quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

E mais um Natal que passou!


Não tive, na verdade, tempo para deixar no Bobby Pins uma mensagem natalícia, mas ainda vou a tempo de vos desejar o resto de um bom Natal. A cada ano que passa, mas em especial este ano, tenho descoberto o poder que uma família pode trazer ao nosso equilíbrio e aos nossos corações. Como nos ajudam a erguer nos momentos em que nos sentimos mais perdidos.
Na nossa família é típico virmos cedo para a casa anfitriã e ajudarmos em tudo. Pomos a mesa, terminamos os doces, ligamos os fornos e agradecemos à SIC e à TVI por passarem filmes para a petizada acalmar. Há sempre o bacalhau cozido mas também um bacalhau com natas - ao qual eu vou sempre lá roubar porque não acho piada nenhuma ao bacalhau cozido - e a conversa habitual.

Costumo sempre ficar com os mais pequenos a fazer jogos de tabuleiro ou a ver as estreias. E de manhã, enquanto como as sobremesas com chá, distribuímos as prendas e vamos abrindo. Para mim, sempre teve imensa lógica, desde pequena, abrir os presentes na manhã de 25. Não fazia sentido quando os meus amigos diziam que abriam os presentes mas depois não brincavam muito porque tinham de ir para a cama. Eu desembrulhava e tinha o dia inteiro pela frente para brincar. 

Almoçamos e ficamos pela mesa sempre imenso tempo, junto dos cheiros de almoço. Estreei-me na cozinha, como tanto queria, com um bolo Arco-Íris natalício que me divertiu muito fazer e, para minha desilusão, A Música no Coração não passou na RTP. Eis senão quando a minha avó mostra-nos que comprou o dvd e ficámos todos de olhos a brilhar, e lá assistimos mais uma vez o clássico. Durante a tarde recebemos sempre visitas de outras partes da família para troca de presentes e para lancharem connosco. É agradável, caloroso e dá-me uma enorme sensação de paz.

Ao contrário do que esperava, este Natal foi bastante alegre para mim. Já é uma época festiva triste desde que a avó não está cá mas acho que, depois de tudo o que aconteceu, me ia sentir ainda mais sozinha, sem o seu alento ou sem a sua sensação de amor. Mas senti-me acarinhada e amada por muita gente e senti-me forte, deitei-me com um sorriso e com uma coragem que em mim desconhecia. Penso que foi uma lembrança lá de cima só para "dizer que não me esqueci de ti".

Quanto a vocês, espero que tenham tido um Natal gordão, brincalhão e com algumas prendinhas, porque todos merecemos. Depois da surpresa que foi ter um Iphone (longe de mim imaginar que alguma vez ia ter alguma Icoisa) foi um choque ainda maior ter uma viagem à minha espera (e mais alguns miminhos). Por mim, estou mais que satisfeita! E vocês? Qual foi o vosso presente favorito?

Muitos beijinhos natalícios! 

7 comentários:

  1. Como deves ter visto no blogue, vim passar o natal a França, o que é bom... Estar com as mães depois de 3 anos a passar o natal separados... mas não tem a mesma piada, não há família, não há azáfama... Falta isso.

    ResponderEliminar
  2. Que fixe!
    Gostava muito que a minha família fosse mais unida, porém mais uma vez este natal festejou-se com a casa anfitriã (a minha), e só veio os meus avó maternos e minhga tia-avó. Foram-se embora antes da meia noite (como é habitual). Mas eu, queria abrir a meia noite os presentes (uma vez que não me lembro ter aberto a essa hora em natal passado nenhum), mas mais uma vez abriu-se antes da meia noite ( especificamente as 23h30) x)

    Recebi um tablet e mais umas coisinhas, ate gostei muito ;)

    Feliz Natal!

    ResponderEliminar
  3. O meu natal também foi muito giro, entre família. Também somos muito chegados e isso deixa-me tão feliz!

    ResponderEliminar
  4. Quem me dera ter uma família directa maior. Era tudo mais giro e mais colorido, agora é esperar que eu e o meu irmão construamos essa parte. Continua a ser sempre triste, somos número ímpar e faz sempre falta meu avô. De resto não vi filme absolutamente nenhum, apenas gosto de ver tv na sala e os meus avós estão sempre lá a empanturrar-se com casa dos segredos e isso não é para mim. Ter uma dor de dentes terrível também não ajudou em nada. As minhas prendas preferidas foram os livros. O Wreck Ths Journal, o Let It Snow e um livro tipo os 4 ou os 7 mas com escuteiros, ah e dinheiro ;) Para onde vais viajar?!

    ResponderEliminar
  5. Bem encheu-me o coração ler esta tua descrição de Natal, parece tão acolhedor e animado com a família toda juntinha, huuuumm que bom!
    Feliz Natal para ti :)

    ResponderEliminar
  6. Será que um dia podias fazer um post sobre a receita do bolo Arco-Íris, por favor?
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  7. Nada mais simples anónimo, é só separares a massa de qualquer bolo normal em tigelas diferentes e colocar um corante alimentar diferente em cada taça. Depois é só colocar na base a massa de cada cor no efeito que tu quiseres e meter ao forno.

    Se quiseres que fique cada cor por camada tens de meter as diferentes massas no forno uma de cada vez e depois "empilhas" umas às outras no fim com ajuda de um creme qualquer ao teu gosto.

    Beijinhos :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)