segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Foi. Tão. Bom :')


Hoje fiz imensos disparates e aos primeiros minutos de corrida tinha os brônquios a saltar pela boca. O meu miocárdio quase a desfalecer, os músculos da perna a cair e ainda consegui dar cabo do polegar.

Mas foi o primeiro dia de 2015 em que estive tão feliz que quase podia chorar de felicidade. Cada vez me encontro mais e, hoje, por mais asneiras que tenha feito e por mais velha de 80 anos que tenha parecido a correr, uma parte da Nês que me faltava abraçou-me. E a minha alma está a sorrir por dentro. Que saudades que eu tinha de ti, basquetebol. Fui a pessoa mais feliz do planeta por uma hora e meia. E isso, ninguém (eu repito: ninguém) vai poder tirar de mim.

3 comentários:

  1. Que bom Inês :) fico muito contente por ti!

    ResponderEliminar
  2. É sempre bom poder fazer aquilo de que gostamos!

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)