quarta-feira, 28 de outubro de 2015


Pensar em estágios, fazer projectos de investigação, trabalhar em artigos epidemiológicos, preparar apresentações, estudar para frequências e ir às aulas com cabeça é, por vezes, de fazer chegar a casa com o coração apertado e uma sensação de impotência. Será que estou a fazer tudo bem? Acima de tudo, será que estou a fazer tudo como desejo? Como quero e como gostaria que ficasse? Se há dias em que sinto a areia a escorrer-me pelos dedos e que qualquer coisa me faz desbobinar um discurso que há muito está a perturbar o meu equilíbrio, aproveito os meus momentos sozinha.

Com a chuva a bater na janela, a Laika sempre a menos de 5 metros de mim (desde sempre) a olhar-me com aqueles olhos de alma que nos admira mais que a vida e London Grammar ou Ben Howard a envolverem-me em cobertores quentinhos. Eu tiro esse tempo para cuidar de mim, de olhos fechados, sem ninguém a interromper-me. A cada vitória que dou, a cada passo firme que faço, as minhas pessoas de sempre congratulam-me sem surpresa, porque sabem que consigo. Mas num palco de confiança e de muita coragem há um backstage de confirmações, inseguranças, nãos e muita mentalização individual.

Não é fácil sentirmos o mundo sobre os ombros, mesmo quando ninguém vê o mundo sobre os nossos ombros. Mas é por isso que somos feitos de uma matéria que mais ninguém tem. A nossa força, a nossa capacidade, a nossa confiança, auto-conhecimento e empenho. É nosso e ninguém na vida o tira. Está no DNA.

5 comentários:

  1. É importante que tenhas confiança em ti e que não te deixes ir abaixo.

    ResponderEliminar
  2. Tu consegues realizar qualquer coisa. Boa sorte!

    ResponderEliminar
  3. Tu consegues tudo. És incrível, don't forget!

    ResponderEliminar
  4. Inês, tu és incrível! E tu consegues fazer tudo o que tu quiseres, stay strong dear!

    ResponderEliminar
  5. Força! Tebho a certeza de que estás a dar o melhor de ti! :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)