segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

MUNDO || Nós somos o Universo


Gosto de pensar em cada um de nós como planetas. Antes que me considerem uma pessoa absurda, quero desenvolver esta minha ideia, tão minha e tão enraizada na minha mente há anos. 
Nunca estive no espaço, nem a maior parte de nós lá esteve mas já pudemos ver imagens incríveis do Universo. Da beleza do nosso planeta e dos outros e das coisas incríveis que estão por descobrir. Falam da Terra como "O Planeta Azul" mas sabemos perfeitamente que há muito mais no planeta onde habitamos do que oceanos azuis.

E é essa a mesma visão que tenho sobre nós. Que, com a distância que temos uns dos outros, vemos a sua superfície, abstracta, idílica e sem detalhe. Mas, quanto mais nos aproximamos, mais vamos conhecendo. Mais coisas vamos descobrindo e apercebemo-nos da imensidão. Quando olhamos para a Terra, vista do espaço, quase nem dá para acreditar que, dentro daquela esfera, se escondem milhões de pessoas, planícies, monumentos, ideias e artistas, rios e árvores e florestas. E o mesmo acontece connosco. 

Cada um de nós é um planeta que só verdadeiramente conhecemos quando nos atrevemos a explorar e a aproximar-nos dele. Alguns de superfície encantadora e convidativa, outros de atmosfera perigosa mas que incitam ao desejo de conhecer mais, uns mais distantes que os outros mas cruzamo-nos todos, a seu tempo, numa mudança de rota, num cruzamento de linhas, cada um percorrendo o caminho que lhe é destinado.

E se pensarmos que, sem a Terra não vivemos, pensemos também que em nós, enquanto planetas que somos, também temos como hospedeiro algo que, sem nós, a sua própria existência fica comprometida: os nossos valores, ideias e a nossa alma. Sem nós, não existem.

Pensem nisto da próxima vez que se sentirem perdidos e inúteis. Há alguém aí fora que está mais que desejoso por saber na palma da mão de que planeta vocês são feitos.

7 comentários:

  1. A mim só me falta construir uma nave espacial. Gostei da analogia. :)

    ResponderEliminar
  2. Tu és simplesmente genial, adoro as tuas teorias :p
    Se toda a gente pensasse assim - ou tivesse, pelo menos, uma visão do género-, o mundo era tão mais feliz!

    ResponderEliminar
  3. Excelente analogia Inês :) Gostei mesmo, e faz todo o sentido!

    ResponderEliminar
  4. Excelente comparação, Inn!!!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Nunca tinha pensado dessa forma, mas tens razão.

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)