domingo, 14 de setembro de 2014


Pode parecer a coisa mais estúpida do mundo mas definitivamente a Faculdade fez-me finalmente ambientar-me ao Metropolitano de Lisboa. Desde sempre que achei - e ainda acho - o mapa das linhas confuso, as indicações pouco claras e vagas. Há dois anos eu entrava no Metro absolutamente perdida, entrava nas linhas erradas e não fazia ideia porque é que tinha de entrar numa carruagem que dizia Odivelas ou Rato para ir parar o Campo Grande porque não via Campo Grande em lado nenhum. Não entrava em nenhuma carruagem quando as portas começavam a apitar e preferia esperar pelo próximo ou agarrava-me de morte ao poste se tivesse de ficar em pé.

Hoje em dia sigo tudo de olhos fechados, sei ou reconheço já quase todas as estações, sei aquelas em que posso passar a ouvir música no meu mundo e aquelas em que definitivamente não quero atravessar sozinha sem um rapaz que meta medo, entro durante o apito e já sei fazer surf de Metro (aka, aguentar-me em pé).

Sou um bicho de hábitos e apesar de este ser o pormenor mais irrelevante do planeta, foi a minha maior diferença. A Inês de 2012 entraria em pânico com o Metro. A Inês de 2014 já fez amizade com as linhas de quatro cores.

8 comentários:

  1. Conheci o metro de Lisboa depois de conhecer o de Madrid, Paris e o de Londres, e tive essa mesma sensação, é demasiado confuso em tudo, quando comparado com os que referi, mas de longe!

    Ainda não me perdi, mas é preciso "pensar demasiado" quando o tenho que utilizar. Tal como referiste, é algo que se aprende com o tempo, mas nos outros foi algo super intuitivo.

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que não me habituava, nasci em Lisboa mas com 12 anos vim para o NORTE e sempre que vou a lisboa tenho um medo danado de andar de transportes públicos ou sair a rua sozinha.

    ResponderEliminar
  3. Nunca percebi o drama das pessoas com o metro de Lisboa xD
    É verdade que é o único em que andei mas sempre achei aquilo de uma facilidade!!

    ResponderEliminar
  4. Eu vou agora estudar para Lisboa e o meu maior medo é perder-me no metro. Parece-me tudo confuso. Espero habituar-me a tudo antes das minhas aulas começarem a sério.
    :)

    ResponderEliminar
  5. Eu detesto o metro de Lisboa mas não é pela confusão de linhas. É por achar constantemente que vou ser assaltada, não me sinto nada segura na cidade no geral.

    ResponderEliminar
  6. Isso não me aconteceu na faculdade, porque em coimbra (ainda) não há metro... Aconteceu-me sim em Londres... De início parecia-me um quebra cabeças... Agora? Como a palma da minha mão.

    ResponderEliminar
  7. Eu acho o metro de Lisboa super fácil de compreender. O do Porto, por exemplo, considero muito mais confuso essencialmente devido às várias zonas com preços diferentes que possui.

    ResponderEliminar
  8. Eu só andei de metro em Toronto (mas sinceramente n me lembro) e mais recentemente em Milão. Adorei aquilo e achei bastante simples.

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)