os textos que li dela puseram-me mesmo a pensar na vida.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)