quarta-feira, 25 de junho de 2014

FOTOGRAFIA || Humans Of New York

Não é uma página recente e talvez já a conheçam. Trata-se de uma página de Facebook dada pelo nome "Humans Of New York" onde são fotografadas pessoas completamente anónimas pertencentes a essa cidade fabulosa. Só por si esta página já seria um sucesso, na minha opinião como amante de fotografia e, especialmente, de retratos. Mas ainda melhora. Junto com a fotografia vem sempre algo que a pessoa fotografada disse. Pode ser um diálogo, pode ser um desabafo, vindo de uma conversa com o fotógrafo. Umas vezes fotografam casais e a citação que colocam é sobre eles, outras vezes é sobre o local onde estão e até pode ser sobre a própria história de vida da pessoa.

O que me fascina nesta página é que foi ao encontro daquilo que há muito penso; Todos os dias cruzamo-nos com dezenas, centenas de pessoas, chocamos com elas sem querer, esperamos na fila com elas, trocamos olhares com elas, esperamos pelo metro ou autocarro juntas mas não sabemos nada sobre elas. Estão no mesmo jardim que nós, são cidadãos activos na mesma história que estamos a viver mas cada um à sua maneira, sem fazermos qualquer ideia do que a outra pessoa está a viver, a pensar, a decidir. É um mistério da humanidade conseguirmos conviver com tantas pessoas sem sabermos praticamente nada sobre eles.

Esta página corta essa sensação. Atribui aos corpos e caras com que nos cruzamos uma personalidade e uma história. Deixam de ser figurantes nas nossas vidas para serem personagens activas, nas quais reflectimos nas suas palavras. Umas mais profundas que outras.

Vale a pena visitarem esta página e encantarem-se com as pessoas. Afinal, há certos pormenores da humanidade que valem a pena gostar! Deixo-vos aqui alguns exemplos do que podem encontrar!

"Diz-me uma coisa sobre os violoncelos que a maior parte das pessoas não saiba."
"Tens de lhe comprar um lugar se o levares contigo num avião comercial."
"A mãe tomou conta de mim enquanto estava doente por isso eu escrevi-lhe um postal mas a professora estava muito ocupada para me ajudar a escrever e então eu "escrevi" um desenho."
"Eu estive preso durante 8,5 anos por tentativa de homicídio."
"O que aconteceu?"
"Um gajo com uns 30 anos estava a assediar a minha irmã de 12 anos. Ele esperava por ela à entrada da escola e convidava-a para festas. Por isso eu tentei matá-lo."
"Que conselho darias ao teu eu de 18 anos?"
"Abre aquele café."
"Eu tive um ataque cardíaco no exacto sítio onde estás."
"O que queres ser quando fores grande?"
"Uma pessoa."

15 comentários:

  1. Acompanho a página há já bastante tempo e este texto retrata exactamente o que eu penso sobre ela :)

    ResponderEliminar
  2. Já conheço esta página há algum tempo e fico fascinada a ver e a ler as imagens e as pessoas. Às vezes deixo passar alguns dias sem ir lá, só para poder ler mais coisas de uma vez!...

    ResponderEliminar
  3. Não conhecia, parece ser bastante interessante e tem um conceito diferente de todas as outras paginas de fotografia!

    ResponderEliminar
  4. Fui pesquisar e Descobri que existe uma página chamada "Humans of Lisbon"

    ResponderEliminar
  5. Já conhecia. Acho absolutamente lindo!

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia. Mas é bastante interessante! Vou espreitar mais! (:

    ResponderEliminar
  7. R: Muito obrigada pelas tuas palavras, colocaste-me um sorriso tão genuíno! Felizmente não tenho a necessidade de estar com eles até porque é lamentável a forma de como eles são e agem. Tenho bons amigos e pessoas que gostam muito de mim e não vai ser um determinado grupo de pessoas que me vai deitar abaixo, pelo menos não deixo :)
    Mais uma vez obrigado, és genial! Gosto de ti*

    ResponderEliminar
  8. Muito muito engraçado
    Não conhecia. Beijinho

    ResponderEliminar
  9. Já conhecia a página e perco-me por lá! É maravilhosa :)

    ResponderEliminar
  10. Já conhecia e não podia ser uma maior fã. :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)