sábado, 20 de junho de 2015

Recebo-te de braços abertos


Olá ao calor. Olá às bebidas frescas, à garrafa de água sempre por perto e aos almoços improvisados para levar na mala de praia. Olá à praia, ao som do mar e aos salpicos frescos que sabem tão bem. Às trezentas reposições de toalha que, mesmo assim, consegue ficar com areia no segundo em que nos deitamos. Olá às figas por bandeiras verdes, aos beicinhos nas bandeiras vermelhas e aos regalos de vista de Nadadores Salvadores. Olá às corridas desenfreadas mar adentro e aos momentos de primeiro molhar o pé, devagarinho.
Olá ao cheiro do protector solar e do after sun. Olá às manhãs quentes e aos pequenos-almoços à varanda. Olá aos finais de tarde luminosos e abafados. Olá aos petiscos de final de dia e ao pôr-do-Sol na melhor companhia. Olá às oito da noite em biquíni ou às sete da tarde na praia, mas com sweat. Olá aos gelados e às mariscadas, ao peixe que sabe a mar e ao mergulho de final do dia que sabe a vida. Olá aos convites inesperados e aleatórios, olá aos aborrecimentos de sofá e zapping olímpico. Olá ao esgotamento de séries e paciência para crianças que berram na praia e atiram-nos areia quando correm. Olá aos mergulhos de piscina e cloro nos olhos, aos beijos debaixo de água e de lábios a escaldar. Olá às competições de mergulho, aos pulinhos que damos quando a água entra nos ouvidos, aos arrepios quando o corpo está a escaldar e entramos em água fria. Olá aos que nadam que nem Phelps e os que nadam que nem Golden Retrivers. Olá às conversas à beira da piscina só com os pés a molhar. 
Olá às viagens, às malas mais cheias com roupa mais leve. Olá aos aeroportos e a famílias distantes. Olá às viagens de comboio e autocarro, aos amigos que só voltamos a ver em Setembro e aqueles que finalmente concretizam o café combinado há 15 mil anos. Olá às fotografias luminosas e coloridas e às cores dos fatos de banho. Olá aos padrões mais felizes e invejados quando observamos a praia e dávamos tudo para saber de onde aquele fato de banho é. Olá às sardas que se intensificam e às pessoas que em uma hora estão mais morenas que outras em três Verões seguidos. 
Olá às marcas do biquíni, que são sempre mais giras e intensas na casa de banho e mais esbatidas e brancas em plena luz de praia. Olá à sensação de ficarmos mais bonitas queimadinhas, mais engraçadas com as bochechas rosadinhas. Olá aos cabelos que aclaram e às noites quentes e animadas. Olá às saídas com os amigos descontraídas, às músicas sensação do Verão e às combinações de cinema, no Shopping ou em casa. Olá às roupas e ao coração leves. Olá às sestas de praia pertinho, pertinho de quem nos aquece o coração. Olá às pessoas que vão tomar banho e se deitam em cima de nós, pessoas que estavam a escaldar e agora têm um ataque porque a pessoa está gelada. Olá à despreocupação, aos banhos bem vindos, aos festivais de Verão e à alegria. Olá Verão.

3 comentários:

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)