terça-feira, 23 de setembro de 2014

ISTO É TÃO INÊS || I'll rise at Fall


Qualquer pessoa que me conheça sabe que sou uma pessoa (muito) mais feliz no Verão. É uma estação quente, colorida, preguiçosa e criativa, o que encaixa bem na minha perspectiva de ver a vida. No entanto também sei que a minha perspectiva do Verão e do Outono/Inverno está muito condicionada por todas as coisas que faço no Verão (aquilo que quero) e no Outono/Inverno (deveres, estudos, deadlines...). Ter bons Verões não ajuda a dar de caras com a Faculdade, a chuva que só devia cair quando estou no quente da minha casa ou do frio que encontra sempre uma folga nos meus casacos bem quentes para me regelar.

No entanto, em Janeiro deste mesmo ano decidi revolucionar-me e quis fazer de mim uma pessoa mais feliz, independentemente das circunstâncias. Quis encontrar o lado bom em todas as coisas. E a 99 dias de 2014 acabar, não quero falhar. Por isso, vou revolucionar-me e vou ser mais feliz nestas estações frias.

Vou mimar-me e vou aceitar que há prazos a cumprir e matéria impossível. Há dois anos que ando a saltar barras impossíveis, portanto, quero estar mais calma desta vez. A mesma garra, o mesmo empenho mas moderar esta ansiedade que torna as nuvens ainda mais negras. Quero focar-me no meu aniversário (eu gosto de fazer anos, não tenho complexos), no aniversário de alguém que gosto muito, nas viagens programadas, nas cadeiras que gostar, no Halloween - uma época que faço questão de assinalar custe o que custar - nos treinos bons, nas luzes nas ruas.

Há o chocolate quente que já não nos fará suar ao beber mas sim aconchegar como um abraço do Pai Natal em criança. Há as galochas, e as meias giras. As séries voltam e faz todo o sentido vê-las aconchegadas numa manta. Há o cheiro a castanhas e do fumo das lareiras. Sim, custa colocar o soutien de manhã com as mãos geladas mas há as camisolas quentinhas, para lá de giras. Posso sentir-me um texugo, mas também posso ser um texugo com estilo! É mais que permitido agarrarmo-nos ao braço de alguém que partilha connosco o seu guarda-chuva e também é permitido mandar à merda a chuva que cai sem a termos autorizado para tal. Aquecer as mãos na tigela da sopa e ver a cidade pintada de folhas que caem. Andar pela casa com músicas de Natal ou até mesmo no dia das Bruxas colocar a playlist das histórias de terror enquanto como as tradicionais gomas da época. Os cachecóis grandes e infinitos, as mãos dadas e guardadas num dos bolsos do casaco para as mantermos quentinhas, os aquecedores de mãos que eu coloco em todos os bolsos dos casacos que levo para a rua e assim mantenho-me sempre com as mãos quentes, as luvas que dão para mexer no telemóvel.

As saias e os collants, que ficam sempre um mimo, e os imensos gorros que podemos usar e abusar. Não ajuda nada o vento, nem as salas frias, mas os abraços escondidos da chuva ou mesmo enroscados no sofá contam. A edição especial de filmes de Halloween do Disney Channel também. E os filmes de Inverno clichés de Domingo com pipocas também. Vale encontrar receitas novas de bebidas quentes e ir sair à noite mesmo quando sai vapor da boca. Vale também dizermos que somos dragões à conta disso. Vale o chá, mas esquecer o guarda-chuva em casa é golpe baixo e conduz a falta técnica.

Acima de tudo, há que aproveitar o melhor de cada estação. Talvez o Outono e o Inverno sejam mais difíceis de o fazer para mim (e nem tanto para outras pessoas) mas estou disposta a que a tristeza cinzenta do céu lá em cima não me domine. Posso estar com um casaco de Inverno e um guarda chuva, mas vou manter - e tentar todos os dias - manter o meu espírito de Primavera/Verão!

7 comentários:

  1. "(...) a minha perspectiva do Verão e do Outono/Inverno está muito condicionada por todas as coisas que faço no Verão (aquilo que quero) e no Outono/Inverno (deveres, estudos, deadlines...)." É precisamente por causa disso que também sou muito mais feliz no Verão. Acho que, no que diz respeito ao Outono/Inverno, só gosto das roupas e das bebidas quentes (e do Natal também, claro ^^), porque, de resto... Mas gostei muito deste post. Devia tentar ver as coisas assim =)

    ResponderEliminar
  2. Também sou muito menina de verão, tudo mais fácil nessa mesma estação. Mas confesso que ando com saudades das minha sweaters, sim porque eu ainda não vesti nenhuma sweater. Vou tentar fazer o mesmo, há que aproveitar e não ficar a ver navios!

    ResponderEliminar
  3. O inverno também tem imensas coisas boas mas estamos tão submersos em deadlines que às vezes esquecemo nos disso!! Eu também tenho de me comprometer a por a ansiedade de lado!!

    ResponderEliminar
  4. Gosto de todas as estações e adoro tudo aquilo que mencionaste no texto :)

    ResponderEliminar
  5. Tu és brilhante, ao ler este post parece que entrei numa curta metragem, tão bom :D

    ResponderEliminar
  6. Prefiro o inverno e talvez por isso tenha adorado este texto *.*

    ResponderEliminar
  7. Adoro a forma como vês a vida, Inn :)
    Muitos beijinhos *

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)