segunda-feira, 18 de maio de 2015

FACULDADE || Hoje foi a sério!


Finalmente foi hoje que dei a acção de formação às crianças no âmbito da minha avaliação a uma cadeira do meu curso e não podia estar mais orgulhosa. O objectivo era falar sobre a Roda dos Alimentos e sobre Actividade Física a duas turmas de 4º e 5º ano da forma mais interactiva possível. Reconheço que ao início me pareceu um desafio, o meu 4º ano já lá vai e a cada slide que fazia, mais me sentia confusa se estaria enquadrado para a idade. Outro entrave foi a linguagem, já que estamos anos e anos de escola a levar na cabeça que temos de ter uma linguagem mais cuidada e agora, com crianças, tínhamos de simplificar tudo.

Foi uma estreia e não foi perfeita, há muita coisa a melhorar mas fiquei tão feliz por ter tido oportunidade de fazer algo a nível profissional e prático, algo que realmente acontece no meu universo de emprego. Senti que foi um trabalho realmente útil para a minha licenciatura, para a forma como devo encarar a minha profissão. Senti que fiz algo de realmente importante porque hoje estas crianças vão chegar a casa e dizer aos pais que estiveram a falar da Roda e de que devem mexer-se. Sinto que passei uma mensagem e isso foi o meu sonho, desde o começo. Sentir a atenção presa deles, o facto de eles imediatamente terem simpatizado comigo e terem decorado o meu nome, de me chamarem "Inês" e de me fazerem perguntas, de quererem participar, de quererem saber mais, não tem preço. Ver as caras felizes deles, ver a atenção presa nas nossas palavras (algo muito difícil nestas idades), o entusiasmo deles a receberem as bolachinhas que lhes fizemos e as meninas dizerem "deram-me um saquinho com a minha cor favorita, vocês são tão bonitas, queremos ser como vocês". Sinto que consegui passar uma mensagem de exemplo, de conselho.

Oiço a minha Universidade ser criticada todos os dias e sempre que digo onde estudo, ridicularizam e descredibilizam a minha aprendizagem. Mas só por hoje ter tido oportunidade para falar com um público de fora (seja ele de que idade), de passar uma das mensagens mais importantes da nossa existência, de ter recebido elogios do Director do colégio e professoras, eu sinto que é um privilégio estudar onde estudo. Esta oportunidade de contactar com o mundo real foi uma das experiências mais gratificantes da minha Licenciatura e vou guardá-la para sempre, com todo o carinho - tanto como o que os miúdos depositaram em mim.

7 comentários:

  1. Tudo nos ajuda a evoluir! E mesmo que digam que estás no sítio errada e critiquem, não acredites. A tu competência tem mais valor do que todas as más línguas do mundo (:

    ResponderEliminar
  2. Não é o sítio que forma as pessoas, mas sim o trabalho e empenho. É certo que tudo influencia, mas se fores trabalhadora e empenhada isso nota-se e é bem mais importante :) boa sorte!

    ResponderEliminar
  3. É tão bom quando nos sentimos realizadas :)
    Mas depois é uma deceção quando acontecem coisas como a mim: despedimento.

    ResponderEliminar
  4. Também me senti bastante bem quando tiver a oportunidade de ir a uma escola do ensino básico II falar com miúdos acerca de drogas, que é mais dentro da minha área. É uma grande satisfação pôr em prática toda a teoria que aprendemos. :)

    ResponderEliminar
  5. Que bom! Se quiseres (e puderes!) vai dar formação à minha escola ;)

    ResponderEliminar
  6. As privadas estão mais afectas a escandalos, a cursos menos bons por causa de lobbys mas criticar o todo pela parte não faz sentido. E mais do que a tua universidade eles ali viram a Inês que é assim porque tem as bases certas e porque é uma pessoa certa para aquilo que faz. E tantas vezes há grandes universidades que produzem profissionais mediocres e universidades sem grande nome que produzem excelente profissionais. Isso cabe a ti e não só à tua universidade. É saberes usar o que ela te dá. E nisso tens talento! ;)

    ResponderEliminar
  7. É importantíssimo termos experiências destas ao longo do curso para que não sejamos totalmente atirados aos leões no final (ainda que ache que vamos sempre sentir isso!) :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)