quinta-feira, 20 de agosto de 2015

FILMES || Insidious III


Os filmes de terror serão sempre um campo minado no que toca a uma opinião. Porque há pessoas mais sensíveis ao susto, outras que precisam de filmes mais intensos para conseguir apreciar o terror em si e outras que não gostam de todo. Tudo bem. Eu confesso-me uma leiga na observação mais cirúrgica de filmes de terror porque sou assustadiça. Muito assustadiça. Portanto, acho por bem informar-vos já isto: o meu namorado ia adormecendo a ver este filme e já viu quase todos os filmes de terror que há para ver. Já eu quase que lhe partia o braço com medo.

Eu gostei do primeiro Insidious porque é o tipo de terror que garantidamente me assusta. Os filmes com braços cortados, membros trocados, sangue e tripas não me afectam nada, o que me deixa de coração acelerado é a música horrível, o escuro, o suspense, as caras a aparecer de repente (de preferência, muito assustadoras) e velhas e demónios. Então velhas é garantido que fico em pele de galinha.

Vi todos os Insidious e considero este o mais fraquinho. Definitivamente deviam ter terminado logo no primeiro filme porque a história enfraquece a cada filme que passa. Insidious III é a história de como tudo começou. De onde as criaturas que nos assombram e nos deixam aos berros nos outros dois filmes vêm e o porquê. Fala sobre Quinn, uma adolescente que perdeu a mãe há um ano e que pensa que esta a está a tentar contactar através de aparições estranhas, objectos do quarto alterados e pressentimentos. Para conseguir perceber a mensagem da mãe contacta Elise (a médium que já todos conhecemos). Mal ela sabe que, na verdade, não é a mãe que lhe invade o quarto mas sim algo muito mais assustador. 
Elise tenta ajudar (com alguma relutância a princípio) Quinn mas vê-se incapaz de continuar a sua profissão há uns tempos abandonada devido a uma ameaça de morte por parte de uma (simpática) velhinha - que já todos conhecemos também - que se aproveitou dos anos de contacto da médium com o Além para tentar escapar.
Claramente nota-se que tiveram de inventar uma história mirabolante para justificar a continuidade da trilogia e agarraram-se aos elementos mais assustadores do primeiro filme para conseguirem elevar a qualidade do filme a nível de terror. Não sei se resultou lá muito bem.

É o filme com mais história também. Tem mais enredo e cenas que não nos deixam de coração alvoraçado. Mas o filme pode ser bastante aborrecido para quem não é de susto fácil (como o meu namorado) e não é, definitivamente, um filme que nos mexe com a cabeça e nos deixa completamente alucinados em pensamentos. Existem até cenas um pouco "tontas".

Ainda assim fiquei cheínha de medo desde o começo. Avisei o grupo inteiro de que se mostrassem o título como em todos os outros filmes até agora, pipocas iam ao ar e assim foi, numa sala cheia lá estava a Inês a mandar um berro por causa de um título de filme (já estão a ver o meu nível de assustadiça). Aliás, 90% do grupo só foi ver o filme ao cinema para ver as minhas figuras - não saíram desiludidos. A velha continuou a assombrar-me, as fotos do miúdo continuam a deixar-me toda arrepiada, as músicas em modo agudo e vibrato dão cabo de mim e aquelas aparições repentinas fazem-me entrar em taquicardia. Não é um Oculus nem é um Insidious I. É só um filmezinho de terror giro para introdução no mundo dos filmes de terror.

9 comentários:

  1. Detesto filmes de terror. Tenho imenso medo e ainda acabo a não dormir durante uma semana x)

    ResponderEliminar
  2. Fui ver o filme ao cinema e fiquei desiludida. Acho que não foi boa ideia terem explicado como tudo começou neste 3ºfilme.. Gostei bastante do 1º e do 2º, mas este perdeu a graça.
    Quanto às aparições repentinas, aquela última no final do filme deu cabo de mim.. xd

    ResponderEliminar
  3. Tenho de ver o primeiro... deixaste-me curiosa :)

    ResponderEliminar
  4. Adoro filmes de terror mas fico sempre frustrado com a má qualidade dos mesmos. Também falei do "Insidious 3" no outro dia e, tal como tu, detestei-o. Apesar de me assustar facilmente e de ter imenso medo da "noive de negro", não posso negar que a trama tem piorado a cada capítulo lançado.

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  5. Eu adoro ver filmes de terror mas tenho que estar sempre acompanhada, caso contrário morro de medo e depois não consigo dormir.
    Relativamente a estes filmes, nunca os vi e já não és a primeira a dizer que a qualidade diminui de filme para filme... Mas qualquer dia vou-lhes dar uma oportunidade :)

    ResponderEliminar
  6. Já vi o um e o dois também, e sou muito assustadiça e odeioooooo essa velha horrível e nojenta! Mas também quero ver o 3 eheh, beijinhos ;)

    ResponderEliminar
  7. Também sou péssima a avaliar filmes de terror, pois qualquer cara feia ou vulto inesperado num filme desses é motivo para saltar da cadeira. Vi o segundo filme no cinema (que coragem) e, apesar de me ter assustado, até o achei interessante. Era capaz de dar uma oportunidade ao terceiro.

    ResponderEliminar
  8. Adoro de morte filmes de terror mas ainda não vi nenhum dos Insidious. Tenho que guardar um dia para me actualizar

    ResponderEliminar
  9. Contam-se pelos dedos as vezes que vi filmes de terror - com muita pena minha. Tenho de apostar mais nesse género, porque até gosto, mas também tenho de deixar os meus medos de lado para o poder fazer! :/
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)