sábado, 23 de janeiro de 2016

PASSAPORTE || 3 Sugestões Gratuitas em Sintra

Fotografia da minha autoria, por favor, não a utilizar sem autorização prévia
Quando falamos de Sintra, dentro de todas as suas maravilhas, existe um grande calcanhar de Aquiles que ataca sem misericórdia a carteira de qualquer turista: os preços. Eu diria que, embora não seja impossível, é muito violento fazer uma grande visita cultural a Sintra por todos os preços que acarreta, embora com os descontos ajustados e os preços justos para a beleza que oferecem. Não há quase nada em Sintra que não tenha um custo, uma entrada, um bilhete. Ainda assim, eu consegui reunir 3 locais ao ar livre gratuitos e que fazem um grande jus à definição histórica, romântica e fantasmagórica que acompanha ao longo dos séculos Sintra e que não custam absolutamente nada. Exploram comigo?

Parque da Liberdade: Este é o mais fácil de visitarem porque situa-se mesmo ao lado da Vila de Sintra, no famoso caminho com estátuas e figuras de arte que nos levam ao centro da vila. Situa-se precisamente aí, com uma imponente entrada, um enorme portão e algumas estátuas a adorná-lo. Dos três locais que vos vou falar, para mim, este é claramente o mais romântico e toda a disposição no interior do parque remete-nos para isso. É um parque gigantesco onde se vão perder por tantos caminhos e escadinhas por onde escolher, com uma vegetação lindíssima e identificada e imensos recantos onde podem parar e observar a vista, olhar em vosso redor ou descansar um pouco das subidas com a vossa pessoa amada. De destacar ainda que tem imensos sítios para prática desportiva como ringue de patinagem, parque de merendas, imensos riachos, cascatas pequeninas e lagos. É perfeito para um final do dia.

Vila Sassetti ou Quinta da Amizade: Em Novembro voltou a abrir ao público depois de uma enorme restauração e assim se tem mantido gratuita. A componente história e romântica ligam-se neste parque que nos convida a subir até ao topo e ver a vista extraordinária que proporciona. Ao longo do caminho podem encontrar imensa vegetação, mais lagos pequeninos, cascatas e riachos e perderem-se num jardim que quase se parece de fadas. Cada vez que lá ando sinto-me um pequeno elfo. A meio do caminho encontram a famosa quinta Sasseti, de uma beleza arquitectónica fascinante e onde em alguns locais da quinta podem subir, explorar, ver além das pequenas janelas e miradouros. Pessoalmente, o meu miradouro favorito é um com um recorte de castelo mas que está coberto de azulejos bem à moda portuguesinha, azuis e brancos. Conseguem ter uma panorâmica lindíssima para a Quinta da Regaleira, como se fosse uma pintura de um conto de princesas e se subirem tudo vão dar até à rocha da amizade (ou como eu lhe chamo, o "Calhau gigante dos amiguinhos") que é um gigantesco pedragulho que, para lá chegarem, passam por um corredor coberto de eras e de onde a luz solar entra pelas brechas que as folhagens permitem. Uma visita ideal para começarem o dia e para vos abrir o apetite da enorme subida que vão fazer.

Peninha: Têm os casacos prontos? Situa-se perdida na Serra de Sintra e é um dos melhores miradouros para explorarem. É muito alto, faz vento e frio lá portanto não é ideal visitarem-no de t-shirt e casaco de ganga, mas vale cada bater de dente que fizerem. A vista 360º é para lá de linda. Se, ao chegarem, podem ver o mar rebentar nas rochas bem lá em baixo, do outro lado conseguem ver o Castelo dos Mouros na perfeição. Na Peninha encontram uma capela (que podem visitar) com uma famosa divisão amarelada onde a maior parte das pessoas se abriga e senta lá para verem a paisagem e tirarem as famosas fotos. Para mim, esta última enquadra-se no clima fantasmagórico por estar muito próxima da Serra de Sintra e com um enorme caminho alado de árvores por onde o Sol entra em raios e confere aquela atmosfera misteriosa que lhe é tão característica. Se conhecem a lenda das 3 Marias, este é o local certo para visitarem, apreciarem ao máximo a paisagem e depois arrepiarem-se ao ver o caminho da Serra, esperando que uma das Marias esteja lá à vossa espera.

De carro ou de comboio, todos estes locais são facilmente acessíveis e identificados. Espero que vos tenha entusiasmado a visitarem. Já espreitaram algum destes lugares?

6 comentários:

  1. Não conheço nenhum desses sítios mas depois de ler o teu post enviei logo sms a umas amigas para começarmos a planear um mega dia de passeio por Sinta assim que o tempo aquecer ligeiramente.

    ResponderEliminar
  2. Quero só acrescentar que as tuas fotos são TODAS maravilhosas e que quando for grande quero fotografar como tu ;)

    ResponderEliminar
  3. Só estive na Peninha quando era muuuuito pequenina! Não conhecia os outros!

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pelas dicas, Inês! Realmente visitar Sintra é um drama para as carteiras. Vale muito a pena, sim, mas nem sempre é possível... Estes 3 locais parecem óptimas sugestões :)

    ResponderEliminar
  5. Que publicação incrível! Eu acho Sintra um local fantástico! Apaixonei-me completamente pela Quinta da Regaleira, mas estou a ver que ainda me falta conhecer muiiito dessa bonita cidade! Ótimas dicas!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  6. Excelente post! Confesso que adoro Sintra mas acabo por nunca visitar grande coisa para além da vila precisamente por causa dos preços das entradas. Na próxima visita já sei onde ir! :)

    Jiji

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)