quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

EVENTOS || A Inês vaidosa


É a última, esta tenho de ir. Foi o que pensei quando vi a data da Gala. Nos 3 anos anteriores nunca tinha ido. A primeira porque ainda nem acostumada à Faculdade estava e às outras duas por uma amiga chamada Fisiologia. Frequência no dia seguinte que impossibilitava-me sempre de finalmente pôr os pés. Mas tinha prometido a mim mesma que ia fazer os possíveis e impossíveis para ir à última e assim cumpri. Os ventos jogaram a meu favor e não houve contratempos, datas chatas nem pesadelos a importunar o caminho. Finalmente ia nadar com os tubarões, que é como quem diz arranjar-me a sério para ir a uma saída a sério. Completamente fora da comum Inês.

Despi-me das calças de ganga e vesti collants novos em folha. Deixei as típicas blusas e camisas tão Inês para vestir o meu estimado vestido. Sempre em preto. Sempre sem nunca me comprometer. Calcei os sapatos de salto e fiz a Vanessa rir à gargalhada durante uma hora com as minhas expressões e desconfianças enquanto ela me tentava maquilhar. "O que é isso?", "Para que é que vais pôr essa coisa?", "Como queres que não pestaneje se estás a enviar-me isso no olho?", "Depois posso coçar o olho ou isto estraga?"
Deixei o cabelo escorrido e encaracolei-o. E ali estava eu pronta. É claro que até eu, maria-rapaz-cara-ao-natural-olheiras-à-vista quis ficar bem. Ficar bonita, ficar bem vestida. Se calhar até tenho uma enorme costela de mulher escondida entre os nomes todos dos produtos que naquela noite pus na cara. Não fui mais Inês do que sou hoje, mas fui certamente uma Inês diferente da que todos conhecem. Mas quis manter algo tão meu. No momento da saída e de atravessar a calçada portuguesa, descalcei-me dos sapatos básicos de saltos e calcei as minhas sabrinas rasas, que levava na mala como salvação. Tinha-me adaptado nos dias anteriores todos e não faço figuras de Bambi quando ando em saltos (é verdade!) mas quis ter um bocadinho de mim pragmática e calcei as sabrinas. Não sou a típica portuguesinha-baixinha (também não tenho uma altura vertiginosa) mas em média com as raparigas da minha turma sou das mais altas. Não precisava de saltos nem de sofrer a noite inteira pelo relance de elegância nas pernas. E que bem que fiz.

Foi bom sair um pouco da rotina da Inês, embora já sentisse saudades dela por volta das 5 horas da manhã. Foi bom receber tantos elogios e sorrisos genuínos e simpáticos ("Pareces a Elsa do Frozen", "Pareces uma princesa da Disney"). E foi bom celebrar finalmente a minha primeira e última gala. Tudo foi fora do meu elemento mas não me deixei ficar para trás. Não esfreguei a cara, retoquei batom, dancei até ao amanhecer sem uma única vez ter-me queixado em voz alta de que queria ir para casa e de que tinha sono e incrivelmente diverti-me. Com um grupo maravilhoso, com muitos sorrisos, muitos rodopios, abraços, esperas para as meninas dançarem descalças, esperas para as meninas voltarem-se a calçar. 

Foi diferente de tudo aquilo que sou e, de manhã, nunca me soube tão bem esfregar a cara com muito sabão, arrumar o cabelo num coque e dormir até o Diogo me acordar. Mas senti-me uma verdadeira Cinderela: vivi durante horas a sensação de me sentir gira, poderosa e feliz com imensos passos de dança e sem nunca perder o sapatinho. Mas ao contrário da Cinderela não acordei amarrotada, com o cabelo num desalinho, uma abóbora atrás de mim e um sapato na mão: acordei de cara lavada, pijama vestido e milhões de memórias bonitas para levar comigo. Na memória e no coração.

E sabem o que é mesmo, mesmo, mesmo incrível? É perguntar-lhe "Então, estava bonita?" e ele responder-me "Tu estás sempre bonita, Inês."

8 comentários:

  1. Adorei! É tão bom sair da nossa zona de conforto e mesmo assim sentirmo-nos confortáveis! :)
    De certeza que estavas um máximo e adorei a tua última frase :)
    xoxo, Ana

    The Insomniac Owl Blog
    Giveaway - Vale 25€ Kiko

    ResponderEliminar
  2. Pelas fotografias que vi no Instagram estavas liiiiiiiiiiiiiiiinda!!! x

    ResponderEliminar
  3. Gostei tanto de ler as tuas palavras! Acabou por me recordar momentos meus na universidade! Ainda bem que recordarás esse momento de uma maneira tão bonita!

    ResponderEliminar
  4. Estavas bonita sim senhora, uma princesa. O cabelo ficava-te muito bem.

    ResponderEliminar
  5. Acredito que irá ser uma noite para te recordares muitas e muitas vezes :)

    ResponderEliminar
  6. Encheu-me o coração ler isto, Inês. Que bonita forma de descrever um momento ainda mais bonito. :)

    ResponderEliminar
  7. Sim senhora D. Inês tu estavas qualquer coisa de especial! Tu já és uma moça jeitosa mas desta vez estas um arraso ^^ E adorei a descrição. Os teus textos tem sempre imenso carinho.

    ResponderEliminar
  8. Para que saibas, contínuas a ser gira e poderosa com olheiras até aos pés e de chinelos e meias! Pela tua descrição foi incrível, mereces te!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)