quinta-feira, 30 de julho de 2015

LIVROS || A Cada Dia


Este é A, a história de alguém que acorda todos os dias num corpo diferente. Já imaginaram como seria? Todos os dias vocês abriam os olhos e estavam num quarto diferente, família diferente, corpo diferente e os únicos alicerces para sobreviver a esse dia são as memórias e os dados contidos no cérebro da própria pessoa. A vive assim durante 16 anos e, com o tempo, começou a estabelecer algumas regras para fazer frente a esses dias: nunca se apegar muito, evitar ser notado e não interferir.

Tudo corria bem até A conhecer Rhiannon, por quem descobre, pela primeira vez, o que é uma paixão avassaladora que nos faz querer ver a mesma pessoa todos os dias. Mas... Como faz ele isso se, todos os dias, acorda num corpo e vidas diferentes?

Este foi um livro delicioso de ler, primeiro, porque pega numa ideia gira e original e, a partir dela, o autor cria uma história fantástica e ainda consegue incorporar no meio imensas questões sobre o amor, sobre tomarmos as pessoas e os amanhãs como garantidos, sobre religião, orientação sexual, a ideia de nos apaixonarmos pela pessoa e/ou exterior, família e ligações, distúrbios mentais, toxicodependência e todas estas questões são abordadas de uma forma pertinente e contextualizada no livro, sem tentativas de lições parentais mas no sentido de reflexões, o que considero ser um desafio porque rapidamente David, o autor, poderia dispersar na sua mensagem, coisa que nunca fez. Se escrevesse um livro, seguiria a mesma receita que ele.

É um livro desafiante porque não há introduções chatas nem começos a meio gás. A história começa logo nas primeiras páginas o que nos faz pensar que o autor é um louco por gastar os cartuchos todos num só capítulo. E depois descobrimos todo um desenrolar de acontecimentos que nos vão deixando presos ao livro, querendo saber mais e mais e sem tempos mortos. Há sempre algo a acontecer e, pelo menos no meu caso, fui surpreendida. Tanto no desenrolar de algumas partes do enredo como no final (não vou explicar porquê mas dá vontade de querer que hajam mais folhas neste livro).

A linguagem é acessível mas não é descuidada e por isso a leitura flui de uma forma muito harmoniosa e os próprios pensamentos do protagonista fundem-se nos nossos próprios pensamentos. É fácil ganharmos compaixão por A e pelos seus pensamentos e sonhos, dá vontade de querer dar-lhe um abraço e dizer que tudo vai ficar bem. Também existem algumas partes cómicas pelo que considero ser um livro leve e com uma história gira mas com alguns temas sérios muito bem alicerçados. É óptimo para quem quer começar a ganhar hábitos de leitura, porque é fácil envolverem-se e para quem já lê há muito e quer uma história muito cinematográfica (isto dava um filme perfeito). É giro, é bondoso e deixa-nos de coração apertadinho mas de sorriso nos lábios. Está muito recomendado e não o deixem para amanhã!

Autor: David Levithan
Nº de Páginas: 284

13 comentários:

  1. Cativou-me e fiquei curiosa para ler :)

    ResponderEliminar
  2. Li-o todo numa viagem de comboio há uns meses e adorei! E concordo que daria um excelente filme. Acho-o tão interessante por não ser o tipo de história a que, normalmente, se está habituado! :)

    ResponderEliminar
  3. Já o tive nas mãos e estava nas minhas opções , ando a tentar encontrar um livro para ler :)

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Nunca terá a mesma qualidade que o livro :)

      Eliminar
  5. Parece ser super giro. Fiquei bastante curiosa.

    ResponderEliminar
  6. Pareceu-me super interessante por acaso! :)

    ResponderEliminar
  7. Onde é que o compraste, Inês? :) Gostava tanto de ler!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está disponível em qualquer livraria :)

      Eliminar
  8. fiquei com muita vontade de ler este livro!

    ResponderEliminar
  9. Fiquei bastante curiosa! :o
    Beijinho*

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)