terça-feira, 8 de dezembro de 2015

#BLOGGERCC || Christmas Watchlist

As férias estão a chegar e os fins de semana com promessas de filmes bons também. No Natal existe toda uma miscelânea de filmes que podemos e devemos ver nesta ocasião tão especial na companhia de cobertores quentes e das pessoas que mais gostamos.
Como esta é uma recomendação de filmes para o Natal, eu fiquei com um pouco de medo que a minha publicação caísse no obsoleto de sugerir exactamente o mesmo que toda a gente está a pensar: os Clássicos. Mas são Clássicos e não recomendá-los aqui era um erro que o Pai Natal jamais perdoaria. Então decidi fazer duas recomendações: uma com os Clássicos de sempre que eu gosto de ver, aqueles que eu acho que sim, vocês deviam e vocês têm de ver porque passam imenso no Natal e depois outra com recomendações de filmes que não têm necessariamente algo a ver com o Natal (a história do filme em si) mas que eu acho que tem algo que faz sentido ver no Natal. Em ambos eu tentei inovar e não trazer aqueles que todos vão trazer, mas acho uma missão quase impossível Acompanham-me? Já tiraram as pipocas do microondas? Então vamos lá!

Clássicos

Love Actually - O Amor Acontece
Quem não viu este filme 300 vezes no canal Hollywood, que atire a primeira pedra. É a clássica comédia natalícia, mas é tão giro. Com diferentes histórias de personagens, diferentes vivências, diferentes mensagens de amor, coragem e amizade. Pessoalmente adoro o velho e o seu videoclip de Natal e não consigo parar de rir sempre que vejo. O filme ideal para ver à noite com uma mantinha e com a nossa pessoa favorita a fazer cafuné no cabelo.

The Holiday - O Amor Não Tira Férias
Sim, eu sei, é mais uma comédia romântica natalícia que passa 500 vezes mas eu adoro a história. Fala sobre duas mulheres, Amanda Woods e Iris Simpkins que têm estilos de vida completamente distintos e vivem em completos opostos do planeta. Iris vive numa casinha muito humilde enquanto que Amanda vive numa mansão luxuosa com tudo o que podia pedir. Mas ambas sentem-se desmotivadas com a vida, cansadas das mesmas rotinas e desesperam por uma mudança. E por isso, decidem trocar de casa. E é aí que imensas reviravoltas nas suas vidas acontecem, inclusive no amor. É a prova de que, por vezes, se nos mantivermos na caixinha de conforto nunca vamos experimentar momentos realmente incríveis e com impacto na nossa vida.

Elf - Um Duende em Nova Iorque
Buddy é um elfo dedicado à oficina do Pai Natal no Pólo Norte. O problema é que quando se vê a crescer o dobro de todos os outros elfos, Buddy decide procurar o seu verdadeiro pai, que vive em Nova Iorque. A trama intensifica-se quando descobre que o pai é o maior sovina e que o seu irmão não acredita no Pai Natal. É impensável para Buddy compreender a falta de espírito Natalício na cidade do seu pai e decide então recuperá-lo. 
É o filme ideal de sábado à tarde para ver com a família e dar algumas gargalhadas. Um filme inocente, doce mas que transporta de forma excelente o que é o espírito natalício.

 A Bela e o Monstro - O Natal Encantado
Tinha de trazer um filme directamente para as crianças e para nós vermos em conjunto com elas. Quem não adora a Bela e o Monstro? Pois bem, neste filme a Bela vê-se numa aventura: trazer o espírito de Natal para o castelo. Com o Monstro a abominar essa data que marca a sua terrível história, Bela tem de conseguir contornar o seu passado para encontrar a alegria de Natal no castelo de volta. Mas com Forte, o Maestro transformado em Orgão, essa tarefa não vai ser fácil.
Com imensas músicas de Natal ao longo do filme que a Disney já nos habitua, com os personagens que já nos conquistaram há imensos anos e com uma enorme mensagem de amor, é impossível deixar de ver este filme no Natal. 

Home Alone 2 - Sozinho em Casa Nova Iorque
Claro que o primeiro Sozinho em Casa também é excelente para o Natal, mas para não ter os dois, decidi optar pelo meu favorito. Não vale a pena colocar a história que já todos sabemos de cor e salteado. Todas as suas peripécias no Ritz, a famosíssima cena da cassete e a velhinha de Jardim. Quando era pequena, a minha cena favorita era a da loja de brinquedos, babava-me eternamente. E o passeio de limusina. Sonhava com um momento igual para mim.

