quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

FILMES || The Imitation Game

Eu ando a BOMBAR nas sugestões!

Confiante de que daqui vai sair um Original Score ou Best Picture, eu pelo menos gostaria que sim com este filme. Pelo que acabei de escrever parece-me mais que óbvio que gostei.

Estamos em pleno romper da II Guerra Mundial e Inglaterra tem em seu poder um engenho alemão a partir do qual é possível decifrar as mensagens encriptadas alemãs, de seu nome Enigma. O problema é que existe uma configuração diária para a máquina e à meia-noite, todos os dias, essa configuração sofre rearranjo para outra completamente diferente o que dá a qualquer mente brilhante exactas 18 horas desde a primeira mensagem da manhã para descobrir qual a configuração do Enigma antes que ela volte a desconfigurar.

Alan Turing é um matemático brilhante que sabe que tal jogo não pode ser feito por cabeças humanas. Seria longo e impossível e sabe que só uma máquina pode vencer outra máquina daquele calibre. Decide então criar Christopher, uma máquina que decifra a configuração actual do Enigma de forma a que eles a possam utilizar para ler, finalmente, as mensagens captadas aos alemães através de banais frequências de rádio. Porém a máquina não é inicialmente aceite pelos seus colegas de trabalho nem o seu superior e tudo indica que o mais provável é ser um projecto falhado.

Lutando para conseguir seguir em frente com a sua ideia, Alan debate-se ainda com outro problema, ao qual não consegue escapar: a sua orientação sexual, considerada ilegal na época. Existem desconfianças e Alan não sabe até quando vai poder manter o seu segredo.

E... por falar em segredos, um espião anda a partilhar informação para os Soviéticos. Quem será o espião?

O filme está delicioso, a prestação dos actores maravilhosa, acho que ele faz um bom duelo para Eddie neste Óscar de Melhor Actor (ainda que ache que o Eddie leva a melhor, I'm sorry). Uma história fantástica e que nos encanta na História, um filme que não podem deixar de ver. Eu pessoalmente fiquei ainda mais curiosa porque já tinha ouvido falar nesta grande cabeça, em conversa com o meu pai (grande amante de história) que me falou da sua importância e do quanto ele foi pioneiro no mundo dos computadores - talvez sem ele não estariam a ler o meu post -. Alan acaba por cometer suicídio comendo uma maçã com cianeto. Até há o rumor de que Steve Jobs deu o grande nome da empresa "Apple" em homenagem a Turing. 

Nem sempre a normalidade é o caminho para o brilhantismo.


6 comentários:

  1. Este é um dos que mais quero ver, dos que estão nomeados aos Óscares. Parece-me muito bom :)

    ResponderEliminar
  2. Ainda não tinha prestado muita atenção a este filme, nunca me puxou.. Mas parece ser bastante interessante!

    ResponderEliminar
  3. É um dos filmes que está na minha lista para ver, e depois de ler o que escreveste aqui, fiquei ainda com mais curiosidade em vê-lo :)

    ResponderEliminar
  4. Eu vi e recomendo, superou todas as minhas expectativas :)

    ResponderEliminar
  5. O teu resumo não poderia estar melhor, muito bem!
    Vi ontem à noite e adorei, o protagonista fez um papel excelente.

    ResponderEliminar
  6. Vi ontem e vou escrever a minha opinião sobre ele também porque um simples comentário não chega! Mas o protagonista é Alan Turing e não Alex :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)