terça-feira, 1 de dezembro de 2015

#BLOGGERCC || (Why) I Love Christmas

Fotografia da minha autoria, por favor, não a utilizar sem autorização prévia

Há mais luz nas cidades: As cidades ganham um encanto diferente. Parece que finalmente enaltecem os cantos mais bonitos de cada uma. Os velhos monumentos ficam adornados com pequenas luzes que lhes dão uma vida nova, as árvores de Natal gigantes e que se vêem ao fundo da rua dão vontade de passear mesmo quando está tanto frio, as árvores têm sempre pequenas lanternas a contornar. Parece que a cidade se torna num conto de fadas ou de fantasia, e por momentos esquecemo-nos das partes mais chatas do dia. Vale a pena dar a mão a alguém e ver coisas bonitas na rua enquanto bebemos chocolate quente!

Vês a família que só vês no Natáscoa: Também têm aqueles familiares assim? Que só vêem no Natal ou Páscoa (Natáscoa, dizemos nós)? Eu tenho. Porque a minha família está altamente dividida pelo país fora (e mundo) e estas datas são imperativas para ver os familiares distantes que dizem sempre que estamos muito crescidos e os primos que só assim consegues saber da sua vida, sem ser no facebook.

A decoração: As lojas enchem-se de elementos decorativos irresistíveis e de ideias para levarmos para nossa casa. Montar a árvore ao som da música de Natal, meter a estrela, as meias na lareira e encher todas as divisões da casa com algum elemento que grite Natal. A casa ganha outra vida e até dá pena quando o Natal acaba e temos de voltar a arrumar tudo. Desempacotar as preciosidades que temos escondidas o resto do ano... Sou só eu que ganha uma nova adrenalina? Ao ver coisas que já nem lembrava que tinha?

Há sempre comida: Eu acho que não há época festiva que se assemelhe ao Natal em relação a afluência de gordices gostosas. Há sempre alguma coisa. Ou os bolos rei que vão sendo comprados, ou a avó que já começou a fazer doces, ou a véspera da Véspera que já tem montes de coisas boas para irmos comendo enquanto estudamos (ups, enganei-me, queria dizer ir vendo os filmes de Natal que vão dando ao longo de Dezembro e que já vimos 15.000 vezes mas que são mais apetecíveis que estudar). E a própria consoada e dia de Natal? A mesa composta, milhões de cómodas que em vez das fotografias da família têm agora montes de doces e petiscos? Nesta época eu sou a Inês no País das Gordivilhas. 

Aproxima-nos: Podem até ser hipócritas ao ponto de se queixarem da mensagem ao consumismo e de todo o objectivo comercial desta época festiva mas é inevitável que concordem que o Natal aproxima-nos. Dos nossos amigos (próximos ou afastados), dos nossos colegas, dos nossos superiores (professores ou chefes), da nossa família (próxima ou afastada), das pessoas que realmente importam nos nossos corações. Por muito que em Janeiro acabe, durante alguns dias temos verdadeiras atitudes e gestos de compaixão e generosidade. E se no resto do ano não há nada equiparável, fiquemos gratos por existir o Natal para nos mostrar que, pelo menos, por um dia, podemos ser humanos com gentileza no coração.

Posso ver a Bela e o Monstro no Natal Encantado sem ser julgada: É um filme de animação que só posso ver na altura do Natal. E ainda me lembro da música "Nataaaaaaal para sempreeeee, um sonhoooo de paaaaz, que a luz deste diaaaaaaaa não se apague jamaissssssss!"

Podemos dar miminhos aos outros: Não é bom oferecermos presentes a quem gostamos? A excitação de vê-los a rasgar o embrulho e pensar, de coração na boca "será que vai gostar?". Não é necessário presentes materiais para mostrarmos aos outros que os adoramos, mas um miminho a pensar na pessoa nunca fez mal nenhum. Especialmente quando é entregue junto com o teu coração.

Os professores não lançam notas: Dia 24 e 25 são os únicos dias da tua vida onde podes ter a certeza que não vais ter surpresas desagradáveis sobre a tua faculdade. Para mim isso vale muito ouro.

Há imensos filmes giros na televisão: Os canais abertos estão um ano inteiro a fazer poupanças no mealheiro para competições de estreias cinematográficas natalícias. Quer sejam de animação, quer sejam clássicos, quer sejam filmes que já andamos há que tempos para ver e nunca surgiu oportunidade, a variedade (finalmente) é mais que muita. Fui a única que se babou quando a SIC passou a Cinderela?

Tens as pessoas mais importantes da tua vida todas reunidas: A família é tudo para mim. São o meu refúgio. Para o bem e mal eles estão cá e com eles faz sentido viver o Natal. Viver todas as emoções, as gargalhadas, as histórias, as expectativas dos presentes, os filmes. Fazemo-lo juntos e isso é impagável, para mim.

E vocês, o que adoram no Natal? Já fizeram o vosso post? Deixem a vossa participação nos comentários!

10 comentários:

  1. O espírito natalício é tão bonito, adoro adoro adoro! Algumas das minhas coisas favoritas são idênticas às tuas! :)

    ResponderEliminar
  2. Não podia concordar mais Inês! É incrível. Até parece combinado :) somos realmente miúdas com imeeeeeensos motivos para amar o Natal. Espero que se perdurem no tempo!

    ResponderEliminar
  3. Tirando o sexto tópico, sou tal e qual como tu! Estas coisas enchem-me o coração nesta época! :)

    ResponderEliminar
  4. Quanto aos filmes, é de referir também o Titanic e o Sozinho em Casa que nuuuunnca falham xD Também adoro o Natal por todas essas coisas que referiste, é mesmo uma data especial :)

    ResponderEliminar
  5. O melhor da Natal é mesmo rever esses primos que só vemos no Natáscoa :))
    A minha participação: http://stylepippa.blogspot.pt/2015/12/bloggercc-why-i-love-christmas.html

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  6. Adoro tudo o que escreveste e vou adicionar a parte fútil da coisa: os presentes! Ahaha, adoro! Dar e receber! :) x

    ResponderEliminar
  7. "Nesta época eu sou a Inês no País das Gordivilhas" - Melhor frase ahaha! Adorei :)

    ResponderEliminar
  8. adorei :) e que foto linda linda Inês ! Tiras as melhores fotos :D
    e tirando o sexto ponto, disseste tudo o que é importante para mim também :D

    ResponderEliminar
  9. Finalmente consegui pôr o link:http://dancingshoes-blog.blogspot.pt/2015/12/bcc-dia-1-why-i-love-christmas.html

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)