Grinch
Antigo, mas imperativo de ver. Mais um clássico para ver em família. Grinch é o célebre monstro que aterroriza os Who's e que detesta o Natal e todo o Espírito Natalício. Mas porquê tanto ódio pelo Natal e tanta amargura no seu coração? É isso que a pequena Cindy Lou Who tenta descobrir, juntamente com a questão que mais se repete na cabeça: afinal o Espírito de Natal é apenas a histeria e abuso de compras e enfeites ou existe algo mais mágico por explorar?


Música no Coração
Sei que esta é mais clássico que outra coisa, mas incluí-a aqui porque não tem assim grandes histórias ou detalhes de Natal mas que guarda algo de natalício para mim: a união de família, a música, a partilha, o amor. É imprescindível para mim ver este filme todos os natais, especialmente desde que a minha avó arranjou o DVD no ano passado.

A Idade de Adaline
Este filme ainda vai aparecer mais uma vez neste desafio, por isso preparem-se para se fartarem de me "ouvir" falar dele. Mais uma vez, a história não se passa no Natal nem lá perto, não tem qualquer história de Natal mas reúne alguns detalhes que eu acho perfeitos de se verem no Natal: o amor. Aquele tipo de amor que tem de ser com aquela pessoa, aquela pessoa que, sem ela, nada faz sentido na vida. Partilhar tudo o que é nosso com outra pessoa que nos faz bem independentemente das suas origens ou características. Eu acho que é o filme ideal para verem enroscados em alguém que adorem com os restos dos doces de Natal.

Frozen
Este é o filme-não-Natal mais Natal de sempre! Há neve, princesas, bonecos de neve e renas!!! Que mais podemos pedir? Bom, o Pai Natal. Mas esse não aparece no filme. Recente, bem ao estilo dos Clássicos da Disney, com muitas músicas catchy (além da Let it Go), com mensagens foférrimas do Olaf, o boneco de neve mais mal feito e fofinho de sempre e com uma duração curtinha porque hoje em dia os miúdos não aguentam muito tempo no sofá, portanto, é o filme ideal para colocar e deixá-los sossegados enquanto queremos tratar das coisas na cozinha sem que nos chateiem. Mas sempre com uma espreitadela porque os graúdos também vão gostar. Especialmente com a reviravolta final!

Harry Potter
Quem nunca? Quem nunca deixou para as férias do Natal as brutas maratonas de Harry Potter, especialmente os primeiros? Quem nunca chorou porque na RTP ou no Hollywood estava a dar Harry Potter e não podíamos ver porque tínhamos de estudar? Harry Potter não é, de longe, um filme natalício mas não percebo porquê, há qualquer coisa nele que puxa ao Natal. Acho até a própria banda sonora dos primeiros filmes muito propícia a pensarmos nisso, os acordes e os instrumentos de fundo muito parecidos com os clássicos natalícios. Para recordar e babar de novo com a magia e voltar a ver o Daniel Radcliffe quando era giro e tinha bochechas irresistíveis.

E pronto, as minhas recomendações estão terminadas! Quais são as vossas? Deixem o link dos vossos posts nos comentários!

5 comentários:

  1. Nesta lista há muitos que quero ver e rever!

    ResponderEliminar
  2. Harry Potter e Sozinha em Casa são clássicos :D

    ResponderEliminar
  3. Queria fazer uma lista do género mas fiquei frustrado por não querer incluir os mesmos filmes do costume. Na altura vi o "The Holliday" no cinema e quando saí de lá só pensava, "Raios! É um filme natalício, não era suposto fazer-me chorar" haha. "A Bela e o Monstro" é o meu filme favorito da Disney e também já vi o "Love Actually" umas 100x.

    Da segunda parte, estou rendido ao "Age of Adaline". Antes de o ver estava de pé atrás, mas adorei o filme de tal forma que penso nele todos os dias. O "Frozen" é extremamente overrated e o "Harry Potter" simplesmente obrigatório :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  4. O Home Alone é mesmo aquele clássico que não falha!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)