sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

FOTOGRAFIA || O Álbum

Fotografia da minha autoria, por favor, não a utilizar sem autorização prévia
Sem dúvida que uma das melhores coisas que fiz em 2015 foi começar o tão desejado álbum. Foi oferecido pelo meu pai e é enorme, tal e qual idealizei. 
Um álbum que reúne num só lugar tantas coisas que me fazem feliz; As viagens que fiz onde, entre as fotografias preferidas dessa viagem, se complementam os bilhetes do metro, dos museus, os mapas e ainda pequenas setas e apontamentos sobre momentos ou coisas divertidas que ocorreram durante a viagem ou que eu achei que fizesse sentido partilhar. Fotografias a dois ou com os amigos e familiares e uma breve descrição das mesmas. Bilhetes de avião e pulseiras de resort. Bilhetes de concertos e festivais e o alinhamento das músicas todas que passaram nesse concerto juntamente com possíveis fotografias que possa ter tirado. Se alguém me ofereceu um bilhete, contar brevemente a história de como aconteceu.

Ter as pulseiras de inúmeros eventos todas alinhadas na vertical com as respectivas setas a resumir os acontecimentos de cada um dos eventos. Todas coloridas, como se fossem um arco-íris. Dedicar páginas para cada ano de Carnaval com a respectiva descrição das máscaras. Complementar festas com fotografias, complementar registos de viagens com a música que ouvi na descolagem no canto da folha. Colar o primeiro bilhete do nosso cinema a dois e os restantes que se seguiram e as visitas por Portugal fora. Guardar papelinhos com pequenas mensagens de amigas e registar a data.

Não é apenas um álbum de fotografias, embora ali figurem imensas, que registam imensos momentos, sorrisos, aventuras que não voltam. O álbum não se faz apenas de fotografia. Faz-se de viagens. De bilhetes que estiveram nas nossas mãos ansiosos por se converterem em memórias e experiências inesquecíveis. Filmes que marcaram especialmente pelas promessas. Museus cuja companhia era ainda mais preciosa que o quadro mais valioso da ala.

Eu sempre quis um álbum onde soubesse que, quando o abrisse, ia sorrir ao olhar para as memórias mais aleatórias mas que têm uma razão de existir tão intensamente no meu coração. Em 2015 eu comecei-o. Em 2016 continuo a fazer as páginas cada vez mais completas.

9 comentários:

  1. Uau, é incrível não sorrir com as tuas mensagens. Adorei a ideia e acho que há coisas tão bonitas para guardarmos, para relembrarmo-nos um dia mais tarde. :))

    ResponderEliminar
  2. Este ano quero fazer uma seleção de fotografias, momentos e apontamentos que me marcaram ao longo destes três anos. Penso que as férias da Páscoa serão a altura perfeita para o fazer, especialmente porque na primeira semana das férias vou para o Porto com os meus colegas. E uma vez mais, este teu texto inspirou-me.
    Beijinhos <3

    ResponderEliminar
  3. Tenho como objetivo fazer um album destes! :)

    ResponderEliminar
  4. Ideia genial Inês ( para variar, não é?! :p)!!

    ResponderEliminar
  5. É uma excelente ideia e um dos projectos que eu já estou há imenso tempo para pôr em prática mas que ainda não arranjei coragem para realizar.

    ResponderEliminar
  6. Tirando isso, esta é mais uma daquelas publicações tuas que eu leio e que me deixa um sorriso nos lábios :)

    ResponderEliminar
  7. Gostava muito de começar o meu, também! Vou ver se compro um brevemente, caso não receba nos anos! (:
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  8. tenho a ideia planeada desde sempre mas ainda não encontrei o albúm ideal

    ResponderEliminar
  9. Deveria fazer o mesmo... tenho tudo digitalizado!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)