quarta-feira, 17 de junho de 2015


Quando entramos em apneia (que, por acaso foi o uns dos primeiros títulos que dei ao meu primeiro blogue antes de ser Teorema), no mar, existe um intervalo de profundidade entre os 7 e os 13m em que o nosso coração tem uma grande probabilidade de simplesmente parar, sem sintomas, sem pré-avisos. É simplesmente uma pressão tão forte que consegue fazer o coração parar de bater. E é isso que provoca tantos acidentes em pesca submarina ou em mergulhos extensos.

Eu não tenho qualquer conclusão para vos dar ou qualquer pensamento metafórico consequente deste facto que sei há alguns anos. É só que continua a espantar-me e a deixar fascinada como o corpo humano é capaz de ser o mais vulnerável do mundo contra algo tão simples como pressão. Cientificamente fascina-me. Fim.

15 comentários:

  1. Nunca mergulhei assim tanto mas já giz batismo de .mergulho aí com 4m de profundidade e confesso que este posto me deixou assustada. É incrível!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas baptismo de mergulho não tem nada a ver, isso podes ficar descansada quando tens equipamento para respirar que o problema não é a profundidade com que tu desces no mar mas sim a velocidade com que voltas a subir à superfície. Tens de ir devagar para não dares cabo dos pulmões, coisa que consegues facilmente controlar ;)

      Eliminar
  2. Desculpa-me a ignorância, o que é apneia?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mergulho de apneia é o acto de voluntariamente interromperes a respiração e percorreres a maior distância possível no mar sem perderes a lucidez. Normalmente isto é feito especialmente na pesca submarina e é perigosa porque não é o mergulho comum com máscara ou equipamento de respiração, basicamente sustens a respiração e não levas nada contigo (o que aumenta ainda mais a pressão no teu corpo).

      Eliminar
  3. Foi o teu namoradinho que te ensinou essa?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não anónimo, como disse no post já sei isto há alguns anos, anos esses em que nem conhecia o meu namorado. Foi o meu pai que me ensinou porque ele fazia pesca submarina na altura e eu fiquei interessada.

      Eliminar
  4. É fascinante e assustador ao mesmo tempo! Mas não é algo que queira experimentar... Um dia gostava de experimentar mergulho (com equipamento) mas assim, só a suster a respiração não dava para mim...

    ResponderEliminar
  5. Adoro mergulho mas ainda não me aventurei em apneia. É preciso uma preparação fisica um bocado assim para o grande.

    ResponderEliminar
  6. O corpo humano é mesmo fantástico! Confesso que não teria coragem para fazer tal coisa... Até porque um rapaz que conhecia já morreu a treinar apneia...
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  7. Já não vives no cafuncho?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahah, é cafucho, não cafuncho x) não, já ninguém vive lá...

      Eliminar
    2. Ahahah desculpa
      Então por isso é que já não há histórias da Ervilha Richard Philip e Inn

      Eliminar
    3. Há, eu só não as partilho :)

      Eliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)