domingo, 13 de setembro de 2015

FACULDADE || 3 Coisas que ainda não sei fazer na faculdade


Directas: É verdade, em 3 anos de Faculdade ainda não fiz uma única directa. Não sou capaz. Não sou capaz de martelar o cérebro e de me torturar ao ponto de ficar madrugada dentro a bater no ceguinho uma matéria que exige calma. Prefiro meter um despertador ridiculamente cedo e dormir para depois acordar a essa hora e pegar nos cadernos do que fazer directa. Para vocês verem, o mais tarde que já me deitei à conta de afazeres universitários foi às 3 da manhã para acordar às 6h. E foi porque tive de passar um caderno a limpo (descobri na véspera que a professora ia avaliar os cadernos práticos). Cheguei ao ponto de ter de meter a mão em água fria das cãibras  nos dedos de estar a escrever desde as 19h. Mas depois fui dormir. Até hoje nunca vi o nascer do Sol a estudar.

Beber café: Não bebo café e, quando me matriculei, foi algo que imediatamente me disseram que ia mudar. Errrn! Não mudou patavina. Continuo a não beber café e continuo a não precisar de beber café para me manter desperta a estudar ou para acordar de manhã. O meu namorado olha para mim com ar de demónio sobrenatural mas a verdade é que (e as pessoas que não bebem café vão perceber isto) quem acaba por nunca beber café arranja sempre alternativas para se manter desperto. É o que acontece comigo. O mais próximo que tive de beber café para despertar foi um Vigor Capuccino. Para mim é uma entrada inválida. As pastilhas e a coca-cola resultam para me manter eléctrica.

Não achar que a frequência vai correr mal: Que, claro, advém da minha insegurança e ansiedade. Não sou a mulher mais confiante do mundo e isso traduz-se nas avaliações, fico sempre a pensar no pior cenário possível. Dou-vos o exemplo que tive na minha cadeira de Nutrição no Desporto; Eu sempre acompanhei a matéria da professora e jamais me senti perdida. Fiz perguntas pertinentes, apanhava tudo à primeira e complementava coisas com conclusões minhas, da minha própria experiência como atleta. Tinha exames anteriores para treinar e para perceber mais ou menos que áreas da matéria a professora se focava mais. Resumindo, vocês lêem isto e pensam, tinha tudo para brilhar, certo? Na noite de véspera da frequência nem respirava. Na minha cabeça ocorreriam os pensamentos mais macabros como ter brancas, o teste ser cabalmente diferente dos enunciados que tinha treinado ou até nem perceber o seu pedido nas perguntas. E isto numa cadeira que estava hiper confortável (traduziu-se na nota, que foi fantástica). Mas o meu medo irracional levou a melhor. E se isto é com cadeiras confortáveis, nem vos conto nos cadeirões. Sou assim. Nunca irei chegar à porta de um exame a achar que são favas contadas nem nunca me irei sentir preparada. Sinto sempre que podia ter consolidado mais, revisto mais ou que algo me escapa. E no dia em que isto não acontecer, drogada estarei.

E vocês? O que é que não são ainda capazes de fazer na faculdade?

15 comentários:

  1. Revejo-me nas três. Nunca fiz directas para estudar, só noutros contextos. Gosto de café mas faz-me ficar ansiosa por isso não o uso como recurso e evito-o mesmo quando ando bem (às vezez não resisto mas é por gosto e não por necessidade), assim como a Coca-Cola (cafeína em geral prejudica-me). Quanto ao último ponto acho sempre que podia ter-me preparado melhor, mesmo quando sei tudo de trás para a frente... E acho que por um lado é bom porque se não nos deixarmos afectar excessivamente pela insegurança acabamos por nunca ficar a dormir na sombra, perceber as nossas falhas e tentar preparar a avaliação o mais possível. Nunca cheguei ao pânico por causa duma frequência mas também nunca entrei na sala a achar que estava feita sem esforço... :)

    ResponderEliminar
  2. Também não bebo café. Odeio o sabor. Mas ao contrário de ti, despertar ou manter-me acordada, começa a ser dificíl - nem as pastilhas me salvam. xD

    ResponderEliminar
  3. Nunca fiz estas três coisas durante os meus anos da faculdade. Tal como tu preciso sempre de umas horas de sono. O mais tarde que me deitei foram duas da manhã e por culpa de colegas minhas que se atrasaram com a sua parte de um trabalho. Nunca bebi café porque simplesmente odeio o sabor. E também nunca fui confiante para nenhum teste ou apresentação de trabalho. Acho que só ia confiante na apresentação da tese. O que até é irónico porque era onde devia estar mais nervosa. Acho que ganhei confiança nessa última etapa por não ter dúvidas sobre o que ia falar!

    ResponderEliminar
  4. Sinceramente, acho que o meu sono é demasiado precioso para algum dia abdicar dele!

    ResponderEliminar
  5. Todas. Odeio café, nunca bebi, nunca precisei dele. Nunca fiz uma direta, adoro as minhas horas de sono. Posso deitar-me tarde mas vou deitar-me! E nunca estou confiante para nada...

    ResponderEliminar
  6. Eu também não gosto nada nada nada de café e toda a gente me diz que um dia irei gostar...
    Beijinhos
    http://those-colorful-words.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Revi-me nos dois primeiros pontos. Nunca tive necessidade de fazer uma directa (nem sei se conseguiria fazê-lo, mesmo que estivesse muito aflita), nem nunca precisei de beber cafés para estudar (nem sequer gosto; só gosto se beber com leite). Mas, quanto ao terceiro, bem, já fui super confiante para certos exames xD

    ResponderEliminar
  8. Nunca fiz diretas para estudar (tal como tu, também prefiro acordar mais cedo, sou mais produtiva de manhã). De quando em vez recorro ao café (se bem que as pastilhas também funcionam muito bem!). Também nunca me sinto confiante a 100%. - pelo contrário, devo ser das pessoas mais inseguras deste mundo, infelizmente.
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. O café a mim então dá sono. E o 3º ponto acho é normal, acho eu...

    ResponderEliminar
  10. Isto é TÃOOOOO eu! Tirando o facto de que eu até bebo café... mas apenas às vezes, no final das refeições, por gostar do sabor e não para despertar - porque o café não me afeta rigorosamente em nada! xb

    ResponderEliminar
  11. Nunca fi um direta e o café que bebo nunca foi para me dar energia. Apenas gosto do sabor de um bom café, sabe-me bem! :)

    ResponderEliminar
  12. Sou como tu, exceto na parte de achar que uma frequência/exame vai correr mal. Eu tento sempre ter pensamento positivo :) *

    ResponderEliminar
  13. Fumar! Não me deixei levar pelo tabaco constante em todo o lado!

    ResponderEliminar
  14. Ainda não estou na faculdade... aliás, vou agora começar o secundário, tenho 15 anos, mas bebo café quando preciso... quanto ao resto não sei como vai ser :) daqui a 3 anos descubro.

    choiroa-maresia.blogspot.com

    ResponderEliminar
  15. As diretas não são mesmo para mim! Uma mente tranquila e descansada surte melhores efeitos que uma mantida a café até ao sol nascer. Não é um hábito, nem nunca será, espero. :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)